segunda-feira, novembro 05, 2007


Durante o meu sempre "andar sem rumo", a cena que se desenrolava naquele instante fez-me parar, e, sorrir incrédula..." um gato e um pavão a brincarem ás escondidas"... mais um clique!
Restou aquele sentimento feliz de ter este Tempo, em que posso mais uma vez sem correrias, ver o que de tão belo se passa debaixo dos m/olhos...e ...deixar-me emocionar!

"...O tempo é mais profundo e mais forte do que qualquer outra coisa nas nossas vidas; ele leva-nos tudo, nada é maior que o tempo, nada sobrevive ao seu poder..."Jacob Needleman

75 Comments:

Blogger poeta_silente said...

Oi, Maria.
Voltarei com mais tempo para comentar. Este post merece um comentário à altura. Só passei para te dizer que fiz mais posts no Tratos e Poesias, que também é meu. Aparece lá e verás novidades interessantes. Breve, Maria vai nos contar novos acontecimentos. Estou esperando a inspiração para a narrativa.
Deus te abençoe e agradeço o ofereciomento. Por isto que vim. Mas voltarei para comentar este belo e profundo post.
Beijos
Miriam

11/05/2007 12:39 da tarde  
Blogger benechaves said...

Oi, amiga: a recíproca tb é verdadeira. Bonitas fotos e bons textos vejo sempre por aqui.A natureza a nos proporcionar o belo exemplo diante de nossos olhos.

Um beijo natural...

11/05/2007 1:06 da tarde  
Blogger Teresa David said...

O Tempo foi o que me sobressaio mais do texto na perspectiva de cada um aproveitar o seu. Uns deixam que ele passe sem que nada de relevante acontece, outros, tentam e por vezes conseguem que seja um constante desenrolar de momentos captados em imagens e sentires como este gato e pavão, certamente tão únicos.
Gostei muito e agradeço as visitas.
Um abraço
TD

11/05/2007 1:09 da tarde  
Blogger MARTA said...

Coisas simples que realmente às vezes nem damos conta...
Um momento que perdurará....
A citação é adequada...
Obrigada pelas visitas...
Beijos e abraços
Marta

11/05/2007 1:42 da tarde  
Blogger Sol da meia noite said...

Bem profundo este post.
A impotência do humano face ao passar do tempo.
Viver então as coisas simples do momento.

Beijinhos!

11/05/2007 2:19 da tarde  
Blogger efeneto said...

...recebi, depois aviso...um beijo de amizade.

11/05/2007 3:12 da tarde  
Blogger Meg said...

Clarinda,
Venho só agora agradecer a visita que me fez e principalmente as palavras que me deixou.
Venho também conhecê-la no seu espaço e reconheço uma pessoa atenta às pequenas coisas que a maior parte de nós não vê.
Temos talvez isso em comum, sem querer ser pretensiosa.
Quanto ao "tempo", realmente nada sobrevive ao seu poder!

Um abraço

11/05/2007 4:37 da tarde  
Blogger _E se eu fosse puta...Tu lias?_ said...

Sorte, a tua, a beleza encontrada por teus olhos.

Tb ando mtas vezes sem rumo;)

Mas agora queria que esse tempo voasse...para sentir de novo o seu poder****************************

11/05/2007 4:41 da tarde  
Blogger Berta Helena said...

O valor do tempo, as pequenas coisas e também as grandes que ele nos propicia!
O tempo é precioso, não pode ser desperdiçado.

Maria Clarinda, o texto está um encanto. Bem bonito esse momento. É como se estivesse a ver o filme.

Beijinhos.

11/05/2007 5:14 da tarde  
Blogger Arcanjo said...

Que foto linda e que momento inacreditável... ás vezes desperdiçamos tempo em coisas menos valorosas.

E o gato... adoro gatos... um destes dias mostro lá no meu cantinho os meus "meninos" lindos ;-)

beijocas linda***

11/05/2007 6:08 da tarde  
Anonymous cõllybry said...

De coisas simples se faz a grandeza de Alma...que a vida nos presenteia...

Doce meu beijo

11/05/2007 7:08 da tarde  
Anonymous Charroco said...

Olha o Pasquim do Charroco .
Quem quizer ver
comigo vai ter .

Boa semana .

