segunda-feira, janeiro 12, 2009

Não tenhas medo. Eu tomo conta de ti – disse ao lado dela uma voz.
Florinda voltou-se e viu um rapaz alto, lindo e verde.
- Ah! – disse ela. – És o Rapaz de Bronze. Eu pensava que tu não sabias falar, pensava que eras uma estátua.
- De dia – disse o Rapaz – sou uma estátua. Mas de noite sou uma pessoa e sou o Rei deste jardim. …. “ - A noite é fantástica e diferente!
- A noite – disse o Rapaz de Bronze – é o dia das coisas. É o dia das flores, das plantas e das estátuas.De dia somos imóveis e estamos presos. Mas de noite somos livres e dançamos. ..
“O Rapaz de Bronze – Sophia Mello Breyner

Tenho andado rever o meu site de fotografia, e, encontrei mais uma que gostaria de partilhar convosco.

52 Comments:

Blogger Paula Raposo said...

Tão bonita a estátua...o excerto da Sophia em sintonia...adorei! Muitos beijos.

1/12/2009 9:01 da manhã  
Blogger Anita said...

A vida é lâmpada acesa: vidro e fogo.
Vidro que com um sopro se faz; fogo
que com um sopro se apaga.

Autor (Pe.António Vieira)

Uma maravilhosa segunda feira amiga.
Muitos beijinhos.
Fica bem. Fica com Deus.
Anita (amor fraternal)

1/12/2009 11:12 da manhã  
Blogger MPereira said...

Este comentário foi removido pelo autor.

1/12/2009 12:02 da tarde  
Blogger Maria, Simplesmente said...

Obrigada, Maria Clarinda.
Lindo o teu texto e a tua fotografia e lindo o que escreve Sofia de Mello Brayner.
Difícil para ti encontrar a tal fotografia e no entanto quase aposto que já a viste.
A vida é misteriosa e mais ainda os sentimentos.
Um beijo Maria

1/12/2009 12:10 da tarde  
Blogger PQ said...

Parabéns pela foto e pela escolha da Sofia como suporte poético.

1/12/2009 12:36 da tarde  
Blogger Carla said...

posso dizer-te uma coisa?
Aí vai...tu dás vida às estátuas, com o teu olhar cheio d emagia e docura
beijos e boa semana

1/12/2009 12:40 da tarde  
Blogger FERNANDA & POEMAS said...

QUERIDA MARIA CLARINDA, BELÍSSIMO CONJUNTO, UMA BELA ESTÁTUA COM UM LINDO POEMA... ADOREI AMIGA!!!
UM GRNDE ABRAÇO DE CARINHO E TERNURA,
FERNANDINHA

1/12/2009 12:45 da tarde  
Blogger Luis e Paula said...

Uma foto para um poema? ou um poema para uma foto?
Uma escolha perfeita.
Beijos

1/12/2009 1:22 da tarde  
Blogger Graça Pires said...

Bela fotografia para o belíssimo texto da Sophia. O Rapaz de Bronze é um livro maravilhoso.
Um beijo.

1/12/2009 1:59 da tarde  
Blogger Maria said...

Comentar as palavras de Sophia nem me atrevo... é Sophia.
A foto vem a propósito e aguçou-me o apetite de ver as tuas outras fotos...

1/12/2009 2:22 da tarde  
Blogger Tongzhi said...

Ai se os rapazes de bronze ganhassem vida e falassem...
Sophia falou por este. E os outros?

1/12/2009 3:51 da tarde  
Blogger Isabel José António said...

Querida Amiga Maria Clarinda,

Muito bonito o poela da Sophia que escolheu para postar.

Quando dormimos e sonhamos (ou quando sonhamos) ascendemos a um outro nível de realidade que, em estado acordado, não costumamos conseguir. Esse outro nível é tão real como o outro, dito normal. Este poema ilustra esta realidade primorosamente.

Muitos parabéns pela escolha.

Um abraço.

José António

1/12/2009 4:21 da tarde  
Blogger CarlaSofia said...

