sábado, novembro 22, 2008



Andava pelas ruas, sem nada ver...
pensava em como por vezes a vida
é tão injusta...de repente, um monte
de cartazes rasgados,
colados uns sobres os outros, veio de encontro
ao cinzento do meu dia...sim tinha
razão, a vida não passava disto...
Cartazes Rasgados e Colados uns
sobre os outros!...
Algures numa rua do Chiado
Foto minha
daqui


53 Comments:

Blogger São said...

O texto agradou.me, mas a melancolia não.
Feliz fim de semana.

11/22/2008 8:17 da tarde  
Blogger Menina do Rio said...

A vida é muito mais que cartazes rasgados....

Deixo um beijinho pra ti, querida

11/22/2008 9:16 da tarde  
Blogger Starseed said...

Srª Atlante,

A VIDA é TUDO o que foi criado pelo Pai/Mãe. Não há outra coisa para alem da VIDA.

Aquilo que experimentamos é o resultado dos nossos pensamentos. Não há dias cinzentos, nem cartazes rasgados... se virmos assim Vida é isso que vamos experimentar. A VIDA nunca é injusta. Isso é apenas uma percepção da consciência! É essa a ilusão em que vivemos, a ilusão da separação. É isso que temos de transcender.

Quando tiveres esses pensamentos "sombrios" vai para o teu bosque, o teu mar, a tua natureza pois, está carregada de trasnformação interna, de Energia Matriz, a Energia do Pai/Mãe, da Grande Fonte e, toma uma postura de quem está no comando da VIDA:

Penetra na natureza, e diz do fundo do coração:

"Aqui estou! Entrego-me totalmente ao Pai/Mãe e aceito entrar em transformação."

Beijinhos cósmicos,

Starseed

11/23/2008 12:05 da manhã  
Blogger joaninha said...

Muitas vezes o cinzento que nos cobre e transforma os nossos dias em dias diferentes, proporciona-nos uma visão e uma leitura muito especial, do que em circunstancias diferentes, passar-nos-ia despercebido… Cartazes Rasgados e Colados uns sobre os outros…
Clarinda, que linda imagem nos dás, nesta bela conjugação de imagem e texto. Confesso que gostei muito. Beijinhos

11/23/2008 12:34 da manhã  
Blogger Brancamar said...

A tua foto é lindíssima, como sempre e o texto apesar de triste também é muito belo, embora estes cartazes rasgados se possam compôr, colar e embelezar e fazer com eles uma bandeira de vitória sobre a injustiça.
Beijinhos.
Branca

11/23/2008 11:51 da manhã  
Blogger O Profeta said...

A sombra do abandono...


Doce beijo

11/23/2008 6:46 da tarde  
Blogger Cöllyßry said...

É como trapos, ao vento...Já a vida é o que se faz com ela...

Beijitos ternos

ölhår_Îñðîscrëtö...Å ¢µ®¡ö§¡dädë

11/23/2008 7:04 da tarde  
Blogger Alice said...

tem sentido.... tem muito sentido!


bjkas pra vc

11/23/2008 8:17 da tarde  
Blogger mfc said...

Memórias mal coladas nas paredes!

11/23/2008 8:49 da tarde  
Blogger Ana Martins said...

Querida amiga,
a vida é muito mais que isso, há que vivê-la e saber superar as dificuldades, o que hoje parece terrivel, depois de uma boa noite de sono é mais fácil de enfrentar. Força.
Amanhã é outro dia!

Beijinhos

11/23/2008 11:36 da tarde  
Blogger Maripa said...

Não,Maria Clarinda, a vida passa para além dos "Cartazes Rasgados e colados uns sobre os outros !..."
Então o nosso mar, os nossos sonhos, os nossos quereres e sentires,não contam?

Amanhã o teu dia não será tão cinzento e verás o mundo de outra cor.

Beijinho,querida.

11/24/2008 1:38 da manhã  
Blogger Peter Pan said...