11/05/2007 7:23 da tarde  
Blogger veritas said...

Esta imagem deu-me nostalgia de certos fins-de-semana da minha infância...que não voltam mais...

Bjs. Boa semana.

11/05/2007 7:30 da tarde  
Blogger DE-PROPOSITO said...

O tempo?!... E quando nós não temos tempo, para ter tempo.
fica bem.
Felicidades.
Manuel

11/05/2007 7:51 da tarde  
Blogger myself said...

Gostava de ter visto a cena.
Bela citação eu que tenho um caderno cheio delas.

11/05/2007 10:39 da tarde  
Blogger Teté said...

Andar sem rumo é bom, quando se querem ver as coisas boas da vida ou apreciar imagens dessas, singelas, sem corridas contra o tempo...

Também gostei da citação de Jacob Needleman, que confesso não saber quem é.

Jinhos!

11/06/2007 12:38 da manhã  
Blogger Pitanga said...

É o que sempre digo. Olhar com olhos de ver. Não deixar passar as cores e ater-se só ao cinza do chão.

beijos Maria Clarinda e vai lá em casa. Meu post combina com o teu.

11/06/2007 1:15 da manhã  
Blogger Carminda Pinho said...

E pensar que às vezes nem damos tempo ao tempo que temos para observar o que a vida nos proporciona.
Beijinhos

11/06/2007 1:44 da manhã  
Blogger kakauzinha said...

Os animais são surpreendentes e estão sempre a ensinar-nos. Adoro todos em geral e tenho os meus felinos de estimação, muito mimadinhos.

Adorei o texto e a foto e sei que, apesar de tudo, o tempo não vai apagar este momento tão lindo que aqui deixaste.

Um beijinho grande**********

11/06/2007 4:09 da manhã  
Blogger Sophiamar said...

O tempo tudo nos leva mas é o tempo que, também, tudo nos dá.
Beijinhos e tem um bom dia.

11/06/2007 6:09 da manhã  
Blogger O Profeta said...

O tempo corre como uma atafona, e fatalmente ultrapassa-nos...


Doce beijo

11/06/2007 10:01 da manhã  
Blogger efeneto said...

...incrivel a sua capacidade de estar no sitio certo á hora certa. Tem a sensibilidade suficiente para captar momentos unicos da natureza que nos dão autenticas lições de como nós humanos nos deviamos comportar perante os outros. Um beijo com "flaxe"
(já está pronto p'ro fim de semana.)

11/06/2007 10:33 da manhã  
Blogger Jasmim said...

e foi graças ao teu filho que a descobri. è linda, linda.
Estou a mudar-me para http://outono-esconhecido.blogspot.com/´
bom dia...

11/06/2007 10:36 da manhã  
Blogger Brancamar said...

Mais uma bela combinação entre o teu texto e a citação de Jacob Needleman.O tempo, sempre o tempo, que temos tão gratuito e nem sempre podemos ou sabemos aproveitar.
Parabéns por essa capacidade de te "espantares" com as pequenas e belas coisas da vida.Poucos sabem conservar esse poder de observação.Só essa pureza de espírito pode tornar o tempo tão rico!
Um abraço

11/06/2007 10:47 da manhã  
Blogger Brancamar said...

Mais uma bela combinação entre o teu texto e a citação de Jacob Needleman.O tempo, sempre o tempo, que temos tão gratuito e nem sempre podemos ou sabemos aproveitar.
Parabéns por essa capacidade de te "espantares" com as pequenas e belas coisas da vida.Poucos sabem conservar esse poder de observação.Só essa pureza de espírito pode tornar o tempo tão rico!
Um abraço

11/06/2007 10:47 da manhã  
Blogger vida de vidro said...

E aquela sensação de captar todos os instantes ou pormenores que nos apaixonam. Esse é um tempo bom. **

11/06/2007 12:47 da tarde  
Blogger Rui Caetano said...

Gostei das imagens e da tua escrita, o tempo surge-nos à frente do nosso olhar para ajudar-nos a atraçar o nosso rumo, mas nós é que decidimos.

11/06/2007 1:37 da tarde  
Blogger Mário Margaride said...

Querida amiga,

O tempo. Esse espaço que nos devora. Que não nos dá "tempo", para termos tempo, para sermos felizes.
Às vezes...nem tempo para sonhar.

