quinta-feira, dezembro 11, 2008

Apesar do frio...a Liberdade

Aqui nesta praia onde
Não há nenhum vestígio de impureza,
Aqui onde há somente
Ondas tombando ininterruptamente,
Aqui o tempo apaixonadamente
Encontra a própria liberdade.

Sophia Mello Breyner
Foto tirada na praia de Carcavelos

86 Comments:

Blogger Thiago said...

Só tu para conseguires captar a beleza escondida da praia de carcavelos. Um beijo com carinho e amor Dona Sol

p.s- Até amanhã (já em pessoa)!!! ;-)

12/11/2008 2:21 da tarde  
Blogger Thiago said...

Este comentário foi removido pelo autor.

12/11/2008 2:21 da tarde  
Blogger Carla Sofia said...

Sim é Carcavelos, tão pertinho...
bela foto e boa escolha de poema
beijinho

12/11/2008 2:26 da tarde  
Blogger Nuno de Sousa said...

Belíssima esta tua imagem, e um belo poema da Sophia que já conhecia.
Bjs amiga e tudo de bom para ti,
NUno

12/11/2008 2:31 da tarde  
Blogger Menina do Rio said...

Até eu me sinto livre, só de olhar esta imagem. Belissima!

te deixo um beijo e te convido a um brinde pelo meu niver

Cuide-se

12/11/2008 2:52 da tarde  
Blogger Roderick said...

Convite para uma festa no Reino de Luz. Aparece.

12/11/2008 4:02 da tarde  
Blogger O Profeta said...

Sou coração que segue em silêncio
Nos fios do sublime pensamento
Pela ressurreição de um sorriso
Renasço nas asas do tempo

Esta Terra é degredo dos sonhos
É espelho que distorce o sentimento
É castigo no julgamento do fracasso
É fogo que se cala a todo o momento


Boa semana


Mágico beijo

12/11/2008 4:07 da tarde  
Blogger Rafeiro Perfumado said...

E só mesmo poeticamente para não ver vestígios de impurezas naquela praia! Beijoca!

12/11/2008 5:12 da tarde  
Blogger Arménia Baptista said...

Bonita a fotografia...e a «legenda», espectacular!!!

12/11/2008 5:42 da tarde  
Blogger Verónica said...

Um lugar puro? um convite à meditação... a nós e à natureza para que ambas as partes se entreguem numa reciprocidade muda.Mesmo que seja sonhada por breves instantes, celebro-a!
No tempo de Sophia talvez...

Beijinho carinhoso por teres trazido mais um poema desta senhora fantástica.

12/11/2008 6:15 da tarde  
Blogger vida de vidro said...

Estão lindas as cores da foto. Perfeita sintonia com as palavras de Sophia. **

12/11/2008 6:59 da tarde  
Anonymous Fernando Rui said...

Miúda!!!!
Estive fora uns tempos, regressei hoje vindo de uma terra que tu tão bem conheces e que em alguns lugares, quer acredites ou não ainda senti a tua presença. Sei que te perguntavas quem seria eu, talvez esta frase te diga quem sou, ou não?
-"Nando, não vais dizer ao Tolas que me estás a ensinar a patinar, pois não?"
Então miúda, já sabes quem sou?
Pois, esse mesmo, agora mais velho,sim 7 anos de diferença, na altura um pouco mais evidênciada , agora, talvez nem tanto.
Encontrei-te por aqui, por intermédio de alguém que te admira muito e pediu para não revelar o seu nome, que eu respeito.

Gostei muito dos posts que perdi, e, que li agora com a alegria que é sempre poder estar contigo, com o teu eu mais eu...
Fiquei maravilhado, mais uma vez com o que para mim se tornou teu cartão de visita, conjugas de uma maneira poética, sensível como é nato em ti, as imagens e as palavras.Fico por aqui ,já me alonguei demais.

Um beijo e continua Miúda!!!!
Talvez um dia te mande um mail, posso?

12/11/2008 7:43 da tarde  
Blogger Angel of Light said...

Olá Butterflyzinha do meu coração!

Palavras? Não tenho... Belíssima foto, como já tão bem estou habituada... sim habituada... e o lindo texto da mãe da "Menina do Mar".

Beijinhos de Amor e Luz!

12/11/2008 8:35 da tarde  
Blogger Maripa said...

Quando repousamos os olhos no mar,ficamos mais "nós", não é Maria Clarinda?

