quarta-feira, abril 29, 2009

Sou névoa de mim mesma...
Caminho pela névoa... ela acompanha-me
pois sabe que as duas somos uma ...
Ela ajuda-me a não me sentir só...
eu... ajudo-a a se sentir feliz
por ter alguém que gosta de estar a seu lado...
Somos companheiras... e, gostamos de o ser!
Foto: Praia de Carcavelos

78 Comments:

Blogger Paula Raposo said...

Gosto da tua poesia! Umas vezes eu sou a névoa, outras és tu. E gostamos de ser companheiras uma da outra. Claro que sim. Muitos beijos, Clarinda.

4/29/2009 10:42 da manhã  
Blogger helia said...

Lindo Poema e linda foto da praia de Carcavelos, tão pertinho de Lisboa e onde eu costumava ir frequentemente

4/29/2009 11:27 da manhã  
Blogger Thiago said...

Que bonito o poema...e que bonita foto!! E que saudades de me passear por esta praia...beijinhos para uma mãe com esse cheirinho a maresia...

4/29/2009 11:43 da manhã  
Blogger Mucha de la Torre said...

Gracias pot pasar me gustan tus letra e idioma volveré
Besos

4/29/2009 12:09 da tarde  
Blogger Alvaro Oliveira said...

Bom dia Maria Clarinda!

Adorei seu comentário e me alegrou
saber da sua visita a este meu canto, pois assim fiquei a conhecer
o seu lindo espaço que com sua permissão, passarei a seguir.

Adorei este poema muito lindo.

Voltarei mais vezes!

Um abraço amigo

Alvaro Oliveira

4/29/2009 12:48 da tarde  
Blogger PAS[Ç]SOS said...

E há uma transparência de mim que se acende na névoa trazendo-me a presença de quem só nela consigo vislumbrar.

4/29/2009 1:22 da tarde  
Blogger juan quintero said...

La fotografia es un lenguaje universal, va mas alla de las barreras del idioma. Gracias por tu visita, estare regresando para continuar conociendo tu trabajo. Un abrazo desde El Salvador.

4/29/2009 3:06 da tarde  
Blogger Isabel José António said...

Querida Amiga Maria Clarinda,

Muito bonito este seu poema. Muitos parabéns!

Ela (a poesia) faz-me lembrar aquele dito oriental que afirma que "Nós somos o caminho e o caminho somos nós".

Não há diferença entre quem escreve poesia e a sua poesia. Fazem parte de uma só UNIDADE.

Está também inserida naquele triplo aspecto impresso na Natureza que diz não haver diferença entre O OBSERVADOR, A COISA OBSERVADA e O PROCESSO DE OBSERVAÇÃO, pois fazem parte do mesmo TODO.

Aliás este aspecto da Natureza é muito utilizado pelos Físicos da Física Quântica e por todos os místicos de todos os tempo.

Muitos parabéns.

Um grande abraço

José António

4/29/2009 3:17 da tarde  
Blogger Agulheta said...

Clarinda. Como a névoa e os amigos,dão as mãos em perfeita harmonia de desejos,bonito este saber de partilha.
Beijinho

4/29/2009 3:42 da tarde  
Blogger Luna said...

Que bonito, tu eres a névoa, a névoa eres tu...caminháis juntas, estáis juntas, sentis juntas, mas, no fin do caminho, juntas encontrareis o sol radiante da felicidade, iluminando os côres do mundo, o sol que aquece o nosso coraçäo, e a névoa só será uma lembrança...
Um beijo grande.

4/29/2009 4:14 da tarde  
Blogger Liliana said...

Há sincronias...começo a pensar que anda muita gente asssim...

Um abraço

4/29/2009 6:04 da tarde  
Blogger entremares said...

Todos somos névoa... por vezes.
Somos dúvida, somos a cor cinzenta, somos melancolia...

E então, de repente... somos sol.
Somos radiosos, respiramos luz.
E chamamos a isso primavera...

4/29/2009 6:24 da tarde  
Blogger FERNANDA & POEMAS said...

