sábado, janeiro 05, 2008

Nós que não se desfazem...
Há mais ou menos 3 anos (27/01/2005), coloquei este post no meu blog.
Como sempre num daqueles meus andares sem rumo, ouvi chamar o meu nome, a voz era de um homem, nada de especial até aqui... no entanto, aquele tom soou como uma música, há muito não escutada , que de repente toca e faz bater algo em nós... virei-me, corremos um para o outro, nossas lágrimas juntaram-se num rio só...e o beijo que há muito foi surpresa para ele...desta vez foi ele que o deu.

Falámos, passeámos juntos, contou-me os seus passos nem sempre fáceis...e...como coseguiu sair dos trilhos sinuosos da vida... vim-me embora com o meu coração repleto das suas palavras : " Durante estes anos tive-a sempre comigo, e nunca esqueci aquele beijo...Obrigada!"
Os "Nós" continuaram firmes!...Eu...sei apenas que me senti cheia!
Amigos : A leitura do post a que me refiro em cima é essencial para a compreensão deste post. Obrigada

83 Comments:

Blogger efeneto said...

Histórias que a vida não apaga. Momentos únicos. Arrepiante a descrição antes e agora. Parabéns por ser assim. Tenho orgulho de ser seu amigo. Beijo.

*virei-me, corremos um para o outro, nossas lágrimas juntaram-se num rio só...e o beijo que há muito foi supresa para ele...desta vez foi ele que o deu.*

Os nós da vida que não se desapertam nunca.

1/05/2008 11:32 da manhã  
Blogger Pena said...

Linda Amiga:
É bom rever a vida com amor e ternura, como o faz com o coração e a linda Alma cheias. Um amor que não a esqueceu. Um amor que lhe deu e justifica a sua magnífica presença. Visível. Real. Merecida.
Ainda bem. Aconteceram sentimentos vividos muito importantes para si e eu fico feliz, acredite?
É uma maravilhosa pessoas linda e pura.
Fascinante. De quem se gosta. Aprazível e simpática.
Enternecem os seus doces comentários.
Ainda bem que está bem. Fico encantado por isso.
Que a vida possa fluir docemente na sua terna magia de Ser e Sentir grandiosos.
Obrigado por existir.
Beijinhos amigos de valiosa estima.
Com um respeito imenso

pena

1/05/2008 11:34 da manhã  
Blogger Gui said...

Um momento sublime pelo que me apercebi. Daqueles que enchem a alma não é? Pena serem tão poucos. Um beijo

1/05/2008 12:17 da tarde  
Blogger Seriamente said...

Há nós que não se desfazem nunca e nos amarram à VIDA.
Assim, vale a pena!
Obrigada pela visita e pelo carinho
Beijinhos

1/05/2008 12:45 da tarde  
Blogger Sahmany said...

Certas coisas marcam de um jeito em nossa alma e coração que nem querendo a gente esquece.
Mas e quem é que vai querer esquecer um beijo assim?
Que 2008 te traga mais e boas surpresas.
Abraço pra vc.

1/05/2008 1:25 da tarde  
Blogger Sol da meia noite said...

Na vida, há sempre algo que perdura...

Beijinho

1/05/2008 3:39 da tarde  
Blogger Outonodesconhecido said...

e só por isto já valeu apena ter vivido...
bom fim de semana!

1/05/2008 3:54 da tarde  
Blogger rosa dourada/ondina azul said...

Um dos nós da vida, e esse é tão Belo, no seu conteúdo...

Parabéns pelo post :)

Beijinho,

1/05/2008 5:45 da tarde  
Anonymous **estrelademim** said...

Boa tarde querida,feliz ano-novo para ti querida...quero convidar-te a conheçer o meu grito com efeneto
http://galeriaefeneto.blogs.sapo.pt
beijinho doce querida

1/05/2008 5:52 da tarde  
Blogger Pena said...

Doce Amiga:
Que terno reencontro. Um gesto. Um abraço. Um beijo doce.
Excelente fim-de-semana com tudo de óptimo.
Que a sua felicidade lhe traga uma afectividade linda como decora o seu magnífico, terno e maravilhoso sentir e Ser.
Parabéns.
Tudo de grandioso na vida pela linda pessoa que é e coloca na partilha dos sentimentos que lhe vão no terno coração.
Beijinhos sinceros de amizade e encanto

pena

1/05/2008 6:00 da tarde  
Blogger Jose Gonçalves said...

