terça-feira, outubro 09, 2007


Chuva...um passear , um olhar mais atento...
gotas presas numa teia de aranha, que se tornam nas lágrimas,
que tenho presas em mim, e ,teimam em não querem sair!

Mais um dos meus pormenores com momentos de emoção, nos meus passeios sem rumo!
"C'est tellement mystérieux, le pays des larmes"Saint- Exupéry

62 Comments:

Blogger Thiago said...

Que forte a fotografia e que forte o texto que a acompanha! Parabéns Dona Sol :-) un petó

10/09/2007 10:15 da manhã  
Blogger Berta Helena said...

Bom Dia Clarinda,

É. Muitas vezes não reparamos nos pormenores. Só um olhar atento e sensível pode levar a um imagem singular como essa e a um texto para reflectir.
Gosto muito.

10/09/2007 10:21 da manhã  
Blogger Paula Raposo said...

Muito bonito mais uma vez, cheio de sensibilidade. Obrigada por gostares do que vou escrevendo. Beijos.

10/09/2007 11:05 da manhã  
Blogger GarçaReal said...

Passeios sem rumo.....Muito belos

bjgrande

10/09/2007 11:53 da manhã  
Blogger Pitanga said...

Também gosto de apreciar os detalhes da Natureza. Tento me intregar a ela e aproveitá-la ao máximo.Gosto de chuva.

beijinhos Maria

10/09/2007 12:37 da tarde  
Blogger MARTA said...

Passear sem rumo, ajuda a afastar essas teias de aranha.
Boa escolha de foto.
Obrigada pela visita.
Beijos e abraços
Marta

10/09/2007 1:39 da tarde  
Blogger O Sibarita said...

Olá Clarinda! É né fia? kkk Pois é, os pormenores é que são eles...

Um olhar atento, uma teia sobre o rosto extasiadamente nos pormenores que o coração aflora...

obrigado pelas palavras no nosso blogue, volte sempre...

bjs.
O Sibarita

10/09/2007 2:37 da tarde  
Anonymous Márcia(clarinha) said...

Seus passeios tem rumo certo....> a poesia!
lindos e felizes dias, flor
beijos

10/09/2007 2:48 da tarde  
Anonymous Lizzie said...

Chuva... Necessária para lavar [e levar]a alma!
Beijão ;***

10/09/2007 3:40 da tarde  
Blogger Dar de Vaia said...

"há palavras que nos beijam como se tivessem boca"

xi

10/09/2007 3:53 da tarde  
Blogger Isabel-F. said...

linda a imagem...

lindas as tuas palavras ...
____

por coincidência hoje também falo de chuva ... uma chuva da qual tenho muitas saudades ... e que tem um cheiro especial para mim ...
____

beijinhos

10/09/2007 6:03 da tarde  
Blogger *©õllyß®y said...

Uma lágrima, hás vezes alivia a dor...

Doce beijo

10/09/2007 7:26 da tarde  
Blogger Jasmim said...

Chorar faz bem. tenho o hábito d eentrar nas igrejas e chorar, não sei rezar, choro, choro muito. até ficar sem forças. Depsoi venho cá para fora, com o corpo doido como se levasse uma sova e continuo a sorrir com a minha máscara de profissional.
Cada um com a sua, eu só entro nas igrejas para chorar

10/09/2007 7:32 da tarde  
Blogger Sol da meia noite said...

Post maravilhoso!

E são tantas as lágrimas que ficam presas...

Beijinhos!

10/09/2007 7:42 da tarde  
Blogger Fernanda e Poemas said...

Olá grata pela visita ao meu cantinho, Fernandae Reflexões.
O seu poema está lindíssimo.!!!
Muitos Beijinhos,
Fernandinha

10/09/2007 10:10 da tarde  
Blogger Fernanda e Poemas said...

Olá Clarinda,grata pela visita ao meu cantinho das fotos.
Um dia que vá ao faial tenho a certeza que vai gostar.
Mais uma vêz digo-lhe adorei o seu texto.
Beijinhos,
Fernandinha

10/09/2007 10:32 da tarde  
Anonymous Bia said...