Boa terça feira

Beijinhos doces...

11/06/2007 2:00 da tarde  
Blogger Metamorfose said...

O tempo com todos os seus poderes, não o controlamos, não o paramos, mas é com ele que crescemos, que nos lapidamos e que evoluímos, por isso deixemo-lo fluir e como uma suave brisa acompanhemo-lo. Fantástica reflexão que me proporcionou agora.

Beijos.

11/06/2007 2:59 da tarde  
Blogger margusta said...

Querida Maria Clarinda,
...e o meu tempo tem sido feito de ausências...perdoa-me...

Excelente este instante captado com o teu clic :)

Beijinhos mil para ti!

11/06/2007 4:18 da tarde  
Blogger poetaeusou . . . said...

*
maria clarinda
*
podióóóó substituir, por
uns pavões que eu conheço
e,
um leãozito, novinho, aí com,
ora deixa cá ver,5 ou 6 anos ...
*
xi
*

11/06/2007 5:53 da tarde  
Blogger Palavras ao vento said...

Regressei nas memórias do tempo... e deu- me uma enorme saudade, os momentos em que brincava e pavões passavam por mim...

Profundo e comovente post que nos ofereces minha querida...

Beijos da

Maria

11/06/2007 6:52 da tarde  
Blogger JOSÉ NEVES said...

Mais um momento maravilhoso que tiveste a oportunidade de presenciar e que aqui partilhas com brilhantismo.

Parabéns.

Um beijinho.

11/06/2007 9:14 da tarde  
Anonymous ASPÁSIA said...

BELA IMAGEM... SÓ ESPERO Q O BICHANO JÁ DE SI GORDUCHO NAO ESTIVESSE COM 2ªS INTENÇOES ACERCA DO PAVÃO...

O MEU TEMPO INFELIZMENTE ANDA ESCASSO E CHEIO DE PREOCUPAÇOES... MEU PAI APESAR DE BASTANTE SAUDE, TEM 93 ANOS E CERTOS DIAS SENTE SE MAIS CANSADO...

BEIJINHOS GRANDES :)

11/06/2007 9:52 da tarde  
Blogger Gata Verde said...

O tempo leva-nos tudo,mas também nos trás sabedoria.
Adorei a foto...e eu que não babasse com bixanos!!!

Beijinhos

11/06/2007 10:33 da tarde  
Blogger NINHO DE CUCO said...

Ah não tenhamos dúvidas sobre o poder do tempo. O tempo é implacável e é algo que não podemos dar a ninguém. Porém o tempo passa para todos e não se deixa comprar.

11/06/2007 11:05 da tarde  
Blogger SILÊNCIO CULPADO said...

O tempo é tudo: a vida e a morte, o infinito e a loucura. Mas também pode ser a sabedoria e a serenidade. Franco Ferrarotti diz que a história das emoções é a história dos advérbios de tempo e eu acredito.

11/06/2007 11:09 da tarde  
Blogger Luadosul said...

Alegraste meu dìa! Obrigada pelo comentario!

El tiempo para mí, es algo implacable, que me ahoga, que no pasa, que me aplasta! Pero esa es otra historia!

Muchos cariños

11/06/2007 11:18 da tarde  
Blogger rosa dourada/ondina azul said...

Estás disponível interiormente para observar pequenas coisas que a muitos passam despercebidas. Daí teres observado esta cena tão cheia de ternura...


Beijinho,

11/06/2007 11:23 da tarde  
Blogger Nomundodalua said...

"..nada sobrevive ao seu poder.."
é verdade..
ain tô precisando de mais contato com a naturzea viu? toma rum bom banho de mar, caminhar em alguma graminha neeh?? x)

caminhar dentro de mim mesma.
obg pelas paralvas.. x)
x*
namastê!

11/06/2007 11:28 da tarde  
Blogger gasolina said...

Vejo que os tempos menos bons se foram. Ainda bem.
Continuo a amar a tua arte como da 1ª vez.

Fica bem, um beijo

11/07/2007 12:12 da manhã  
Blogger amigona avó e a neta princesa said...

Lindo minha amiga...o que escreves e a foto! Beijo...

11/07/2007 10:51 da manhã  
Blogger Silent Raven said...