Amiga
Venho agradecer-lhe a visita que me fez.
Os nós da vida, aqueles que não se desatam, trazem-nos presos a ela eternamente.
Este que é o "seu nó" trouxe-lhe certamente um sabor especial e ainda bem. Que continue bem atado se é que o tempo dele não deu conta.
Mesmo os nós precisam que os cuidemos porque ao mais pequeno descuido desfazem-se...
Vejo pelas postagens anteriores que é uma daquelas amigas em quem se pode confiar e que também gosta de mar. Neste imenso mundo da blogosfera, vão-se criando laços de amizade, os tais nós, que nos vão confortando muito. Encontrará certamente entre muitos dos meus amigos, novos amigos que ajudarão a conservar os nós da vida, os da amizade e da palavra certa, tal como já a mim me aconteceu.
Momentos houve em que pensei ir embora, desistir mas uns tantos ou melhor, umas tantas amigas fizeram-me voltar atrás e hoje estou sinceramente agradecido.
Que a vida lhe sorria e que o 2008 lhe traga tudo de bom com a realização de todos os seus sonhos.
Deixo-lhe um beijinho
José Gonçalves

1/05/2008 6:01 da tarde  
Blogger gaivota said...

e porque Não há ponto sem nó...
o reencontro com o beijo já anunciado, e foi ele que o deu...
lindooooooooo
bneijinhos

1/05/2008 6:34 da tarde  
Blogger Graça Pires said...

A magia de um encontro. Lindo.
Um beijo

1/05/2008 7:11 da tarde  
Blogger DE-PROPOSITO said...

Os 'nós' das coisas.
Felicidades.
Manuel

1/05/2008 7:12 da tarde  
Anonymous cõllybry said...

Momento que fica guardado na memoria, de tão doce e terno...
que este sentir seja constante no teu caminhar, doce amiga...

Terno é meu beijo

brve...voltarei

1/05/2008 7:32 da tarde  
Blogger lua prateada said...

Tua história é linda e cada um de nós tem sua linda história,é pena que por vezes nos esqueçamos das histórias mais bonitas e só nos lembramos das que nos fazem sofrer.Obrigada por teres passado lá na minha lua que este ano te traga tudo o que mais ânseias.Belo e bom fim de semana
SOL

1/05/2008 7:51 da tarde  
Blogger quintarantino said...

... grato pela visita ... continue com as suas visitas lá ao meu recanto intimista ... ao ... secrets ....

1/05/2008 9:15 da tarde  
Blogger Laura said...

Olá, ler-te fez-me lembrar que também já amei há muito tempo, que me perdi dele e ainda nem o encontrei..eu sei que nem que o visse a vida não mudaria, mas poderiamos abraçar-nos...isso sim...e fiz este poema num dai de saudade...já é tarde para mim, os anos passaram...foi apenas um tempo daquele tempo...beijinho a ti...de mim...


Foi naquela praia...

Foi ali naquele mar
Já tão nosso conhecido,
Que começou um grande amor
E por nós foi vivido...

Foi ali que nossas almas se encontraram
E que nossos lábios selaram
Um amor que já vinha de longe,
Talvez da eternidade...

Passamos os melhores momentos da nossa vida
Num amar sem conta nem razão,
Apenas queríamos sentir
O bater do nosso coração...

Mas como tudo o que é bom sempre acaba
E o nosso amor terminou,
Não por zangas ou falta de amor
Mas porque a vida assim o quis...

Ficaste só, sentiste-te abandonado
Não poderias ter-me acompanhado,
Quis o destino que nosso amor ficasse selado
Para quando nos voltássemos a juntar...

E é essa saudade que tenho de ti
Que não me deixa viver de outra maneira,
Que mesmo estando acompanhada
Hei-de continuar a procurar-te...

Em cada dia que passa
Em cada noite que brilha,
Nas madrugadas cheias de fantasia
Que guardo na alma magoada
Até que a profecia se desfaça!...

Tivemos que regressar de Angola por causa da guerra, e....

1/05/2008 9:37 da tarde  
Blogger Leonor said...

eu gosto muito destas historias em que tudo , apesar de tudo, tem um final feliz.
beijinhos

1/05/2008 9:53 da tarde  
Blogger GK said...

são beijos desses que valem a pena!!! :)

Vim agradecer a força. :)

BOM ANO!!!