QUERIDA MARIA CLARINDA, BELO POEMA, PALAVRAS SAÍDAS DO TEU CORAÇÃO... SUBLIME AMIGA!!!
ABRAÇOS DE AMIZADE,
FERNANDINHA

4/29/2009 9:40 da tarde  
Blogger Luna said...

Querida Clarinda, quer tomar uma taça de vinho branco manzanilla, ben¡m fresquinho, dar uma volta em carruagem e danzar umas sevilhanas?
Bom, pois vêm no meu blog, que estou na Feria de Abril de Sevilla
(Andalucia)
Vamos passar muito bem,
Um beijinho

4/29/2009 9:43 da tarde  
Blogger Pedrasnuas said...

SENTIR ASSIM ...A NÉVOA É SENTIR A NATUREZA A PULSAR DENTRO DE SI...FELIZ SENTIR QUE TE TORNA MENOS SÓ...

ABRAÇO SENTIDO

4/29/2009 10:45 da tarde  
Blogger OUTONO said...

Com o teu sentir...um dia de névoa é um dia de sol.

Beijinho

4/29/2009 10:46 da tarde  
Blogger Maria said...

Às vezes nem sei se sou sombra de mim mesma... outras tenho a certeza que sim...

Beijo

4/29/2009 11:06 da tarde  
Blogger Duarte said...

Boa fotografia!

A névoa

Aroma que emerge,
Energia que imana
Frescor salino na pele.
Mar misterioso, oculto.
Ouço-o ainda
Detrás da espessura invisível.
Rumor de Oceano,
Areia fina,
Restolha debaixo dos pés.
Vai-se ocultando,
Faz-se mais espessa,
Atino pelo olfacto...
Será a névoa?
Sinto-me curtido pelo mar!

Beijinhos

4/30/2009 12:34 da manhã  
Blogger Sonia Schmorantz said...

Vim agradecer tuas visitas, e dizer que tudo aqui está muito bonito também, mesmo uma névoa tem sua beleza...
beijos

4/30/2009 4:56 da manhã  
Blogger Laura said...

Olá

Falando de névoa
Encanto tamanho
Para quem sempre viveu
Nas terras quentes
É uma abrangente
Em como o nosso mundo
Pode ser tão diferente
Numa terra fria
Ou numa terra quente!...

Beijinho de quem também adora andar na névoa e sonhar que mais adiante, existe um castelo de fadas onde vive o meu cavaleiro andante!...
Laura.

4/30/2009 9:28 da manhã  
Blogger Meg said...

Maria Clarinda,

Como é bonito este poema!

...e, gostamos de o ser!.

Esse é o segredo, minha amiga

Beijo

4/30/2009 7:37 da tarde  
Blogger Je Vois la Vie en Vert said...

Belo poema, amiga Maria Clarinda !

Mas saí deste nevoeiro e vem descobrir uma outra maneira de festejar o 1º de Maio !

Deixo-te um "porte-bonheur" antes de embarcar para longe...

Beijinhos da

Verdinha

4/30/2009 10:15 da tarde  
Blogger elvira said...

Bonito o poema.
Deixo um abraço e votos de bom feriado e bom fim-de-semana.

4/30/2009 11:39 da tarde  
Blogger Laudi Biten said...

Olá!

Que linda foto! Que belo poema!

Passarei sempre que puder para acompanhar o seu blog.

bjs Laudi - Brasil

5/01/2009 4:02 da manhã  
Blogger LUA DE LOBOS said...

Em gigantesca nuvem,
colorida por mil matizes de chuva
acabada de tombar,
fadas, trolls, gnomos
e sílfides dançavam
numa sonatina divertida
e inconsequente,
como se todas as barreiras inventadas
tivessem caído
em suave e delicada cascata.
Sereias e duendes trocavam
receitas de Amor,
feitas de algas, nenúfares
e ouriços do mar...
Numa névoa delicada,
espaço encantado
de uma floresta-mar,
retirou-se Ban-shee *
A sua missão,
desvanecida de intenções
partiu com ela,
num adiamento carinhoso,
enquanto o seu Lobo Branco,
deixava cair no ar
um uivo longo e fabuloso.