Minha Linda Amiga:
Não se sinta assim...com sinceridade...!
Ou é o inconformismo do seu belo sentimento repleto de sentimentos em busca da perfeição, constante, intensa, pura?
"...Andava pelas ruas, sem nada ver...
pensava em como por vezes a vida
é tão injusta...de repente, um monte
de cartazes rasgados,
colados uns sobres os outros, veio de encontro
ao cinzento do meu dia...sim tinha
razão, a vida não passava disto..."

Admirável, amiguinha, mesmo no inconformismo e desencanto do seu maravilhoso Ser.
Uma poesia seguida de "nadas" pequeninos, só seus. Só da sua doce magia em concebê-los terna e carinhosamente.
Força. Viva a sua deslumbrante existência com intensidade, beleza e pureza que sei que a "habitam".
Beijinhos

peter pan

Se puder ajudar...?

11/24/2008 6:48 da manhã  
Blogger Paula Raposo said...

A foto está magnífica. As palavras também, Clarinda. Só que a vida é mais que cartazes rasgados e colados uns sobre os outros. Também é conseguir descolá-los minuciosamente mas com muita paixão! Espero-te no lançamento do dia 5 Dezembro em Lisboa. Ok? Muitos beijos.

11/24/2008 10:07 da manhã  
Blogger Luis said...

A reter da imagem e texto,
tantas vezes, parados, nada vemos
a vida é tão injusta... para os outros
nos dias cinzentos tambem há cor
a vida é isso mesmo, a sorte de se poder rasgar cartazes
Desculpa, o comentário,
mas eu acho que vejo sempre tudo ao contrário
Beijos

11/24/2008 2:22 da tarde  
Blogger O Árabe said...

... e novos cartazes colamos, todos os dias. :) Boa semana.

11/24/2008 6:29 da tarde  
Blogger Dagarman said...

Gostei muito do teu blog.

11/24/2008 6:46 da tarde  
Blogger Agulheta said...

A vida é longo muro de cartazes rasgados! Uns mais suaves do que outros,em tons escuros,claros e azuis como são os olhos da esperança,de algo melhor,assim desejo.
Beijinho

11/24/2008 10:27 da tarde  
Blogger Fragmentos Repartidos said...

Será que valeria a pena tentar juntar todos esses cartazes rasgados e criar um novo cartaz?! Talvez... e também talvez seja esse o sentido da nossa vida (quando não encontramos outro), tentar juntar os fragmentos que vamos encontrando ao longo do caminho.

Um abraço.

11/25/2008 1:24 da manhã  
Blogger São said...

Neste Dia contra a Violência de Género te venho desejar harmonia com a vida e o universo.

Bem hajas!

11/25/2008 1:33 da tarde  
Blogger Arménia Baptista said...

Por vezes remendamos e colamos os cacos da vida....Mas no meio de tudo isso tem sempre alguma coisa de bom...ou não teriamos força para tanto remendo....

bjs

11/25/2008 5:15 da tarde  
Blogger Juani lopes said...

se puede esatar triste, se puede estar alegre, pero estar melancolico puede ser peligroso
quizas mañana sonria mejor el dia
saluditos

11/25/2008 9:03 da tarde  
Blogger Angel of Light said...

Assino abaixo do que o Starseed escreveu aqui... e sabe bem porquê...

Deixo beijinhos de Amor e Luz!

11/25/2008 10:22 da tarde  
Blogger May Carvalho ჱܓ said...

A vida é realmente isso. você cola um cartaz, ele se desgasta com as tempestades e condiçoes do espaço.. Daí você vem pra tentar diminuar o estrago e e cola outro por cima e assim por diante!

Beijos

11/26/2008 1:46 da manhã  
Blogger Graça Pires said...

às vezes a vida faz-nos sentir assim desamparadas...
Um beijo.

11/26/2008 1:42 da tarde  
Blogger A Luz A Sombra said...