1/05/2008 9:58 da tarde  
Blogger Samech Yud Tet said...

Olá Clarinda,

Adorei a tua visita! Fico muito feliz por ter uma companheira adepta da teoria dos números pares! Aliás não é única coisa que temos em comum...

"L'essentiel est invisible pour les yeux."

Que este ano 2008 traga uma carga de energia positiva!

Beijinhos grandes!

1/05/2008 9:58 da tarde  
Blogger Maria Luar said...

Deixa ficar comigo a madrugada
É noite de lua cheia

abracinho

*
xi
*

1/05/2008 10:23 da tarde  
Blogger Gata Verde said...

Que história deliciosa...

Beijinhos e bom fds

1/05/2008 11:08 da tarde  
Blogger FERNANDA & POEMAS said...

Minha querida amiga Maria Clarinda, quantas vezes nos identificamos com amigos, que nunca tinhamos pensado que podesse acontecer.
E, acontece, o nosso coração a bater mais depressa é sinónimo de que existe sintonia entre as partes.
Meu amorzinho, não leves a mal a expresão, mas quem lida de perto comigo sabe que é um gesto de carinho.
Muitos beijinhos,
Fernandinha.

1/05/2008 11:38 da tarde  
Blogger Maria said...

Que bom!!!!!!!!!!!

Beijo

1/06/2008 2:52 da manhã  
Blogger helena said...

Que bonita história aqui nos contas, minha querida.
É bom saber que os "nós" não se desatam, mesmo com o passar do tempo. E que talvez até se tornem mais fortes.

Ainda que, por vezes, esses "nós" estejam apenas atados nas nossas memórias, sabe bem sentir que eles sobrevivem dada a sua força.

Um beijinho para ti, e um bom ano
Helena

1/06/2008 9:34 da manhã  
Blogger Sei que existes said...

Esses nós bem dados, fortes e intemporais, são fabulosos!
Beijocas grandes

1/06/2008 10:59 da manhã  
Blogger Odele Souza said...

Alguns nós, passe o tempo que passar, nunca se desfazem. Felizmente.

Um abraço.

1/06/2008 4:34 da tarde  
Blogger aramis said...

Amiga Maria Clarinda,
Vim hoje pela primeira vez visitar esta "tua casa"! Gostei mesmo muito...
Penso que te conheço já do 1000 imagens, das excelentes fotografias que tens lá, serão tuas?Assinas como Maria Clarinda Galante? Cá para mim és... e... o Mundo é pequeno!
Desejo-te um excelente Domingo de Reis e segue daqui um grande beijinho! Apareçe mais vezes...

1/06/2008 4:51 da tarde  
Blogger Bruno Eleres said...

Meio nostálgico O.o'

C der, passe em meu blog, leia e comente =]

1/06/2008 6:21 da tarde  
Blogger Eärwen Tulcakelumë said...

“ Amigos e cúmplices ” , não podia começar diferente este meu comentário. É minha Amiga, está é com certeza nossa maior vitória, ver que a distância não apaga o gostar real., que ele uma vez sentido permanece, como permaneceu em ti e no Amigo em questão.
Como te disse no comentário do “post” citado, a cumplicidade é um elemento importante da amizade. Feliz aqueles que podem realmente desfrutar de algo tão belo.

Deixo-te a primeira pérola incandescente de carinho amigo, para que tenhas sempre junto ao coração durante este novo ano.

Com cumplicidade

Eärwen

1/06/2008 6:51 da tarde  
Blogger Tongzhi said...

São as reviravoltas da vida. Há pequenos gestos, pelo menos nós consideramos-os assim, que para outros têm muito significado.
Bem haja por ter partilhado de novo a história connosco

1/06/2008 7:00 da tarde  
Blogger Bruno Eleres said...

Sou escritor de crônicas nesse blog >_<
Se ler todos os textos, são apenas crônicas. Todos expressam o que penso e sinto, claro, mas não quer dizer que seja exatamente o que o personagem principal pense...

Como nesse último... Não é o que sinto, ele é apenas mais um, como fala o título xD~

1/06/2008 7:27 da tarde  
Blogger Papoila said...

Um nó que que foi tecido na forma de um beijo...

Beijos
BF

1/06/2008 7:47 da tarde  
Blogger No Limite do Oceano said...

