domingo, janeiro 20, 2008

Sinto-me assim....um minúsculo grão de areia....deslizando por uma Duna...ou quiça uma particula ínfima de poeira cósmica perdida no infinito do Cosmos....
Foto: Mário Galante(trabalho digital meu)

66 Comments:

Blogger Carminda Pinho said...

Há dias em que nos sentimos assim...tão pequeninos...

Beijinhos

1/20/2008 8:00 da tarde  
Blogger São said...

Até um pequeno grão de areia tem o poder suficiente para parar uma máquina!!

Feliz semana.

1/20/2008 8:17 da tarde  
Blogger MADRUGADA... said...

À dias assim!

1/20/2008 8:30 da tarde  
Blogger MADRUGADA... said...

Há*

1/20/2008 8:31 da tarde  
Blogger ESPÍRITU said...

A luz que te deixo é da cor da minha vida...)

1/20/2008 9:48 da tarde  
Blogger efeneto said...

Perante grandes cenários claro que somos imensamente pequenos mas com a nossa parte de poder.
Belo trabalho digital, como sempre.
Uma semana cheia de duendes que transportam um ramo de beijos meus.

1/20/2008 9:50 da tarde  
Blogger Jose Gonçalves said...

Essa é a dimensão do homem perante o Universo, mas bem vistas as coisas não somos assim tão pequenos, ainda não reparou?
Um abraço e uma boa semana
José Gonçalves

1/20/2008 11:20 da tarde  
Blogger Starseed said...

Este comentário foi removido pelo autor.

1/20/2008 11:27 da tarde  
Blogger Starseed said...

" (...) E, do mesmo modo, o mesmo Eterno transmitiu toda a energia aos sóis e trouxe o amor para animar as estrelas. E as estrelas amaram a matéria. E a matéria amou as estrelas. Grande foi a sua união, maravilhosos e prazerosos os tempos e ciclos da sua interação. Juntas, experimentaram as apaixonadas tranformações da matéria em energia, que ocorrem nas superfícies estelares,e , juntas, experimentaram lentas e prolongadas formas de interação planetária."

( A Vision - Ken Carey)

1/20/2008 11:38 da tarde  
Blogger Maria said...

São dias....
... em que apetece baixar os braços e esperar que passe.... é o que estou a fazer....

Beijo

1/21/2008 12:33 da manhã  
Blogger Um Momento said...

E há dias em que precisamos de nos sentir assim...

Beijo nesse terno grãozinho de areia

(*)

1/21/2008 3:14 da manhã  
Blogger Berta Helena said...

Todos passamos por dias desses. Que seja breve.

Beijos.

1/21/2008 2:45 da tarde  
Blogger Tongzhi said...

Tem dias que me sinto também assim... mas espero sempre outros bem mais agradáveis!

1/21/2008 2:49 da tarde  
Blogger gaivota said...

somos tão pequeninos, às vezes...
um grão de areia faz tanto a diferença, tantas vezes...
mas é bom conseguir esta sensação!
beijos

1/21/2008 3:09 da tarde  
Blogger Som Do Silêncio © said...

Existem dias assim mesmo, que nos sentimos pequenos.
Beijo sereno

1/21/2008 3:19 da tarde  
Blogger _E se eu fosse puta...Tu lias?_ said...

às vezes é bom... sentimo-nos livres;)


beijinhos tantos

1/21/2008 4:51 da tarde  
Blogger Thiago said...

por mais pequeninos que nos sintamos, isso não quer dizer que não tenhamos uma importância gigante na vida daqueles que mais gostamos...um beijo Dona Sol

1/21/2008 4:52 da tarde  
Blogger poetaeusou . . . said...

*
hoje sinto-me um
grão de areia, um átomo,
mas,
faço parte de um todo universal,
,
conchinhas
,
*

1/21/2008 5:19 da tarde  
Blogger aramis said...

Minha querida amiga,
Passei para rever a tua "casa" e desejar-te uma optima semana, com tudo de bom.
Muitos beijinhos e um xi coração gordo...

1/21/2008 5:36 da tarde  
Blogger GarçaReal said...