Tanta magia se esconde nos momentos simples de vida. Às vezes, basta-nos um pouco de tempo para podermos olhar a vida de uma forma diferente...
Adorei este post.
Beijinhos
Carla

11/07/2007 11:41 da manhã  
Blogger Thiago said...

mais um momento que conseguiste captar na perfeição...que sensibilidade minha mae :-)

11/07/2007 11:55 da manhã  
Blogger Amaral said...

Eu acho fantástico o previlégio de "tocares" esses momentos mágicos, que é a beleza da Vida!
Tomaste um momento nas tuas mãos que te tocou o coração e fez despertar sentimentos.
O tempo parou! Se é que o tempo alguma vez se moveu!...

11/07/2007 12:04 da tarde  
Blogger Paula Raposo said...

Tão maravilhosa fotografia!! resolvi não pausar....beijos.

11/07/2007 12:17 da tarde  
Blogger Keops said...

Olá, através de um ou de outro chegeui aqui! Percebo bem o privilégio que é captares estes momentos. O tempo, é verdade o tempo. Mas, se não houver essa disponibilidade interior, essa capacidade de observar manifestar-se-ia? É uma aprendizagem que também estou a fazer.Há que transmitir que tabém é possível, queiramos nós, não é verdade?

11/07/2007 12:19 da tarde  
Blogger MIMO-TE said...

Olá linda!

Sentir o tempo, é isso! Colocar todos os sentidos no momento e deliciar-se com ele, com um mero momento, que afinal é tão importante para a nossa paz interior. Obrigada pelo momento.

Beijos e mimos para ti.

11/07/2007 1:00 da tarde  
Blogger Entre linhas... said...

O tempo transporta-nos para outra dimensão, a citação é muito real.
Bjs Zita

11/07/2007 1:05 da tarde  
Blogger sveronica said...

O Tempo é o senhor do mundo; dita as regras, determina as horas e nos arrasta na sua correnteza...

Querida, deixo-te um beijinho amigo

Menina do Rio

11/07/2007 3:07 da tarde  
Blogger Papoila said...

Um post profundo sobre o tempo que nos devora e o invrivel poder de captar o momento na imagem que perdurará nesse mesmo tempo.
grata peça visita!
Belíssima a foto.
Beijos

11/07/2007 9:51 da tarde  
Anonymous Bia said...

A única coisa que sobrevive ao poder do tempo são estes 'clics' que fazes em momentos tão especiais, amiga, e que nos trazem estas fotos tão lindas!

Tens o dom de encantar o nosso olhar, enternecer o coração e perfumar a nossa alma quando nos ofereces a visão de instantes que só são flagrados por um olhar tão sensível ao belo como é o teu.

Deixo-te pétalas perfumadas, um beijo no coração e o desejo de horas lindas a enfeitar os teus dias.

11/08/2007 1:36 da manhã  
Blogger carteiro said...

E não são estes pequenos momentos de calmaria que fundo entram dentro de nós?

11/08/2007 1:40 da manhã  
Blogger Alexandre said...

Às vezes um simples passarito pode alterar as nossas vidas - às vezes, um «jogo» menos habitual entre diferentes seres da natureza pode fazer-nos parar para pensar ... e é nesses momentos que a nossa vida ganha sentido - porque no resto do tempo acho que a vida não tem sentido nenhum...

Muitos beijinhos. As fotos estão fantásticas, lugar certo à hora certa!

11/08/2007 11:03 da manhã  
Blogger Rui Caetano said...

Andar sem rumo nunca, procura lá esse teu rumo de novo.

11/08/2007 11:31 da manhã  
Blogger ZezinhoMota said...

É uma história de vida que os animais dão aos homens.

Fica bem.

ZezinhoMota

11/08/2007 12:17 da tarde  
Anonymous Secreta said...

Há vivencias assim , que nos fazem sentir leves ... :)
Beijito.

11/08/2007 5:02 da tarde  
Blogger efeneto said...

...publiquei a brincadeira. Um beijo de agradecimento.

11/08/2007 10:31 da tarde  
Blogger Fernanda e Poemas said...