... acompanhada de SOPHIA que mais posso querer para hoje?

Um beijinho grande,grande,querida.

Eu e o mar,tu e o mar...

12/11/2008 9:03 da tarde  
Blogger Multiolhares said...

Quando amamos o mar sentimo-lo assim pelas palavras dr Shofia
beijinhos

12/11/2008 9:16 da tarde  
Blogger Olhos de mel said...

Minha doce amiga! Belo poema ilustrado com uma bela imagem!
Boas festas! Beijos

12/11/2008 10:21 da tarde  
Blogger Ana Martins said...

Querida amiga,
lindo este poema de Sophia Mello Breyner.
Mesmo a combinar com o tempo!

Beijinhos

12/11/2008 10:52 da tarde  
Blogger SILÊNCIO CULPADO said...

Clarinda

Um momento de beleza e perfeição. Um momento que alia o encanto da música e da paisagem à mensagem de Sophia.

Abraço

12/11/2008 10:59 da tarde  
Blogger Paula Raposo said...

Bela escolha de Sophia que tão bem cantou o mar! A foto é linda. Reconheci. Muitos beijos.

12/11/2008 11:22 da tarde  
Blogger Laura said...

Minha querida!

Vim buscar-te
Levar-te pela mão
Até ao reino do amor
Que fica lá naquela terra
Onde conhecemos a vida
E descobrimos o amor...

Fazemos as malas? Ai quem nos dera, ir livres por ali, simplesmente sem encargos e com o tempo todo por nossa conta, a carteira a abarrotar do vil metal, mas sem ele não chegaremos lá!...

Muitos jinhos da laura...

12/11/2008 11:43 da tarde  
Blogger FERNANDA & POEMAS said...

Olá querida Maria Clarinda, belíssima foto e escolheste um magnífico poema...Parabéns!
Boa Noite Amiga!... Beijinhos de carinho e ternura,
Fernandinha

12/12/2008 1:44 da manhã  
Blogger Sol da meia noite said...

Mar que liberta o tempo...! Que o faz apaixonar pela pureza de suas ondas...

Belo!


Beijinho *

12/12/2008 2:08 da manhã  
Blogger Pena said...

Linda Amiga:
Um poema sensível de "impureza" que é a sua extraordinária pureza e beleza.
Lindo.
"...Aqui o tempo apaixonadamente
Encontra a própria liberdade..."

Fundamental. Necessária. Imprescindível, essa liberdade.
Excelente. Adorei!
Catapulta-nos para o paraíso fascinante.
Beijinhos amigos de imenso respeito.
Gostei muito. Parece-se viajar nas palavras com encanto e enternecimento sensível e terno.
Com consideração amiga fantástica pelo seu GIGANTESCO talento poético.
Sensibilizado...

pena (Memórias Vivas e Reais)

12/12/2008 7:59 da manhã  
Blogger mingo said...

Muchas gracias por tu visita y comentario, tienes un hermoso blog, lleno de grandes fotografias y muy lindas. Saludos!

12/12/2008 8:37 da manhã  
Blogger Luis said...

Pois o "Rafeiro...", já fez o comentário possivel, "...só poeticamente...", mas a foto combina bem com o poema, ambos bonitos.
Beijos

12/12/2008 9:18 da manhã  
Blogger Graça Pires said...

Especial, sempre, a Sophia...
A fotografia é linda.
Um beijo.

12/12/2008 11:25 da manhã  
Blogger mundo azul said...

Clarinda, que liberdade mais bonita!!!


Texto e imagem num abraço muito feliz!


Beijos de luz e o meu especial carinho...

12/12/2008 11:41 da manhã  
Blogger Pelos caminhos da vida. said...

Bela escolha amiga.

Obrigada por estar presente na homenagem a nosso amigo Olavo.

Fim de semana de luz.

Um gde abraço.

beijooo

12/12/2008 12:26 da tarde  
Blogger Anita said...

Com um lápis desenhei:
A felicidade, a bondade,
O amor e a lealdade.
Com uma borracha apaguei:
O ódio, a guerra, a mentira e o sofrimento.
Com uma moeda comprei:
Alimentos para quem tinha fome,
Roupa para quem tinha frio,
E um lar para quem não tinha abrigo.
Com a felicidade do meu sonho,
Desenhei o desejado,
Apaguei o errado
E fiz sorrir.