Linda imagem, belos versos! Teus passeios 'sem rumo' te fornecem um material precioso para compor tua poesia, minha linda amiga! Parabéns pelo achado. As citações do Saint- Exupéry também são preciosas. Sabes bem pinçar as melhores dentre a diversidade de sua obra. São belos os momentos que aqui passamos. Grata por isso!

Ficam pétalas perfumadas, um beijo no coração, e o desejo de lindas horas a enfeitar os teus dias.

10/09/2007 10:56 da tarde  
Blogger veritas said...

Gostei muito de te conhecer! E com uma citação de uma das mais emblemáticas obras da minha adolescência, que me ajudou a fundear muitos dos valores que hoje tenho. O Principezinho de Saint Exupéry.
Às vezes é bom darmos largas às lágrimas...

Bjs. Boa semana.

10/09/2007 11:15 da tarde  
Blogger margusta said...

Querida Clarinda,
...um conjunto de imagem/palavras SOBERBO!
Foto muito bem conseguida!!!

Beijinho grande...

10/09/2007 11:57 da tarde  
Blogger Sailing said...

Quero agradecer e retribuir a visita ao Mar de Sonhos. E com imensa alegria que recebo os teus comentários.

Obrigado

Bjs
Sailing

10/10/2007 12:35 da manhã  
Blogger alma said...

Algo sempre mais atento, algo que não sei, mas simplesmente algo. Gostei e a chuva nestes dias começa a cair... eu preso a mim mesmo, continuarei a ser, ainda que deixe de estar.
Abraço da Alma

10/10/2007 1:28 da manhã  
Blogger Lu@r said...

A lágrima que permanece dentro de nós...eternamente...

Deixo um beijo perdido no tempo

10/10/2007 9:31 da manhã  
Blogger Maria Faia said...

Olá Maria Clarinda,

Venho agradecer a tua visita e palavras gentis deixadas no Querubim.
Mas, deixa-me dizer-te que o teu blog também está libdo e, sobretudo, muito terno e sentido. Gostei.

Um abraço amigo,
Maria Faia

10/10/2007 10:02 da manhã  
Blogger rouxinol de Bernardim said...

Bom texto e não menos brilhante a foto!

Parabéns!

10/10/2007 10:04 da manhã  
Blogger poetaeusou . . . said...

*
as teias do olhar
,
do teu bom olhar,
*
xi
*

10/10/2007 10:56 da manhã  
Blogger kakauzinha said...

Les meilleurs larmes sont celles de joie, mais elles nous soulagent aussi de nos peines, de nos chagrins.

Un petit peu en arrière, "cativar", les animaux sont des êtres spéciaux, toujours nous donnant des leçons d’humilité, je les adore.

La Mer, une force azur, elle m’inspire mais je la respecte énormément.

Merci de ta visite, bisous.

10/10/2007 11:13 da manhã  
Blogger Je Vois la Vie en Vert said...

Venho agradecer a tua visita ao meu cantinho verde e dizer que me senti muito bem ao percorrer o teu : belos textos, belas fotografias, um ambiente de suavidade, de paz e de beleza.
E com frases de Saint Exupéry ainda por cima !
Voltarei de certeza !
Beijinhos verdinhos

10/10/2007 1:41 da tarde  
Blogger Carminda Pinho said...

Olá Maria Clarinda,
afinal somos vizinhas e, ainda não nos tinhamos encontrado.:)))
Obrigada pela visita.
Gostei muito do poema, traduz muita sensibilidade.
Parabéns!
Beijinhos

10/10/2007 4:38 da tarde  
Blogger Poliedro said...

Doce Amiga:
Assim, a chuva é muito bela feita com um lacrimejar lindo de si.
Às vezes, vale a pena chorar de encanto, ternura e emocionante sensibilidade que a habitam.
Um Bem-Haja Grandioso.
Obrigado sentido e um sincero reconhecimento pelas deslumbrantes e enternecedoras palavras expressas e deixadas no meu cantinho.
Levo na minha companhia o seu Link que espero que não se importe.
Beijinhos de muita estima e respeito
Muito agradecido e comovido
pena

10/10/2007 5:11 da tarde  
Blogger Carminda Pinho said...