* Ban-shee – Espírito feminino que pressagia a Morte, esperando no exterior da casa e que faz parte da tradição irlandesa.


a tua neblina e a minha :)
a nossa neblina.
xi
maria

5/01/2009 8:40 da manhã  
Blogger Tongzhi said...

Lindo o poema e a foto!

beijinho

5/01/2009 2:41 da tarde  
Blogger mjf said...

Olá!
Também tinha saudades de passar e ler-te ;=9
Mais um poema lindo, como é teu habito...

Desejo-te um optimo fim de semana

Beijocas

5/01/2009 7:55 da tarde  
Blogger Pena said...

Como uma "névoa" pode ser tão doce, maravilhosa e sensível.
Parabéns, adorei!
BRILHANTE.
LINDAAAAAAAAAAAAAA!
Com todo o respeito e simpatia.
Beijinhos

pena

5/01/2009 8:19 da tarde  
Blogger Mona Lisa said...

Belo poema, onde senti a minha solidão (solidão de que gosto, onde não me sinto só, pois estamos sempre as duas: eu e eu).

Bjs.

5/01/2009 8:55 da tarde  
Blogger Osvaldo said...

Olá Maria Clarinda;

O poema é simples e belo, mas a névoa deixa-me como D. Sebastião, prefiro o Sol.

Mas como consegues transformar a névoa em poesia (bela poesia) até esta névoa tem contornos de arco-íris.

bjs e bom domingo
Osvaldo

5/01/2009 10:22 da tarde  
Blogger Mar Arável said...

Abril de novo

no Maio de sempre

5/01/2009 10:28 da tarde  
Blogger Chama Violeta said...

Linda foto!!! Que praia é?
A névoa me acompanha, assim como o sol tb faz parte do meu caminho!!
Um grande abraço amigo, beijos violeta!

5/01/2009 10:41 da tarde  
Blogger Sofá Amarelo said...

Praia de Carcavelos, magia para mim pelos anos em que desfrutei do seu Sol, da sua areia, do seu mar e da sua névoa... todos os meses do ano...

Muitos beijinhos!!! Obrigado pela recordação...

5/02/2009 12:28 da manhã  
Blogger Vieira Calado said...

Sombra ou névoa de nós mesmos.
Todos somos.
Mas por vezes vem o sol para dissipar a névoa.

Bjs

5/02/2009 2:18 da manhã  
Blogger Suave-Toque said...

Olá, a quanto tempo não venho aqui, também estive afastada, mas estou de volta.
Lindo o que escreveste.
Beijos

Suave Toque

5/02/2009 2:12 da tarde  
Blogger Eärwen Tulcakelumë said...

Palavras que formam uma declaração linda, mostrando a tua sensibilidade. A foto...maravilhosa!!!

Pérolas incandescentes de névoas entrego em tuas mãos.

Com carinho

Eärwen

5/02/2009 4:50 da tarde  
Blogger mundo azul said...

_________________________________


...bonito! Também gosto da névoa...


Beijos de luz e o meu carinho, Maria Clarinda!


_________________________________

5/02/2009 9:21 da tarde  
Blogger Multiolhares said...

Como é bom gostarmos de ser, e a névoa quantas vezes é nossa companheira.
beijinhos

5/02/2009 11:25 da tarde  
Blogger Menina do Rio said...

Desculpe a minha ausência mas tive que trabalhar dobrado estes dias de abril, pois precisava pagar o registro e a capa do meu livro. Era uma oportunidade que eu não podia deixar passar. Agora vou retornando as visitas aos poucos, mas hoje tinha que vir aqui ao menos pra deixar-te um beijo.
Tem um ótimo domingo!
Verô

5/03/2009 1:16 da manhã  
Blogger Pipinha said...

Querida Mª Clarinda, hoje é um dia especial para quem recebeu a maravilhosa dádiva da maternidade.
Parabéns a si pelos tesouros lindos que tem.
Desejo-lhe um Dia da Mãe muito feliz!
Beijinhos carinhosos.

5/03/2009 11:06 da manhã  
Blogger Laura said...