Bom fim de semana.
Beijinhos
Fica bem. Fica com Deus.
Anita (amor fraternal)

12/12/2008 1:26 da tarde  
Blogger poetaeusou . . . said...

*
Sobre a areia o tempo poisa
Leve como um lenço.
Mas por mais bela que seja cada coisa
Tem um monstro em si suspenso.
,
in - Sophia Breyner
,
conchinhas te envio,
,
*

12/12/2008 2:45 da tarde  
Anonymous Márcia(clarinha) said...

Liberdade, palavra chave

lindo dia flor
beijos

12/12/2008 5:25 da tarde  
Blogger Laura said...

Então? é fim de semana, podemos ir e vir e ninguém dará pla nossa falta! deita-lhes pózinhos de perlimpimpim na sopa e adormecem, dá tempo de ir e voltar...

12/12/2008 5:52 da tarde  
Blogger Laura said...

Ir e voltar... (a Luanda)

Ir e voltar
À terra que me viu amar...

Ir e voltar
A um tempo que gosto de recordar...

Ir e voltar
Eu iria sem demora
Se fosse fácil lá chegar...

Mas o tempo não é o de antes
As gentes já não são as mesmas
E ninguém iria encontrar...

Porque a minha terra foi-se embora
Levou com ela a minha saudade
E já não sei onde ela mora...

Nem sei bater à porta da eternidade
Para ver se ela ainda tem com ela
A minha felicidade!...

Está no meu Sons de amor!... Beijinhos.

12/12/2008 5:55 da tarde  
Blogger mfc said...

consigo estar lá...

12/12/2008 9:46 da tarde  
Blogger Agulheta said...

Clarinda.Um belo ilustrar de liberdade em palavras e imagem,adorei.
Beijinho bfs
Lisa

12/12/2008 9:59 da tarde  
Blogger Homem sem rosto said...

Clarinda

Antes de mais sou a agradecer a sua visita e as palavras de amizade deixadas.

Quanto ao seu post, resta-me dizer que também eu recorri em varias alturas da minha vida a essa praia.

Nela carpidei as minhas magoas, mas também houve momentos que simplesmente percorri o paredão, lentamente, na ânsia de me encontrar com o futuro.

Já que no passado comprei revistas, bolos, gelados, e outras iguarias num qualquer dos túneis que dá acesso a mesma.

Um beijo e bem haja pela sua amizade.

12/13/2008 2:58 da tarde  
Blogger meus instantes e momentos said...

lindo post, é bom voltar aqui. Gosto daqui.
Maurizio

12/13/2008 3:27 da tarde  
Blogger OUTONO said...

Leio-te em liberdade e sinto-me preso pel abeleza desta construção...

Beijinho.

12/13/2008 8:22 da tarde  
Blogger heretico said...

gostei muito. da foto e do poema/legenda. reconfortante.

beijos

12/13/2008 8:57 da tarde  
Blogger heretico said...

gostei muito. da foto e do poema/legenda. reconfortante.

beijos

12/13/2008 8:57 da tarde  
Blogger kakauzinha said...

Uma foto maravilhosa que captaste com o teu coração, como já nos habituaste, uma ternura!

Acompanhada deste poema tão lindo e desta música tão suave, é de facto uma sensação de liberdade que transmite, faz-nos esquecer um pouco que o mundo não está como o desejaríamos.

Beijinhos****

12/13/2008 9:25 da tarde  
Blogger Duarte said...

Beleza na imagem e nas palavras. Conseguiste uma fusão perfeita. Perto daí está a sua imagem, no Parque dos Poetas, lá encima donde o ar é mais puro.

Um grande abraço

12/13/2008 11:58 da tarde  
Blogger Laura said...

Olá, vim deixar um jinho d eboa noite, ahhh, já é Bom dia!...Beijinhos da laura..

12/14/2008 1:03 da manhã  
Blogger Laura said...

E se te apetecer podes espreitar o resteas de hoje.. Beijinhos e voemos, voemos então...laura..

12/14/2008 9:25 da manhã  
Blogger Cöllyßry said...

Mesmo com frio a praia faz bem...



...._.;_“.-._
...{`--..-.“_,}
.{;..\,__...-“/}
.{..“-`.._;..-“;
....`“--.._..-“
........,--\\..,-“-.
........`-..\(..“-...\
...............\.;---,/
..........,-““-;\
......../....-“.)..\
........\,---“`...\\
....._.;_“.-._ Terno beijo



ölhår_Îñðîscrëtö...Å ¢µ®¡ö§¡dädë

12/14/2008 5:44 da tarde  
Blogger elvira carvalho said...