Bela conjugação de fotografia e texto. O rapaz de bronze é um livro mágico. História de uma estátua que apesar de bronze tem um coração de ouro.
Beijinhos de LUZ, muitos, muitos

1/12/2009 4:24 da tarde  
Blogger O Árabe said...

Escolheste um belo texto... dos sonhos, sempre necessitamos. :)

1/12/2009 5:04 da tarde  
Blogger Thiago said...

Dona Sol, este teu post trouxe-me imagens da minha infância e dos bailes e festas feitos à luz do luar. Um beijo grande de um Filho

1/12/2009 5:12 da tarde  
Blogger mundo azul said...

_______________________________

...tudo é possivel!

Beijos de luz e o meu especial carinho...

_______________________________

1/12/2009 5:36 da tarde  
Blogger vaandando said...

Relembro com saudades o tempo em que o li , contam-se anos , um prazer enorme encontrá-lo aqui ...
Obrigado pela partilha!

Cordialmente__________ JRMARTO

1/12/2009 7:19 da tarde  
Blogger OUTONO said...

E ainda bem que para além da partilha...veio outra pérola!

Beijinho

1/12/2009 9:51 da tarde  
Blogger Multiolhares said...

Penso que com a maior parte doa humanos é a noite que nos tras a liberdade
beijinhos

1/12/2009 10:20 da tarde  
Blogger Menina do Rio said...

A noite somos livres e podemos não só dançar, mas sonhar...

Um beijo querida

1/13/2009 12:36 da manhã  
Blogger Maripa said...

O Rapaz de Bronze é um sonhador...como somos quase todos nós! E ainda bem,já viste o que era a vida sem sonho?
Até podemos voar,quanto mais dançar!

Beijo e o meu carinho,Maria Clarinda....com aroma da maresia.

1/13/2009 2:52 da manhã  
Blogger Maria, Simplesmente said...

Maria Clarinda:
Acabo de sair do Blog do Tiago, onde o teu video trouxe à minha casa o Mar que eu gosto. O som transportou-me a outra fase da minha vida. Aquela da Casa da Praia. Eu que gosto de o ver assim indomável, a tudo querer vencer moldando a pouco e pouco a costa agreste.
Parabéns pelo video, Maria, parabéns pelo vosso filho.
Beijos
Maria

1/13/2009 11:25 da manhã  
Blogger Anita said...

Que os raios do teu sol sejam mais dourados.
Que todas as nuvens sejam branquinhas como o algodão.
Que a luz dos sorrisos iluminem teus momentos.
Que o teu coração mantenha sempre a porta aberta para receber tudo de bom que a vida te reserva…

Um dia maravilhoso e cheio de bênçãos.

Beijinhos de algodão.
Fica bem. Fica com Deus.
Anita (amor fraternal)

1/13/2009 12:04 da tarde  
Blogger Fragmentos Repartidos said...

Excelente excerto que aqui deixaste :).
A noite realmente tem a sua magia e foi bom encontrar um pedaço dessa magia nesse excerto.

Como já não passava aqui há algum tempo, gostei de regressar e aperceber-me da música de fundo que tens aqui e que percente a um livro muito bom. Por acaso só descobri a música depois de ter acabdo de ler o livro. Mas vale certamente a pena ouvir porque nos faz reviver a história do livro.

Um abraço.

Ruben

1/13/2009 1:26 da tarde  
Blogger Érica said...

Tudo aqui é maravilhoso, adorei passar bons momentos nesse espaço!
Parabéns!!

1/13/2009 4:40 da tarde  
Blogger Mariz said...

Salvé Maria Clarinda

O céu só me manda surpresas e mimos, pelo que leio! Nem sempre sou terna, ou o que mais pensarem a respeito. O facto é se for até a casa duma bloguista que também aqui a comenta - e que de todo nãofaz parte do meu percurso - pode ler o que deixei, num post sobre Brecht da bloguista Maria, só!não tem mais alguma referência!
Posturas diferentes, atitudes perante o mundo diferentes e sobretudo uma grande ausência do conhecimento do AMOR!
Tal como diz Sophia - espero que continue a "tomar conta de mm", porque o meu coração é seu!