Já encontrei tantos Maria!
Lisboa parece estar embrulhada em papéis estragados.
Bj
A Luz A Sombra

11/27/2008 12:47 da manhã  
Blogger Nelson A. Soares said...

Gosto muito do teu blog, e este texto não me fez alterar a opinião -pelo contrário-.

Quanto aos cartazes, acho sobretudo que o caminho não é o colar sucessivo de cartazes uns em cima dos outros. Ao invés disso, urge ganhar coragem e descolar cada resto de cartaz, para que se veja a tela escondida, quiçá imagem de nós próprios... É enfrentar medos, ânsias, desejos, culpas e até alegrias., numa demanda na descoberta de nós próprios.


Stay Well

11/27/2008 12:16 da tarde  
Blogger Thiago said...

Creio que o Starseed tem alguma razão! Esta percepção está no nosso olhar apenas!! beijinhos luminosos

11/27/2008 3:02 da tarde  
Blogger helena said...

Minha querida,
é assim mesmo a vida, como um palimpsesto de Tempos imemoriais.
Cartazes colam-se, rasgam-se, recolam-se, mas no fundo , bem lá no início, as memórias perduram, não se perdem nunca, apenas se renovam.
Beijinhos ternos

11/27/2008 7:13 da tarde  
Blogger Olhos de mel said...

Oie linda! Belo post! A vida nada mais é que isso. Dias de risos, outros de lágrimas. Fatos que veem e vão. Acontecimentos que se sucedem, como os cartazes, colados uns por cima dos outros. Nem sempre agradam a todos, mas verdadeiramente a vida é assim.
Beijos

11/27/2008 7:45 da tarde  
Blogger Vieira Calado said...

É bem isso!

Por cima dos escombros se controem as nossas casas...

Cumprimentos

11/28/2008 2:11 da manhã  
Blogger Sol da meia noite said...

Um olhar atento, aqui encontro.
Uma profunda sensibilidade.

Nas ruas a vida acontece... essa vida que tantas vezes nos passa ao lado...


Um beijinho *

11/28/2008 1:27 da tarde  
Anonymous Márcia(clarinha) said...

Que o sol te aqueça e alegre teus dias...

beijos flor

11/29/2008 1:39 da manhã  
Blogger sofialisboa said...

lindo, tão lindo duplamente. parab´nes sofia

11/29/2008 8:40 da manhã  
Blogger FERNANDA & POEMAS said...

Olá querida Maria Clarinda, Fantástico como um monte de papeis, deu uma bela fotografia... Parabéns... Beijinhos de carinho e ternura,
Fernandinha

11/30/2008 6:23 da tarde  
Blogger Adrielly Soares said...

REalmente a vida não passa disso.
Uns momentos sobrepondo os pedaços dos outros.
Linda foto.
Um beijo

11/30/2008 9:13 da tarde  
Blogger kakauzinha said...

A nossa vida é feita de pedacinhos, de retalhos que vamos colando num puzzle até se completar um dia, esperemos.

Mas não te esqueças, querida amiga, temos de colar os mais felizes e deixar os feios de fora.

Um beijinho de mar*

11/30/2008 11:56 da tarde  
Blogger MPereira said...

Este comentário foi removido pelo autor.

12/01/2008 8:31 da tarde  
Blogger Verónica said...

Clarinda, os teus cartazes remetem-me para uma crise de ansiedade. Ilustra bem a agonia que uma pessoa pode sentir.
Nós temos dias assim...rasgados,cinzentos, deprimidos, sem ânimo ,sem alento.
A chama de um lume apagado.
Adorei ler-te aqui e lá no meu espaço.
Beijinhos e força.

12/01/2008 8:51 da tarde  
Blogger Menina do Rio said...

Querida, nem precisavas justificar; pois sabia que eras tu.

Ando pela tua rua e deixo-te um beijo

12/01/2008 9:15 da tarde  
Blogger Multiolhares said...