Olaré, eu vinha apenas deixar um beijo especial para um menino queridinho chamado Salvador!...Conheces? pois ele tem lá um post no resteas...desde manhã... Beijinhos.

5/03/2009 4:52 da tarde  
Blogger mfc said...

A neblina é sempre intimista!

5/03/2009 7:53 da tarde  
Blogger Paa said...

lindo lindo! *-*

beeijos *;

5/03/2009 8:02 da tarde  
Blogger *Lisa_B* said...

Lindo o que escreveu amiga...
Passei para desejar um bom dia.
Beijinhos com carinho

5/04/2009 1:26 da manhã  
Blogger Amaral said...

É assim a nossa tendência de humanos...
Sentimos a companhia que mais de acordo está com o nosso estado de espírito. E este é sempre uma opção, quer se diga isto ou aquilo...

5/04/2009 10:26 da manhã  
Blogger Graça Pires said...

A sombra da nossa solidão...
Um texto lindo e sentido.
Um beijo.

5/04/2009 5:51 da tarde  
Anonymous Eduarda said...

Maria Clarinda.
Saltitando pela blogesfera,num ninho acolhedor de sebionhas,encontrei esta sua almofada.
Tenho acompanhado sem comentar, mas hoje não me contive.
Que bem que escreve!
Que bem nos faz olhar as emoções!
Gostei muito deste seu texto.
Bem haja pela conjugação de palavras que nos oferece.
Perdão pela ousadia.

5/04/2009 6:16 da tarde  
Blogger poetaeusou . . . said...

*
nevoa
o nevoeiro maritimo,
salpicando maresias,
de um carcavelos de iodo
dos meus anos 1972/73,
,
claras conchinhas,
deixo,
,
*

5/04/2009 10:07 da tarde  
Blogger Ana Oliveira said...

Maria Clarinda

A neblina caminha connosco...e por magia, já não somos sós!

Um beijo pelas palavras...e pela foto.

Ana

5/05/2009 12:43 da manhã  
Blogger rouxinol de Bernardim said...

A excelência em estado puro!

5/05/2009 1:54 da tarde  
Blogger Carla said...

adoro a névoa por onde caminho tantas vezes
beijos

5/05/2009 4:20 da tarde  
Blogger Laura said...

Gosto dos seres que vêm até nos envoltos na bruma...isso sim..é lindo. Cavaleiros do Bem!.. Beijinhos.

5/05/2009 4:27 da tarde  
Blogger © Piedade Araújo Sol said...

há dias em que todos somos névoa.

mas, depende das névoas em nós.

um poema muito sentido.

beij

5/05/2009 8:14 da tarde  
Blogger Laura said...

Vim sentar-me
No sombra de mim
Vim escutar-te
Ouvir-te mesmo
Partilhar contigo
Um dia assim...
Um dia em que haja
Para nós
maresia
Uma lua cheia
estrelas em delirio
E eis-nos na terra
Que semou amor
No corção dastes seres
Que nada mais querem
Do que espalhar
Sementes pequeninas
De bem aventurança
No coração de todos!...

Um xi a ti, de; mim...

5/06/2009 12:52 da tarde  
Blogger Fernando Santos (Chana) said...

Olá, bela foto de bela nevoa....Espectacular....
Beijos

5/06/2009 3:41 da tarde  
Blogger Thiago said...

Minha mãe, passei por aqui só para te dizer que voltei a escrever...beijo grande com saudades de um filho

5/06/2009 4:11 da tarde  
Blogger Persida said...

Olá amiga virtual, veja bem eu não conheço essa pessoa mas; ele foi simpático e fez-me essa poesia e dedicou-me, no qual lhe agradeci.
Receba um beijo amigo

5/06/2009 8:20 da tarde  
Blogger vida de vidro said...

aposto, amiga, que o sol também caminha ao teu lado, brilhante e envolvente. mas eu também gosto da névoa... e das tuas palavras. beijo

5/06/2009 10:31 da tarde  
Blogger heretico said...

que a brisa. quente e acolhedora. dissipe a névoa.

vibrante. névoa.

beijo

5/06/2009 10:43 da tarde  
Blogger Persida said...