Abraço no sonho de mim e de si como SERES a caminho da LUZ!

Sempre...
Mariz

1/13/2009 5:10 da tarde  
Blogger Agulheta said...

A noite tem magia,que bom era muitas vezes nos envolver na mesma,com doces sabores de luar e paz que a mesma transmite.
Beijinho de amizade

Lisa

1/13/2009 6:19 da tarde  
Blogger BlueVelvet said...

Lindo, todo o post.
O excerto a dar com a fotografia.
Beijinhos

1/13/2009 6:52 da tarde  
Blogger VANUZA PANTALEÃO/OBRA LITERÁRIA said...

Recomendação da São só poderia ser de muito bom gosto.
Adorei fotos e textos!!!Bjs

1/13/2009 7:03 da tarde  
Blogger Ana Oliveira said...

Maria Clarinda

Vim retribuir a visita e conhecer o teu blog e adorei encontrar o "nosso" mar!! e tantas e tão saborosas palavras.E fotos bonitas.

Vou voltar

Beijos

Ana

1/13/2009 7:46 da tarde  
Blogger Isa said...

Só para lhe dizer: fascinada com as fotos!
Abraço.
isa.

1/13/2009 8:01 da tarde  
Blogger Je Vois la Vie en Vert said...

Minha querida Maria Clarinda,

Transmissão de pensamentos : eu estava precisamente a procura da morada do teu blog quando vi que tinhas acabado de passar pela meu catninho. Há uma corrente -amiga- a passar entre nós....

Beijinhos verdinhos

1/13/2009 9:09 da tarde  
Blogger Pedrasnuas said...

QUE MARAVILHA MARIA CLARINDA! RECORDEI ...TENHO ESSE LIVRO!
UMA OBRA PRIMA ...DESDE MIÚDA QUE SOPHIA E MELLO ME ENTERNECE E LEIO E RELEIO E O DELEITE CONTINUA...
OBRIGADA
UM ABRAÇO SENTIDO

1/13/2009 11:16 da tarde  
Blogger Adrielly Soares said...

Como é que você consegue sincronizar tão bem as fotos com o texto? Abismada.
;*

1/14/2009 1:06 da manhã  
Blogger Um Poema said...

....

Lindo!

Mais um excelente exemplo de prosa poética, saído do génio de Sophia de Mello Breyner.

Um abraço

1/14/2009 1:12 da manhã  
Blogger vida de vidro said...

A foto está linda e casa às maravilhas com as palavras lindíssimas de Sophia. Bom dia, amiga.**

1/14/2009 9:51 da manhã  
Blogger Eduardo Aleixo said...

Tão lindos, tanto a estátua, como o poema. Formam um conjunto harmoniosamente doce.
Beijinhos.
Eduardo

1/14/2009 12:08 da tarde  
Blogger poetaeusou . . . said...

*
a sensibilidade da sophia
sensibilizou-me,
através da tua sensibilidade,
*
VOLTEI . . .
,
alentado me sinto
com a tua visita,
,
navego,
no mar do contentamento,
espumando sophia,
entre o sal de pessoa
e a fenda de redol . . .
,
vagas de gratidão, deixo-te,
,
*

1/14/2009 6:00 da tarde  
Blogger Sol da meia noite said...

A noite é libertadora.
Envolve-a uma magia que nos faz sentir soltos.

Um beijinho *

1/14/2009 7:38 da tarde  
Blogger Ana Martins said...

Querida amiga,
este texto de Sophia de Mello Breyner é de uma extraordinária beleza.
A foto ilustra na perfeição o texto.

Beijinhos,
Ana Martins

1/15/2009 12:14 da manhã  
Blogger Vieira Calado said...

Olá, amiga!

Bem bonito esse busto.

Obrigado por tê-lo mostrado.

Beijinhos

1/15/2009 1:27 da manhã  
Blogger kakauzinha said...

O poema é lindo, não é de estranhar, claro, e a foto uma doçura. A música faz-me ter vontade de magicar uns passinhos de ballet, lembra-me o meu colégio e a sala de dança.