Há dias que também me sinto assim...Tão pequenina que até impressiona, mas há outros que sempre me sinto mais crescida!

bjgrande amiga

1/21/2008 6:59 da tarde  
Anonymous alex Pinheiro said...

Tão bom sentirmos isso vez ou outra,,, viajando na dualidade: dunas são delírios possíveis!
...
Agradeço pelo comentário no artigo publicado em o Nossa Via.

Bjs e fragmentadas invenções!

1/21/2008 7:09 da tarde  
Blogger ki-colado said...

E uma particula importante...

Li que perguntaram certa vez para Madre Tereza de Calcutá, como ela se sentia fazendo um trabalho tão pequeno diante da necessidade do mundo...

Ela respondeu: que se sentia uma gotinha d'água no oceano, mas sem essa gotinha d'água o oceano seria menor...

Façamos sempre a nossa parte com importância...


Cumprimentos.

1/21/2008 7:13 da tarde  
Blogger MIMO-TE said...

Então já somos duas, mas eu miguita, não vou suportar este estado por muito tempo garanto.

Pois é linda, não podemos deixar que pensamentos, fantamas ou simplesmente palavras nos façam cair. Eu quando caio, levanto-me e continuo a caminhada. As pedras também se movem, basta que surja vento.

Beijo terno e amigo em ti
de mim

1/21/2008 7:26 da tarde  
Blogger Sol da meia noite said...

Na nossa pequenez, muito podemos!!!
É só usarmos tudo o que temos em nós, e grandes coisas faremos...

Post lindo!
Beijinhos muitos

1/21/2008 8:06 da tarde  
Blogger O Profeta said...

E és um grão de areia cristal no Cosmos...mas com um fito...

Todos os caminhos têm um sonho
Uma janela é prisioneira da luz
Os caminhos que a chuva percorre são incertos
Nos sonhos és brisa fresca que encanta e seduz


Boa semana


Doce beijo

1/21/2008 9:06 da tarde  
Blogger Nuno de Sousa said...

Bem amiga cá estou :-), gostei desta foto e do teu blog, já coloquei um link no meu, espero que não te importes, e parabéns está mto agradável para que vê. Gostei. Bjs grandes e continuação de boas fotos
Nuno

1/21/2008 10:55 da tarde  
Blogger Mário Margaride said...

Querida amiga,

Há de facto dias assim...onde somos uma mão cheia de nada. Uns simples grãos de areia...

Uma boa semana!

Beijinhos...

1/22/2008 1:52 da manhã  
Anonymous Olhos de Mel said...

Olá minha amiga linda! Existem momentos que nos sentimos assim mesmo. Porém são passageiros, porque Deus nos mostra sempre, o quanto somos grandes e significantes diante dele.
Que sua semana seja feliz!
Beijos

1/22/2008 2:12 da manhã  
Blogger Fragmentos Repartidos said...

Há dias assim...em que nos sentimos como um simples grão de areia e a duvidar de tudo e a tentar perceber que diferença irá fazer esse grão de areia nesse deserto enorme! Será que faz alguma diferença? Será que faz falta? Há quem diga que sim, há quem nem saiba.

Um abraço.

1/22/2008 11:57 da manhã  
Blogger Paula Raposo said...

Quantas vezes me sinto assim!! Beijos.

1/22/2008 12:19 da tarde  
Blogger Reflexos e Sinais da Alma said...

Olá Querida Clarinda ;)

Sim..há dias assim.... mas cada dia a seu tempo ....afinal, nunca deixamos de ser poeiras neste universo cósmico .... o que realmente importa a meu ver , é realçarmos e preservarmos os grãos da nossa própria essencia ....

Boa semana e fica bem ;)
Beijokas :))

1/22/2008 5:05 da tarde  
Blogger GK said...

Sentir-se que não se é nada dá uma certa liberdade. Já viste? Se não és nada, nada importa, nada influencias, és livre! ;)

1/22/2008 5:49 da tarde  
Blogger Graça Pires said...

Queremos ser assim: pequenos grãos de areia deslizando livremente pelo tempo...
Um beijo

1/22/2008 7:07 da tarde  
Blogger Alice Matos said...