Bom dia amiga Clarinda, é verdade todos os dias são dias das mães estou plenamente de acordo contigo. O importante é tudo dê certo na vida !!
Bjs

5/07/2009 12:27 da tarde  
Blogger Cadinho RoCo said...

Na névoa o céu parece mais próximo.
Cadinho RoCo

5/07/2009 2:40 da tarde  
Blogger A.S. said...

Quando amanhece, o teu vulto entre a bruma é uma tela de Debussy...


Bjo`SS
AL

5/07/2009 7:47 da tarde  
Blogger Eärwen Tulcakelumë said...

Deixo uma pérola incandescente de carinho amigo.

Eärwen

5/07/2009 10:07 da tarde  
Blogger Mar Arável said...

Quando se gosta

até a névoa

é tranparência

5/07/2009 10:18 da tarde  
Blogger Pena said...

Admirável Amiga:
Que "coisa" notável. Sensível e de fascinar.
"...Ela ajuda-me a não me sentir só...
eu... ajudo-a a se sentir feliz
por ter alguém que gosta de estar a seu lado...
Somos companheiras... e, gostamos de o ser!..."

Puro. Lindo. Repleto de "imenso"...
Beijinhos amigos de um respeito gigante pelo seu ser genial...

pena

Fantástico, amiga!

5/09/2009 7:10 da tarde  
Blogger O Sibarita said...

Oi moça! Beleza seu texto!

Mas, olhemos em frente sempre que na caminhada o sol aparecerá...

bjs
O Sibarita

5/09/2009 7:13 da tarde  
Blogger Ana Martins said...

Querida amiga,
vim desejar-lhe um bom fim de semana e deixar um beijinho,

Ans Martins

5/09/2009 10:49 da tarde  
Blogger Laura said...

Anda, companheira
Acompanhemos a névoa
Até ao outro lado do mundo
Onde ela mal se sente
E se desfaz
Em suaves cascatas de luz
E, transforma
Naquele areal imenso
Que bate a nossos pés
Na saudosa terra
Que pisamos
descalças
Pelas madrugadas
Ensolaradas!...

Vai um Portinho e um biscoitinho de cerveja? Não é de Cuca, mas, serve!. Um abraço da laura.

5/10/2009 7:44 da manhã  
Blogger Odele Souza said...

Passei para ler a tua sempre bonita poesia. E também es uma ótima fotógrafa. Tenho visto fotos tuas muito lindas no blog de Paula Raposo.

Beijos.

5/10/2009 4:55 da tarde  
Blogger Agulheta said...

Olá amiga.No blog tens lá um prémio para ti,sei que és capaz do desafio.
Beijinho

5/11/2009 7:28 da tarde  
Blogger maresia_mar said...

Olá
gosto do que escreves!
Já tinha saudades de aqui vir mas ando meio longe da blogosfera.
Beijos

5/12/2009 4:36 da tarde  
Anonymous Sindarin said...

Olá amiga! Estou em falta e peço perdão. Parti uma perna tenho andado em recuperação mas o pior já passou. Espero k me perdoes por ter estado ausente. Deixo-te um grande beijinho e a minhas admiração sempre!

5/12/2009 6:24 da tarde  
Blogger F Nando said...

Bem agradável estas sombras de ti!
Bjs

5/13/2009 9:14 da manhã  
Blogger O Árabe said...

... e assim é. São as névoas intimas, que muitas vezes nos impulsionam em direção ao sol do Conhecimento.

5/13/2009 6:01 da tarde  
Blogger Adrielly Soares said...

as suas fotos são sempre lindas.
:)

5/14/2009 1:39 da manhã  
Blogger Manual do Inseguro.com said...

Um lindo poema. De uma linda e delicada linguagem poética. Encantei-me por seus versos. Beijos.

oadestradordesentimentos.blogs.sapo.pt

5/20/2009 12:06 da manhã  
Blogger Jaime A. said...

A névoa desce sobre mim e somos os dois mais luminosos.
Gostei muito.

8/08/2009 4:05 da tarde  
Blogger Hugo de Macedo said...

Excelente texto e imagem. Um belo blog, parabéns.

9/17/2009 10:03 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home