A nossa querida Sophia no seu melhor.
Parabéns pela escolha e pela foto que está muito bonita.
Um abraço e boa semana

12/14/2008 11:02 da tarde  
Blogger Nikita said...

oi , Maria
voç^tem muito jeito , captou um dos melhores e mais bonitos lados da praia acho que na minha opinião quem observa tanto a foto como o poema se sente mais no paraiso.
parabens está o maximo.
desejo a voçê um Feliz Natal e um Bom Ano Novo.
beijos

12/15/2008 8:45 da manhã  
Blogger vida de vidro said...

Beijo, amiga. Tem um BOM NATAL!! **

12/15/2008 3:58 da tarde  
Blogger rosa dourada/ondina azul said...

É sempre agradável
o mar contemplar
e até passear :)))


Beijinho,

12/15/2008 5:14 da tarde  
Blogger Pena said...

Perfeita Amiga:
O vazio existencial sentido em mim, fica alucinado por"... Aqui onde há somente
Ondas tombando ininterruptamente,
Aqui o tempo apaixonadamente
Encontra a própria liberdade..."

Genial. Onde o tempo livre existente causa delícia e ternura...
Deslumbrado por tão poderoso encanto e doçura lindas de fascínio.
Beijinhos amigos de respeito e estima gigantescas.


pena

Há instantes sentidos assim!

12/15/2008 7:51 da tarde  
Blogger Mário Margaride said...

Belíssimo este poema de Sophia!

Uma excelente semana!

Beijinhos

Mário

12/16/2008 1:24 da manhã  
Blogger Maria, Simplesmente said...

Há muitos anos, e durante anos maria, esta praia foi a minha praia, enquanto não as férias não chegavam para ir rumo ao Sudueste Alentejano.
Como sempre uma bela fotografia.
Bj
Maria

12/16/2008 12:24 da tarde  
Blogger Anita said...

Obrigado, Senhor, pelo despertar suave e alegre, após a noite.
Obrigado pelo sono que nos deste como uma benção de paz.
Obrigado pelo brilho do sorriso.
Obrigado por estares perto, sempre perto, quer seja de dia, quer seja de noite nas nossas vidas.


Beijinhos.
Fique bem. Fique com Deus.
Anita (amor fraternal)

12/16/2008 3:08 da tarde  
Blogger Luis F said...

Um excelente texto, uma excelente escolha... adorei visitar-te de novo.

Com amizade
Luis

12/16/2008 5:01 da tarde  
Blogger Um Poema said...

....

Nesta época do ano, quem poderia dizer que o poema de Sophia Mello Breyner não foi escrito olhando a praia de Carcavelos?...

A foto está excelente.

Um abraço

12/16/2008 6:36 da tarde  
Anonymous Sindarin said...

Olá amiga. Para mim com o frio a praia ainda é melhor é nela k me sinto em casa e desabafo perante o mar. Um grande beijinho para ti. desculpa a demora.

12/16/2008 6:59 da tarde  
Blogger O Árabe said...

Bela escolha: perfeita a hamonia entre texto e foto! :) Feliz Natal e um Ano Novo de paz e felicidade.

12/16/2008 8:40 da tarde  
Blogger Mena G said...

Gostei muito deste post.
A fotografia está lindissima e as palavras da Sophia, que conheço há muito, são igualmente fantásticas.
Sophia de Mello Breyner escreveu este poema na Meia Praia, em Lagos...

12/16/2008 11:18 da tarde  
Blogger Fernanda Vaitkevicius said...

Lindo poema... Linda a música, lindo o blog!!!

Parabéns!

12/17/2008 10:01 da manhã  
Blogger Nilson Barcelli said...

Um belíssimo poema de uma excelente poetisa.
Obrigado pela partilha.
Feliz Natal, beijinhos.

12/17/2008 6:28 da tarde  
Blogger Olhos de mel said...

inha amiga linda!
Eu queria que o Natal voltasse a ter seu verdadeiro sentido, porque o apelo do comércio transformou-o, apenas, em troca de presentes e assim perpetua e acentua ainda mais a discriminação social, porque é um dia imensamente triste para crianças pobres, que não podem ter papai noel, nem uma ceia digna.
FELIZ NATAL e que o ANO NOVO seja de realizações, paz, saúde e amor!
Beijos

12/17/2008 6:54 da tarde  
Blogger Maria Jesús said...