As história da nossa vida não deixam de ser contos de encantar. Quem não vê neles isso, talvez precise de viver um, porque ouvir alguém falar de um ou apenas lê-lo por si só não é motivo para dizermos que é um conto...é preciso viver :- )

*Hugs n' smiles*
Carlos

1/06/2008 8:18 da tarde  
Blogger amigona avó e a neta princesa said...

Li e reli e compreendo a tua felicidade! Como é bom, amiga, vivermos momentos destes em que nos sentimos GRANDES como seres humanos...bem-hajas querida...

1/06/2008 9:00 da tarde  
Blogger Cöllyßry said...

Como disse voltei...e renovo os votos que este ano seja sem nós, de coração livre para amar...

Doce meu beijo

1/06/2008 9:05 da tarde  
Blogger Sophiamar said...

Em dia de Reis venho deixar-te beijinhos e desejar que todos os teus desejos se concretizem: saúde, alegria, amor, amizade...

1/06/2008 9:26 da tarde  
Blogger Maria Faia said...

Olá Clarinda,

Depois de ler ambos as postagens, fiquei sem palavras. Quando a emoção nos domina é assim mesmo.
Por isso, deixo apenas um beijo forte e muito solidário.

Felicidades e Boa Caminhada.

Maria Faia

1/06/2008 9:29 da tarde  
Blogger efeneto said...

...não podia de deixar de voltar para reler...
boa semana com esses nos de amizade bem apertados...

1/06/2008 11:00 da tarde  
Blogger Berta Helena said...

Bonita história. Esses nós não se desfazem mesmo. São muito fortes.

Um abraço.

1/07/2008 1:13 da tarde  
Blogger Paula Raposo said...

Li o teu post de 2005. Laços que ficam, indestrutíveis. Vale a pena viver para sentir assim. Muitos beijos.

1/07/2008 2:26 da tarde  
Blogger margusta said...

Clarinda sem palavras!...Parece que senti a emoção desse encontro...
Beiinhos amigos e FELIZ 2008!

1/07/2008 3:34 da tarde  
Blogger GarçaReal said...

Adorei a hostória.

Fui ler a outra postagem para então entender esta.

Realmente há nós que ficam para toda a vida.

Adorei querida amiga

bjito de ternura em ti

1/07/2008 5:11 da tarde  
Blogger Menina_marota said...

Há Momentos... que são memoráveis.

Senti-me aqui, como se lesse a minha alma.

Grata por aqui partilhares estes teus momentos.

Beijo e FELIZ 2008 ;)

1/07/2008 5:11 da tarde  
Blogger O Sibarita said...

Oi dona moça! Mas, os nóis, foram feitos para serem desatados... Ao seu encontrarem e se beijarem já foi um começo para isso, espero que ao longo desse tempo, nó, após, nó tenha sido desfeito...

Muito bom o reencontro!

bjs
O Sibarita

1/07/2008 5:34 da tarde  
Blogger Olhos de mel said...

Minha amiga linda! Existem acontecimentos que são inesquecíveis! Por mais que caminhemos eles continuam tão vivos, que ao menor sinal volta a tona e ainda consegue nos emocionar.
Lindo post!
Fique com Deus! Que sua semana seja de realizações!
Beijos

1/07/2008 5:37 da tarde  
Blogger poetaeusou . . . said...

*
sublime nó !!! atado !!!
,
xi
*

1/07/2008 8:22 da tarde  
Blogger Brancamar said...

Maria Clarinda,
Vim aqui para te informar que tens uma prenda no meu espaço.
Mas, fico mais um pouco para comentar este post que já tinha lido um pouco a cair em cima das teclas e estranhei que não tivesse aquele textozinho que sempre pões na tua sombra, percebi que era algo muito especial.
Agora que fiz a ligação entre o passado e o presente, que conheci "O Chuchinha" e que me comovi imenso com esta história que me calou fundo, entendo quanta alegria e emoção deves ter sentido neste encontro. É assim minha amiga, às vezes também se encontra muita dignidade no submundo. A exemplo do troco que recebeste há 3anos, hoje mesmo pela hora de jantar um rapaz como o "chuchinha", nítidamente esfomeado, mal tratado e quase sem dentes entrou num café e pediu-me com toda a delicadeza se lhe podia oferecer um bolo, ao escolher escolheu o mais pequenino que viu, só depois da minha insistência foi escolher um segundo um pouco maior e não deixou mesmo assim de perguntar do balcão se podia ser aquele.Surpreendeu-me a delicadeza extrema, sem subserviência com que inclusivamente saboreou os bolos que se via estarem a saber-lhe tão bem!
Estamos num momento difícil neste país e não podemos julgar quem quer que seja.
Beijinho.