Perdida no Cosmos...

Beijo grande...

1/22/2008 10:24 da tarde  
Blogger Brancamar said...

Este teu post fez-me recordar um título de um muito antigo poema meu de adolescente e que era "Do pó que sou", mas o sentirmo-nos pequeninos pode ser um momento de extase perante a grandiosidade e beleza da mãe-natureza ou de todo o cosmos, pode ser uma atitude de inteligência e deslumbramento...podemos também lá chegar através de uma meditação que nos pode fazer sentir perdidos no Universo, mas mesmo essa sempre será para nos encontrarmos como fazendo parte dessa maravilha que é a vida.
Beijinho grande

1/23/2008 12:35 da manhã  
Blogger Papoila said...

E somos mesmo grãos de areia.... por vezes esquecemo-nos disso.

Beijos
BF

1/23/2008 9:30 da manhã  
Blogger Arcanjo said...

Há dias assim... que perante a imensidão do universo e por olharmos de longe achamos que somo muito pequeninos... mas nunca insignificantes.
Todos fazemos parte de um grande plano, de um todo que sem nós nunca funcionaria. :-)

Beijinhos Doces Linda***

1/23/2008 2:58 da tarde  
Blogger rui said...

Olá Maria Clarinda

A vida tem destes momentos.
São momentos da nossa vida!

Beijinhos

1/23/2008 3:27 da tarde  
Blogger Eärwen Tulcakelumë said...

E nessas horas nos juntamos as outras particulas e nos sentimos mais fortes.

Pérolas incandescentes de carinho amigo, banhada no rio de lava que em meu mundo corre.

Eärwen
23.01.08

1/23/2008 11:05 da tarde  
Blogger FERNANDA & POEMAS said...

Olá querida Maria Clarinda, lindo apesar de triste ou é má interpretação minha ?
Seja como for... Está adorável.
Beijinho de carinho e amizade.
Fernandinha

1/24/2008 12:43 da manhã  
Blogger Teté said...

Há dias para tudo: uns que nos sentimos uma ínfima partícula no Universo, outros que nos dimensionamos de outra forma...

Desde que não se entre pela porta de nos considerarmos o centro do universo e que todos os outros nos deviam prestar vassalagem, olha, é mesmo ao correr das nossas (pre)disposições.

Jinhos e fica bem!

1/24/2008 12:53 da manhã  
Blogger Nilson Barcelli said...

Há dias assim, de facto.
O que é preciso é que não sejam muitos.
Como já se passaram vários dias, é natural que já não te sintas tão pequenina... espero que sim.

Beijinhos.

1/24/2008 11:55 da manhã  
Blogger Oliver Pickwick said...

Somos todos assim, Maria Clarinda. Hoje, e além da eternidade.
Beijos!

1/24/2008 3:25 da tarde  
Blogger Olhos de mel said...

Oie minha amiga das doces palavras, passei para lhe ver e deixei beijinhos...

1/24/2008 5:36 da tarde  
Blogger São said...

Vim só para deixar voto de feliz fim de semana!
Beijos.

1/25/2008 3:50 da tarde  
Blogger efeneto said...

Há palavras que possuem um som cavo, de buraco.
Outras que morrem, ou nunca existiram. Palavras fumo. Palavras névoa.
Há palavras que persistem e outras por inventar: palavras do nosso vocabulário íntimo, daquelas que nunca outros entenderão.
Palavras de água de silêncio, palavras sem medo nem linhas onde se escrevam.

É com palavras que lhe venho desejar um fim-de-semana cheio de sonhos e realidades,
Na companhia de quem lhe é mais querido.

Beijito de um duende a uma fada.

1/25/2008 5:10 da tarde  
Blogger LUIZ SANTILLI JR. said...

Estou debutando em seu blog!
É uma honra, depois de receber sua honrosa visita ao BOA LEITURA.
Nunca me considerei um minúsculo grão de areia, nem no sentido figurado, mas uma partícula ínfima sempre me soube!
Mas uma partícula dotada da força trasformadora de meu tempo! Procuro passar a quem conheço essa idéia de otimismo, de crer em si mesmo, de saber que se pode o que se quer!
Um abraço

1/25/2008 9:04 da tarde  
Blogger Menina do Rio said...