Estoy de nuevo de regreso después de tres semanas alejada de internet, preparándome para un duro examen cuyo examen ha sido satisfactoria. Echaba de menos visitarte y disfrutar de las bellas palabras de Sofía Mello.

12/17/2008 7:36 da tarde  
Blogger Maria, Simplesmente said...

Pois é, Carcavelos tem beleza e muita é necessário ter olhos para a ver.
Digo isto devido ao comentário do Tiago, certamente ofuscado por Gaudi.
Eu até quero ir a Crcavelos fazer uma fotografia, mas só no próximo ano, do lado contrário aquela que aqui tens.
Sombras "passadas"...
Bj
Maria

12/17/2008 7:42 da tarde  
Blogger Pena said...

FELIZ NATAL, estimada e linda amiga ENORME!
Beijinhos para si e para a sua simpática família.
Bem-Haja!

pena

12/17/2008 8:23 da tarde  
Blogger São said...

Bonito post, sim.


Para ti, para quem amas. desejo umas Festas alegres, um Natal de amor e um 2009 de saúde e paz!

Abraço-te.

12/18/2008 8:59 da manhã  
Blogger Pico minha ilha said...

A natureza nos dá a maior liberdade e tranquilidade que precisamos.Um beijinho

12/18/2008 10:18 da manhã  
Blogger O Profeta said...

Sabia apenas que era um pequenino naquela longa noite
No celeste um luminoso sorriso me chamava
Lançou-me aos olhos raios de deslumbrante luz
Era a minha prenda, uma brilhante…Estrela Alva…



Um Mágico Natal para ti querida amiga que ao longo deste ano me visitaste. Que a Estrela Alva te ilumine neste Natal.






Mágico beijo

12/18/2008 12:58 da tarde  
Blogger Carla said...

porque a liberdade precisa fundamentalmente de nós e da fortça que conseguimos encontrar
beijos.
*Muito linda a foto

12/18/2008 1:18 da tarde  
Blogger Carol Flor said...

Passando pra desejar mta Luz neste fim de ano... Que o verão venha trazer mto calor aos nossos corações :)
Um grande beijo de alecrim

12/18/2008 1:42 da tarde  
Blogger Valsa Lenta said...

Por momentos repousei...

Felicidades

12/18/2008 9:21 da tarde  
Blogger Pitanga Doce said...

Gosto muito mais de ver o mar no Inverno. Fica poderoso!

12/18/2008 10:31 da tarde  
Blogger tossan said...

Na minha opinião esta foto é uma pintura. Linda! Boas Festas

12/18/2008 11:02 da tarde  
Blogger Adrielly Soares said...

QUe foto mais linda menina.
*-*

12/19/2008 4:19 da tarde  
Blogger joyce domingos said...

adorei o blog...as sombras de ti...

o post é divino....esta foto diz tdo...as palavras complementam o completo!!!

linda!!!!

voltarei...

12/19/2008 5:45 da tarde  
Blogger Je Vois la Vie en Vert said...

Ah, esta bela praia de Carcavelos, tão pertinha !

Querida Clarinda,

Desejo-te um Feliz Natal junto dos seres que amas e uma feliz ano de 2009 com a esperança de tornar a ver-te !

Beijinhos verdinhos

12/19/2008 10:57 da tarde  
Blogger Maria, Simplesmente said...

Estive no 1000 a ver as tuas fotografias. Muito bonitas!
Compreendo agora o que me disseste sobre os lgares por onde tens andado.
A fotografia que coloquei agora é a última que devo colocar onde estou.
Parece-me que não tenho vontade de repetir outra experiência e para já acho que as minhas fotografias não têm qualidade boa para o 1000.
Desejo-te um óptimo Natal, com tudo o que desejares e que te possa fazer feliz.
Um beijo
Maria

12/20/2008 12:58 da manhã  
Blogger LuzdeLua said...