Beijinhos azuis****

1/15/2009 1:32 da manhã  
Blogger O Profeta said...

MAgia neste texto...



Doce beijo

1/15/2009 12:48 da tarde  
Blogger Miguel Barroso said...

Bom post. foto e texto da sophia.



Abraços d´ASSIMETRIA DO PERFEITO

1/15/2009 2:59 da tarde  
Blogger folha caida said...

Olá boa noite.
Atrevo-me a dizer que tens um cantinho muito bonito e com muita sensibilidade.
parabens.
um beijinho

1/15/2009 10:13 da tarde  
Blogger Sonia Schmorantz said...

De dia somos imóveis e estamos presos. Mas de noite somos livres e dançamos. ..
À noite soltamos nossa fantasia, e por isso se pode fazer coisas que à luz do dia seria impossível, até mesmo sonhar...
Um abraço

1/16/2009 4:29 da manhã  
Blogger João Videira Santos said...

bom, bom é recordar aqueles que nos deixaram a memória das suas palavras...

excelente post

1/16/2009 11:17 da manhã  
Blogger Luis F said...

Um excelente poema... adorei reler e encontrar o mesmo neste teu mundo de encanto.

Com amizade
Luis

1/16/2009 12:03 da tarde  
Blogger Anita said...

--------******----------------********
----@@@@@@@-------------@@@@@@!**
--@@@@!!!!!;;-.;..@------@................::;!@**
'@@@!!!!!!!;;;;;;;.....;@@..................:;;;;;;!@**
@@@!!!!!!!;;;;;;:::...MEUS..............:;;;;;;;;;!@**
@@!!!!!!!!!;;:::::...AMIGOS.............;;;;;;;;;;!@**
@@@!!!!!;::::.SÃO............JÓIAS......;;;;;;;;!@**
-@@!!!!;;::::..........RARAS....................;;:;!@**
--@@!!:;;:::..POR ISSO TENHO QUE...;:;!@**
---@!!!!;::: :::...CUIDAR... BEM..............@**
------!!!!!;:::::::::.ADORO....................@**
--------!!!;:::::::::::......VOCÊ!..........@**
-----------!!!;;:::::::::..................@**
--------------:::::::::::..............@**
------------------::::::::.......@**
----------------------:::::.@**
-------------------------@**
BOM FIM DE SEMANA!

Fica bem. Fica com Deus.
Anita (amor fraternal)

1/16/2009 12:25 da tarde  
Blogger mfc said...

O sonho é a última coisa que nos podem tirar!

1/16/2009 3:52 da tarde  
Blogger Mariz said...

Clarinda
Tenho pena que não tivesse aceite o coração que lhe entreguei. Os ressentimentos pelas posturas diferentes não são de todo o caminho que leva ao AMOR!
Dizer mal também não. Mas eu tenho outros defeitos...não sou isenta deles...mas enho o dever de alertar e o mesmo sucede doutros para mim, quenado erramos e nos mostem o caminho. É assim que o palmilhamos e não cobrindo-nos de ódios de estimação. Aí estagnamos.
Lamento, sinceramente...
O que eu escrevi foi muito sncero e penso que uma pessoa que tem um blog como este, não pode ser a mesma pessoa do Cidadania...que deveria ser isento de qualquer resquício de mau estar amoroso e pacífico. As pessoas mais lúcidas, neste caso, não podem, por incorrecto, deixar-se levar pelas ondas do mar bravo...porque ele raramente está manso...portanto temos de saber a todo o custo, como não nos molharmos. Aí entra a ISENÇÂO e ABERTURA DE CORAÇÃO!

Deixo, mesmo assim um desafio no meu blog. Vamos ver se essa coragem vem á tona sem e importar com ideologias e quem achar que é disparate!

Um gesto sem mágoas, ressabiamentos, sem senãos...sou o que sou..melhorando-me sempre!


Mariz

1/19/2009 3:35 da manhã  
Blogger Mizé said...

o rapaz de bronze...linda história...da minha infância!!

abraço!!!

2/20/2009 6:02 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home