Não tinha reparado que eras caranguja, ahahah!
Moro junto ao Parque dos Poetas.
Beijos

10/10/2007 5:14 da tarde  
Blogger Carminda Pinho said...

Lembrei-me agora de repente, tu não és a amiga da Ermelinda Figueiredo?

10/10/2007 5:16 da tarde  
Blogger TINTA PERMANENTE said...

Só o saber do espírito é que é capaz de traduzir emoções...
Abraço.

10/10/2007 5:29 da tarde  
Blogger Nilson Barcelli said...

Excelente foto, bem sublinhada pelo pequeno texto que escreveste.
Quem faz isto tem talento. Parabéns cara amiga.
Beijinhos.

10/10/2007 10:29 da tarde  
Blogger Olhos de mel said...

Belos momentos Maria Clarinda! Deixe a emoção aflorar em formas de lágrimas... Imagem linda!
Beijos

10/11/2007 5:46 da manhã  
Blogger Vladimir said...

Estás a sentir o Outono que iniciou a sua marcha em direcção ao Inverno. Mas não te deixes afectar em demasia pelo cinzento da estação...Tens sempre em alternativa o azul do mar que o contrabalança..

10/11/2007 10:26 da manhã  
Blogger vida de vidro said...

É, a chuva torna-nos mais sensíveis e atentos ao interior e ao exterior.
Bela foto. **

10/11/2007 10:39 da manhã  
Blogger Amaral said...

Obrigado pela visita.
Este cantinho está muito acolhedor.
Este passear à chuva, momento atento dos pormenores que fazem grandes os pequenos instantes...

10/11/2007 10:44 da manhã  
Blogger efeneto said...

...de passagem para fazer o meu registo de agradecimento pela espera e admiração...estou grato por manter a qualidade das fotos e palavras que publica, virei com mais tempo e calma o tempo e a calma que voçê merece...beijo amigo...

10/11/2007 10:48 da manhã  
Blogger Fallen Angel said...

Mais um dos teus « pormaiores ».

10/11/2007 12:15 da tarde  
Blogger kurika said...

Clarinda, é bom soltar as lágrimas...ficamos mais leves, do sofrimento!!!

...hoje tenho uma flor para ti...

Bjinhos

10/11/2007 12:25 da tarde  
Blogger sveronica said...

Temos que deixar as lágrimas correrem, pq elas nos lavam a alma!

Beijinhos

Menina do Rio

10/11/2007 1:35 da tarde  
Blogger Um Momento said...

Beleza aos meus olhos

Chuva refrescante para a alma...

Deixo um beijo
(*)

10/11/2007 1:49 da tarde  
Blogger irneh said...

Muito bem conseguido o conjunto imagem/texto.

Beijinhos

10/11/2007 5:41 da tarde  
Blogger Bia said...

senti cada palavra... sinto que até agora não parei de andar no entanto ainda não cheguei a lado nenhum.
parabéns pelo blog

10/11/2007 6:52 da tarde  
Blogger MIMO-TE said...

Vim pelo Amaral e cheguei aqui, interessante, como as coisas simples podem ser tão românticas e vistas de uma forma tão singular.
A imagem é primorosa. Gostei, vou voltar.


Deixo mimos

10/11/2007 10:15 da tarde  
Blogger efeneto said...

Se a bola e a arte
não me atraiçoam
prevejo para os próximos dias
mau tempo no litoral
no centro, a norte e sul de Portugal.
Instabilidade térmica
fortes ventos a soprar.
Se aqui não me encontrarem
É porque procurei refúgio
Na minha bola de cristal!

E porque as “férias” se acabaram
Resta-me lhe desejar
Bom fim-de-semana
Que eu p´ro “grito” vou esperar...

10/12/2007 2:14 da tarde  
Blogger conchita said...

Bonita imagem e palavras.
Obrigada pela visita :)

10/12/2007 2:23 da tarde  
Blogger margusta said...

Vim deixar-te um beijinho e desejar-te um bom fim de semana!