Senhor,
quero neste Natal
armar uma árvore dentro do meu coração
e nela pendurar,
em vez de presentes,
os nomes de todos os meus amigos.
Os amigos de longe e os de perto.
Os antigos e os mais recentes.
Os que vejo a cada dia e os que raramente encontro.
Os sempre lembrados e os que as vezes ficam esquecidos.
Os constantes e os intermitentes.
Os das horas difíceis e os das horas alegres.
Os que sem querer magoei ou, sem querer me magoaram.
Aqueles a quem conheço profundamente e aqueles que me são conhecidos apenas pelas aparências.
Os que pouco me devem e aqueles a quem muito devo.
Meus amigos humildes e meus amigos importantes.
Os nomes de todos os que já passaram pela minha vida.
Uma árvore de raízes muito profundas,
para que seus nomes
nunca mais sejam arrancados do meu coração.
De ramos muito extensos,
para que novos nomes,
vindos de todas as partes,
venham juntar-se aos existentes.
De sombra muito agradável,
para que nossa amizade seja um momento de repouso,
nas lutas da vida.

Que o Natal esteja vivo
em cada dia do Ano Novo que se inicia,
para que as luzes e cores da vida
estejam presentes em toda a nossa existência,
e concretizem com a ajuda de Deus,
todos os nossos desejos.

Feliz Natal!
Beijos com carinho

12/20/2008 1:39 da manhã  
Blogger Menina do Rio said...

A força do pensamento

A minha sugestão para estes tempos é:
Vamos doar-nos mais e diminuir o individualismo!
Que tal, um pouco mais de atenção aos filhos, aos
companheiros(as), aos almoços de domingo, menos
eu e mais "nós"?
Prega-se tanto amor, mas cada um só vê o seu
desamor; todos correndo numa busca louca de ter,
que acabamos por esquecer-nos de "ser".
Já viram um Maracanã lotado em dia de clássico?
Existe no futebol o chamado "inconsciente coletivo"
Esse "inconsciente" é capaz de virar um jogo!
Então imaginem 10 mil Maracanãs cheios! E o inconsciente
coletivo dessa torcida toda; uns pelos outros!
Não só em tempos natalinos, mas em todos os dias
de nossas vidas! Se é verdade que a FÉ move montanhas,
então imaginem do que somos capazes se direcionarmos
nosso "inconsciente coletivo" uns aos outros; se
"crermos" e agirmos conforme essa crença.
Podemos fazer a diferença...

Esses são os meus votos de Natal!
Beijinhos
(Verô)


"Nenhum homem é uma ilha, isolado em si mesmo;
todos são parte do continente." (John Donne)

12/20/2008 1:31 da tarde  
Blogger Menina_marota said...

Lembrar Sophia Mello Breyner é lembrar a alma Portuguesa.

Maravilhosa a tua imagem!

Deixo um grande beijo e que tenhas um excelente Natal na companhia dos teus.

Bj :))

12/20/2008 5:10 da tarde  
Anonymous cõllybry said...

...._.;_“.-._
...{`--..-.“_,}
.{;..\,__...-“/}
.{..“-`.._;..-“;
....`“--.._..-“
........,--\\..,-“-.
........`-..\(..“-...\
...............\.;---,/
..........,-““-;\
......../....-“.)..\
........\,---“`...\\
....._.;_“.-._ Que a harmonia envolta teu Ser

neste Natal...E as estrelas o iluminem...

Doce beijo

12/20/2008 6:17 da tarde  
Blogger Manuela Viola said...

Que imagem linda e que poema! Beijo, Clarinda e um Feliz Natal e um 2009 com tudo o que desejas!

12/21/2008 2:13 da tarde  
Blogger manzas said...

Para vós amigos… de reflexão,
uma natividade de prosperarão
e um ano novo também,
de rostos risonhos,
com realizações de vossos sonhos…
Num vislumbrar de um novo mundo
poetizar a paz e harmonia
cantando todos de mãos dadas
na sintonia da alegria.

Um Bom Natal.

12/21/2008 4:31 da tarde  
Blogger Graça Pires said...

Volto para desejar um Natal cheio de Amor e de Luz.
Beijos.

12/21/2008 4:55 da tarde  
Blogger Lucubrina said...

Bela fotografia.
Poema muito bem escolhido para acompanha-la.

12/21/2008 6:00 da tarde  
Blogger António Inglês said...

Um Santo e Feliz Natal. Que 2009 lhe traga tudo de bom.

Um abraço
António Inglês

12/21/2008 6:31 da tarde  
Anonymous superior said...

leather handbags
bags
bag
handbag
handbags

1/16/2009 9:12 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home