Olá Maria Clarinda, grata pela tua passagem pelo mru cantinho das fotos.
Adorei a tua postagem.
Muitos beijinhos!
Fernandinha

11/09/2007 12:47 da manhã  
Anonymous Sindarin said...

Olá amiga doce e querida! O tempo k cura tudo segundo dizem, o tempo k nos sobrevive. Adorei amiguinha está lindo. Deixo-te um imenso beijinho de carinho e amizade. Bfsemana.

11/09/2007 11:54 da manhã  
Blogger efeneto said...

Não me importa o dia
Nem a hora
Não importa o vento
Nem a chuva lá fora
Não me importa
Que haja neve ou geada
Que seja noite ou madrugada

Não me importa
Que faça frio ou calor
Que o céu esteja cinzento
Ameaçador...
Se sob esse céu de tempestade

Não quero saber
Se é Verão ou Inverno
Se é Outono ou Primavera
Não quero saber
Nem o século nem a era
Nem o mês nem o ano
Quero tão-somente dizer
Bom fim-de-semana

[beijito]

11/09/2007 1:46 da tarde  
Blogger vida de vidro said...

Beijo, amiga. Bom fim de semana. **

11/09/2007 2:48 da tarde  
Blogger Pena said...

Simpática e Linda Amiga de sonho:
O tempo que não pára consegue aperceber a sua magia encantadora e enternecedora de Ser. Um Ser gigantesco, observador e magnífico.
Eu parei. Pela ternura, pelo carinho, pela imensa sensatez com que constrói os instantes seguidos de instantes profundos e sensíveis detectados na magia muito peculiar de observar, de visualizar os pormenores existenciais, que nem toda a gente consegue discernir.
Assim, abarca um Universo de si muito puro e sincero. Magnífico!
Um post simples, mas com imensa ternura.
Sempre a lê-la encantado, muito encantado.
Beijinhos de estima e amizade. Muitos!
O sempre presente
pena

11/09/2007 4:52 da tarde  
Blogger MIMO-TE said...

Maria,

Deixo miminhos para ti.

11/09/2007 6:48 da tarde  
Blogger Sophiamar said...

E há que viver a vida enquanto é tempo e usufruir do que ela tem de bom e belo.
Beijinhos

11/09/2007 10:10 da tarde  
Blogger avelaneiraflorida said...

Que bom este contraste! que lição para nós humanos!!!!

BOM FIM DE SEMANA!!

11/10/2007 12:29 da manhã  
Blogger Palavras ao vento said...

Reler e deliciar- me outra vez com a beleza do post!

Bom fim de semana.

Beijinhos

11/10/2007 1:14 da manhã  
Anonymous pedro said...

parabens

11/10/2007 1:27 da manhã  
Blogger Bichodeconta said...

Que maravilha de foto.. Que sorte ter á mão a nossa mãquina quando aparece a opurtunidade de fotografar estas cenas lindas..Parabéns, bom fim de semana e aquele abraço..ell

11/10/2007 11:49 da manhã  
Blogger TINTA PERMANENTE said...

Felicíssimo instantâneo!...
(e como acabou o esconde-esconde?...)

abraço.

11/10/2007 3:39 da tarde  
Blogger Pitanga said...

Já agora arranja um pouquinho do teu tempo e vai ao Pitanga conhecer a flor.

11/10/2007 5:55 da tarde  
Blogger Daniel Aladiah said...

Querida Maria Clarinda
Seria mesmo brincar? :)
Um beijo
Daniel

11/10/2007 10:48 da tarde  
Blogger Gata Verde said...

Feliz dia de S.Martinho!

Beijinhos

11/10/2007 11:58 da tarde  
Blogger Isabel-F. said...

deve ter sido uma cena bem ternurenta ...

bela foto ...


beijinhos para ti

11/11/2007 4:52 da tarde  
Blogger Fragmentos Repartidos said...

Um post tão simples e ao mesmo tempo tão "poderoso" e isto para exemplificar que por vezes é nas coisas simples que encontramos um mundo, um universo, um motivo para deliciar cada segundo do tempo que passa naquele momento, sim, porque há momentos que mesmo sendo fugazes, têm uma duração infinita, mas como o tempo é muitas vezes o nosso chefe é a ele que temos de obedecer.

Continuação de bom trabalho aqui no blog!!

Um abraço.

1/09/2008 9:46 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home