É talvez no Verão elas se refugiem nas Berlengas, já tinha pensado nisso ;)

10/12/2007 3:35 da tarde  
Blogger Crónica said...

eu gosto da chuva na pele
na roupa molhada colada ao corpo
e a sensação de ser livre que isso me dá...

os pingos são sim uma forma de libertar as lágrimas sufocadas e teimosas

amei

Obrigada pela visita... Jinhuz Crónicos

10/12/2007 4:00 da tarde  
Blogger Palavras ao vento said...

Refrequei os meus sentidos ao ler-te!

Bom texto!

Fiquei a meditar no seu conteúdo!

Beijinhos

Maria

10/12/2007 5:23 da tarde  
Anonymous Bia said...

Fazendo uma nova leitura de teus versos... as lágrimas que ficam represadas no coração guardam os lamentos e soluços que a alma libera em momentos de intensa nostalgia. Por isso, muitas vezes, se torna tão difícil chorar... é como se estivéssemos a reter partes importantes do nosso ser, que tememos sejam perdidos se levados pelas lágrimas.

Que nesse momento, amiga, mimosos anjos possam estar ao teu lado recolhendo teus sonhos para levá-los direto ao coração de Deus.

Ficam pétalas, beijos, e o desejo de lindas e ensolaradas horas a iluminar os teus dias.

10/12/2007 9:07 da tarde  
Blogger MEU DOCE AMOR said...

E a nossa África também é!

Um beijinho doce:)

10/12/2007 10:38 da tarde  
Blogger multiolhares said...

Quantos momentos assim acontecem
beijinhos
luna

10/12/2007 11:36 da tarde  
Blogger efvilha said...

Uma dessas gotas é uma das minhas lágrimas, presa nas teias de belas esperanças.

Abraço.

10/13/2007 12:35 da manhã  
Blogger No Limite do Oceano said...

:-) :-) :-) por vezes abuso um pouco da natureza, pego no vento, na chuva, nos raios de sol, na lua, nas estrelas...isto para dizer que gostei muito da tua visão para a chuva...é pena que nem todas as teias de aranha são suficientemente fortes para aguentarem um pequeno pingo de chuva!

*Hugs n' smiles*
Carlos

10/13/2007 1:35 da tarde  
Blogger Mário Margaride said...

Querida amiga,

Por vezes a chuva, insiste em molhar a nossa alma, e escurecer o nosso sentir.
Tentemos dar um novo sol, uma nova primavera, à dor que nos encharca a alma, e nos inunda o coração.

Bom fim de semana

Beijinhos

10/13/2007 5:02 da tarde  
Blogger david santos said...

As fotografias são um espectáculo, lindo! O texto diz o resto.
Parabéns.

10/13/2007 6:08 da tarde  
Anonymous cõllybry said...

Belissima imagem, com a beleza das palavras...

Doce beiji

10/14/2007 5:32 da tarde  
Blogger Pepe Luigi said...

Que sentimento e quão forte esta tua poesia, acompanhada de uma magnífica imagem.

Beijinhos

10/14/2007 7:59 da tarde  
Blogger benechaves said...

Oi, amiga: bela imagem, belos versos! Grato pela lembrança da visita. Espero encontrá-la mais vezes para apanhar os seus sonhos.

Um beijo dentro do oceano...

10/14/2007 10:06 da tarde  
Blogger somentebia said...

Fazendo uma nova leitura de teus versos... as lágrimas que ficam represadas no coração guardam os lamentos e soluços que a alma libera em momentos de intensa nostalgia. Por isso, muitas vezes, se torna tão difícil chorar... é como se estivéssemos a reter partes importantes do nosso ser, que tememos sejam perdidos se levados pelas lágrimas.

Que nesse momento, amiga, mimosos anjos possam estar ao teu lado recolhendo teus sonhos para levá-los direto ao coração de Deus.

Ficam pétalas, beijos, e o desejo de lindas e ensolaradas horas a iluminar tua semana.

10/14/2007 10:09 da tarde  
Blogger Olhos de mel said...

Olá minha amiga! Passei pra lhe ver e deixar beijinhos com votos de uma semana feliz!

10/15/2007 2:59 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home