1/07/2008 11:16 da tarde  
Blogger Um Momento said...

E sim...
Há nós que jamais o tempo ou alguém consegue desatar

Beijo grande

(*)

1/08/2008 2:27 da manhã  
Blogger Carminda Pinho said...

Fiquei assim...sem palavras.
Há passagens na vida que nos enchem a alma, sim.

Beijinhos

1/08/2008 6:10 da manhã  
Blogger LuzdeLua said...

Que lindo amiga. Cada vez mais acredito que as mãos do destino trabalham em harmonia e ninguem consegue desviar seu rumo. Deixo-te um beijo com carinho.
Bjs

1/08/2008 10:02 da manhã  
Blogger Fragmentos Repartidos said...

Deve ter sido um reencontro emocionante e vale a pena ler o texto do outro post porque só assim se percebe o impacto desse reencontro. Foi o que fiz e vale a pena cada palavra.

Nós desses não são fáceis manter e parabéns por terem conseguido preservar esse nó que pode representar tanto.

Um abraço.

1/08/2008 12:41 da tarde  
Blogger _E se eu fosse puta...Tu lias?_ said...

Estamos em sintonia com os "nós"

:D

Boa sorte;)

beijinhos

1/08/2008 1:37 da tarde  
Blogger kakauzinha said...

Uma experiência maravilhosa que tu descreves muito bem e com muita ternura.

Beijinhos azuis****

1/08/2008 4:57 da tarde  
Blogger NETMITO said...

Escuta o som mais puro da tua voz...
:)

1/08/2008 9:00 da tarde  
Blogger MEU DOCE AMOR said...

Querida Clarinda:

Agradeço a tua visita.

Gosto dos textos.Lindas mensagens que ajudam a reflectir.

Quanto aos nós...existem muitos.Mas este é /foi um nó saboroso.

UM BEIJO DOCE

1/09/2008 9:20 da manhã  
Blogger Teté said...

É, Maria Clarinda, há nós e amarras que nunca nos largam...

Uma história excelente e comovente também nunca se esquece...

Tem um DIA BOM!

1/09/2008 10:34 da manhã  
Blogger Oliver Pickwick said...

De início, você não acreditou que os trilhos sinuosos pudessem ser reajustados - reflexo da nossa eterna e natural indiferença, contudo, investiu.
Uma história comovente e, o que é melhor, com final feliz, diferente dos desfechos quase sempre sombrios que nos acostumamos a ver na grande mídia.
Um convite à reflexão que nem tudo está perdido.
Parabéns pelo blog. Voltarei!
Beijos!

1/10/2008 2:27 da manhã  
Blogger Bipede Implume said...

História comovente que não conheceríamos se não existisse esta partilha através dos blogues.
Voltarei com muito gosto.
Um abraço.

1/10/2008 3:00 da manhã  
Blogger O Profeta said...

Há nós que nuncase desfazem, vivemos com eles, uns colados ao corpo outros muito poucos à alma...

Ergui-me ao vento na tua procura
Fundi um abraço com o sol da tua ternura
Modelei o amor com as palavras mais belas
Curso de errante espírito na tua procura

Porque o pensamento é voo de milhafre
Aprisionado em gaiola de palavras
O infinito e o incomensurável
Volto ao encontro das tuas profundas mágoas

Bom fim de semana


Mágico beijo

1/10/2008 12:32 da tarde  
Blogger Mário Margaride said...

Querida amiga,

São estes momentos únicos. Que nos marcam para sempre, e nos enchem a alma, e fazem bater mais forte o coração.

Beijinhos doces

1/10/2008 1:34 da tarde  
Blogger rui said...

Olá Maria Clarinda

É fantástico o que nos contas!
Adorei conhecer toda esta história.

Beijinho

1/10/2008 2:26 da tarde  
Blogger Mário Margaride said...

Meus amigos: hoje é dia de festa!
Afinal não faz 56 anos todos os dias.
Estão todos convidados a ir ao "Canto poético", beber uma taça de champanhe.
Um bem haja a todos!