Há momentos em que a nossa pequenês nos faz ver o quão grande é o que está a nossa volta!

Tem um feliz final de semana

1/25/2008 10:25 da tarde  
Blogger elvira carvalho said...

Um só grão de areia pode para a maior engrenagem.
Bom fim de semana
Um abraço

1/25/2008 10:30 da tarde  
Blogger multiolhares said...

ainda que um grão de areia
vais sempre ter o teu espaço

beijinhos
luna

1/25/2008 11:25 da tarde  
Blogger Eärwen Tulcakelumë said...

Uma pérola incandescente de carinho amigo.

Eärwen
25.01.08

1/26/2008 1:54 da manhã  
Blogger Bichodeconta said...

Há dias em que sentimos mais a nossa insignificancia, a nossa pequenez.. Bonito pensamento, mas espero que hoje esteja ciente de que, são os pequenos grãos de areia que formam este universo....

1/26/2008 12:22 da tarde  
Blogger FERNANDA & POEMAS said...

Olá querida amiga, venho desejar-te um bom fim de semana, com tudo de bom.
Beijinhos de carinho e amizade.
Fernandinha

1/26/2008 2:02 da tarde  
Blogger Mocho Falante said...

Mas sabes que são desses infimos grãos que se compõe o Universo e por isso cada um de nós assume o seu papel importante nesta mandala estonteante que é a vida

beijocas

1/26/2008 7:28 da tarde  
Blogger Mocho Falante said...

Mas sabes que são desses infimos grãos que se compõe o Universo e por isso cada um de nós assume o seu papel importante nesta mandala estonteante que é a vida

beijocas

1/26/2008 7:28 da tarde  
Blogger Gata Verde said...

Olá pequenita...e hoje, já te sentes grandita?!!

Beijinhos e bom Domingo

1/26/2008 10:20 da tarde  
Anonymous Cöllyßry said...

Há dias assim que nos sentimos como esse grão de areia...

Doce meu beijo

1/27/2008 6:02 da tarde  
Blogger Fernando said...

Passei por aqui pela primeira vez e gostei muito de te ler.
Uma boa semana
Fernando

1/27/2008 6:16 da tarde  
Blogger Silvia Madureira said...

Às vezes também me sinto assim...
quando é persistente é que é pior.

tenho algo importante no meu blog.

beijo

1/27/2008 6:57 da tarde  
Blogger GarçaReal said...

Um minusculo grão de areia sou neste enorme Universo...

Uma Boa semana para ti

Bjgrande lá do Lago

1/27/2008 7:09 da tarde  
Blogger Sophiamar said...

Às vezes, sinto-me assim. Tão pequenina, tão insignificante, tão grãozinho que nem me encontro.

Beijinhossssss

1/27/2008 9:25 da tarde  
Blogger MEU DOCE AMOR said...

Há dias assim.Mas dá para nos "escondermos"e reflectir sem sermos incomodados.

Um beijo doce Querida Clarinda

1/27/2008 10:23 da tarde  
Blogger helena said...

Mas é isso mesmo que nós somos,todos os dias, querida Clarinda
Pequenos grãos que se soltaram da poeira das estrelas.
Muitas vezes nos esquecemos , mas mesmo na nossa pequenez podemos mudar o Mundo.
Beijinhos
Helena

1/28/2008 11:11 da manhã  
Blogger Entre linhas... said...

Há dias assim...somos humanos ,por vezes tao fortes e por vezes seres demasiado frágeis.
Bom início de semana
Bjs Zita

1/28/2008 11:16 da manhã  
Blogger SILÊNCIO CULPADO said...

Há dias em que nos sentimos assim: um grãozinho de areia deslizando numa duna, pequenos, impotentes e quase inúteis.
Mas são apenas dias ou momentos.

1/28/2008 10:24 da tarde  
Blogger efeneto said...

...de passagem para apertar mais um pouco o nó da nossa amizade...beijo de palhaço...(como é Carnaval, o duende está a descansar)...

1/28/2008 11:06 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home