Ao olhar esses cartazes rasgados, penso em tantas vidas rasgadoas que o vento lança ao vento pedaços não colados
beijinhos

12/01/2008 9:19 da tarde  
Blogger vida de vidro said...

A vida é, de facto, uma série de camadas que se sobrepõem. Por vezes temos que descobrir as que estão por baixo... **

12/01/2008 9:24 da tarde  
Blogger Laura said...

Olá; demorei, mas, apareci, e logo para reparar que o que gastam nos cartazes e depois o vento e a chuva rasgam, mais valia que dessem de comer aos famintos e agasalho aos nus... eu quando ando pela minha cidade reparo como fica feio, tudo rasgado, recolado de novo em novos posters e tudo desaba e cai, é dinheiro estragado, é ou não é nina? Bons momentos temos de os fazer cá por dentro, os tons cinzentos deprimem, mas podes sempre misturar-lhes outras cores á tua escolha, e os dias serão mais belos...
Grande abraço da laura..

12/01/2008 9:58 da tarde  
Blogger Odele Souza said...

Querida Maria Clarinda,

Tenho que concordar contigo: A vida por vezes é mesmo muito injusta. Se não fosse assim, como explicar tantos crimes hediondos contar crianças?! Como explicar a morte de tantos inocentes nas guerras? E como explicar o recente dilúvio em Santa Catarina, Brasil, onde pessoas perderam suas casas e muitas suas vidas, da noite para o dia?!

Sim, a vida por vezes é muito injusta. O que eu defendo é que não podemos nos deixar abater - por um longo periodo - por isso. Que a tristeza não nos anule, não nos tire a crença na humanidade, não nos tire o amor por nossos irmãos. Pois é desse amor que vem a nossa força para reagir às injustiças da vida.

Deixo para ti um forte e e carinhoso abraço.

12/01/2008 10:52 da tarde  
Blogger PreDatado said...

Muito interessante o texto "por cima" da foto. Mas não deixe que a vida seja apenas feita de cartazes colados em cima de outros rasgados. Há cartazes tão bonitos que mesmo colando outros por cima devemos deixar intactos. Depois..., bom depois há a memória.
Um abraço.

12/02/2008 12:16 da tarde  
Blogger São said...

Desapareceste, novamente?!
Espero que não!
Fica bem.

12/02/2008 4:06 da tarde  
Blogger OlharMeu said...

Sim e sim, há dias assim.

Abraço

12/02/2008 10:48 da tarde  
Blogger mundo azul said...

Querida amiga...

Cartazes que nós próprios criamos e vamos acumulando ao longo de nossas vidas...

Seu texto é muito lindo e leva a uma profunda reflexão!


Beijos nesse coração tão inspirado!

12/03/2008 10:21 da manhã  
Blogger Roderick said...

Nunca tinha pensado assim...

12/03/2008 12:06 da tarde  
Blogger rosa dourada/ondina azul said...

Querida Amiga :)

A vida é muito mais do que isso...
A seguir à noite,
Vem o dia :)

Um dia luminoso para ti!

Beijinho,

12/03/2008 2:08 da tarde  
Blogger O Profeta said...

Este Mar que beija a Ilha
Traz de longe sonhos perdidos
Adormece na areia e deixa
Na espuma mil e um segredos

Meus sonhos são estrelas que semeio no espaço
São corpo nu que vagueia pela saudade
Brotam e correm para o Mar
Enfrentam a dor a tempestade


Boa semana


Mágico beijo

12/03/2008 4:27 da tarde  
Blogger Carol Flor said...

palavras dançantes que borboelteia os coração
lindas palavars como sempre
bjo de amor =*

12/05/2008 5:20 da tarde  
Blogger Viajantis said...

Fabuloso! Obrigado pela visita!
O mundo é um penico, sem duvida!

12/10/2008 11:58 da tarde  
Anonymous jacker said...

Although from different places, but this perception is consistent, which is relatively rare point!
nike dunk

1/16/2009 9:13 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home