Abraços e beijinhos

Mário Margaride

1/11/2008 1:39 da manhã  
Blogger avelaneiraflorida said...

Maria Clarinda,


A vida ainda tem destas surpresas MARAVILHOSAS!!!!

Acreditemos!!!!
Bjkas!!!!

1/11/2008 8:57 da manhã  
Blogger efeneto said...

A árvore esconde-se do vento
contra o muro
roído pelo tempo
cansado de sol.

As folhas escolhem o chão
secas de respirar
e a cal do muro
vive as horas
que a árvore lhe encosta.
A árvore e o muro
sabem da música do vento
e do respirar das pedras.
No frio do Inverno lhes desejo
Um quente fim-de-semana.
efeneto

beijito de duendo

1/11/2008 12:38 da tarde  
Blogger Nilson Barcelli said...

És uma boa samaritana.
O amor pelo próximo muitas vezes faz milagres. Eu acho que o teu gesto há 3 anos teve influência para que ele saísse "dos trilhos sinuosos da vida".

Bfs, beijinhos.

1/11/2008 3:45 da tarde  
Blogger São said...

Há momentos e pessoas assim : lançam âncora na nossa alma e ali ficam!
Bom fim de semana!

1/11/2008 6:33 da tarde  
Blogger Olhos de mel said...

Oie minha amiga linda! Bom fim de semana! Fique com Deus!
Beijos

1/11/2008 8:34 da tarde  
Blogger multiolhares said...

São esses momentos
Que nos momentos
Que nos engrandecem
Que aprendemos, podemos
Crescer como pessoas
E por serem tão importantes
ficam no nosso coração
beijinhos
luna

1/11/2008 8:56 da tarde  
Blogger Vieira Calado said...

Nós!

Nós e os nós!

Gostei.

1/12/2008 12:31 da manhã  
Blogger Jose Gonçalves said...

Um óptimo fim de semana
José Gonçalves

1/12/2008 7:44 da manhã  
Blogger Eärwen Tulcakelumë said...

Vim deixar-te uma pérola incandescentes de carinho amigo.

Eärwen
12.01.08

1/12/2008 3:06 da tarde  
Blogger su said...

Este é um daqueles momentos em cheio que nos preenchem numa plenitude sem par. Lindíssimo...acontecer algo assim na vida de alguém. Fiquei emocionada ao reler o teu outro post e percebe-se de outro modo a leitura deste outro post.

Um beijo grande aqui da Teia. e bom Fim-de-semana.

1/12/2008 6:03 da tarde  
Blogger efeneto said...

...de passagem para deixar um grito de amizade...sim os duendes também gritam...beijito.

1/12/2008 9:34 da tarde  
Blogger Daniel Aladiah said...

São momentos assim que fazem uma vida ímpar...
Bom ano!
Um beijo
Daniel

1/13/2008 12:17 da manhã  
Blogger Menina do Rio said...

Como estive sem PC desde antes do Natal; hoje eu só passo pra dizer que aos pouco vou colocando minhas visitas em dia e, na medida do possivel irei lendo e comentando.
Deixo o meu beijo e desejos de um ótimo domingo, além dos votos de um Ano Feliz!
Com carinho,
Menina

1/13/2008 3:38 da manhã  
Blogger Alice Matos said...

É com esta moeda que a vida, por vezes, nos paga...
Lindo...

Beijinho...

1/13/2008 6:03 da tarde  
Blogger Olhos de mel said...

Olá! Passei para saber de você e desejar uma semana maravilhosa!
Beijos

1/14/2008 4:48 da tarde  
Blogger walter said...

Antes do Week End vem tomar um copo ao Cadeirão da Malta. Há novidades fresquinhas.

1/18/2008 10:30 da tarde  
Blogger Nuno de Sousa said...

Magnifica esta tua foto, mto bela, belo olhar o teu. Bjs

1/21/2008 10:57 da tarde  
Blogger Hugo Gomes said...

Muito bela esta fotografia! Um cruzamento de emoções gostei.
O blog tem muito conteúdo parabéns.

2/05/2008 11:48 da tarde  
Blogger Outonodesconhecido said...

Que bom, aind abem que existem nós que não se desfazem; iso é uma benção e um bálsamo para corações magoados.
bom fim de semana

2/09/2008 1:17 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home