sexta-feira, fevereiro 10, 2006



Mário,Hoje é o teu dia..por isso este post vai para ti.

Foi há tanto tempo que te vi pela primeira vez...1965..." A bordo de um navio"o Pátria", algures no oceano Atlântico perto de S.Tomé, passeava com duas novas amigas quando te vi...estavas debruçado na amurada, com uma camisola azul e um livro na mão...!

Virei-me de imediato para as m/amigas gritando"olhem, tubarão à vista", tu olhaste o mar incrédulo, não sabendo que eras tu o tubarão...envergonhado olhaste para nós, eu sorrindo, aproveitei logo para te convidar para o grupo, aceitaste, e assim tudo começou...

Uma sala de cinema, a tua mão que procurou a minha, beijos escondidos na ré do navio apenas como cumplice o rasto maravilhoso no mar(até hoje recordo aquela cor linda, a espuma e um ou outro golfinho dando saltos, como concordando com o nascimento daquele amor. A partir daí o golfinho passou a ser especial para nós, por toda a vida...).

Separados depois, tu para o Porto eu para Viseu, continuámos a viver o n/amor.Fiquei interna num colégio, tu mais tarde voltaste para Angola, onde passados 2 anos nos juntamos de novo, e daí até ao casamento foi um instante.

Tiveste na guerra...momento dificeis, ainda por cima "Comando" e eu já com o 1ºfruto desse amor nos braços...o Miguel.

Seguiu-se Benguela...depois Luanda de novo, e a revolução que nos levou para o Brasil, onde vivemos talvez os anos mais lindos da n/vida e onde mais um rebento nasceu...o Thiago,que me deu a conhecer a faceta de pai maravilhoso que és e que foi até ao extremo para o salvar.

Mas, eu "carangueja" como sou, não consegui suportar a ausência da familia de"verdade"como dizia o Miguel...e levei-te a cometer o maior erro das n/vidas:voltar a Portugal.

E uma vez mais vencemos esta etapa. Andaste por Portugal(ainda andas...rs), o n/Miguel casou, deu-nos outa filha, e depois eles fizeram -nos conhecer um sentimento maravilhoso o seremos Avós, que são agora uma das razões da n/vida, o Francisco, O Gonçalo e o Salvador.

Os sustos e o sofrimento, que o teu enfarte e há pouco tempo o Avc(que felizmente, não deixou sequela alguma), fizeram-me ver, que não saberia viver sem ti.

Obrigada por me aturares estes 41 anos, obrigada por seres quem és, (mesmo quando és refilão e piquinhas... rs).

Este é o meu presente pelo teu aniversário.

Adoro-te

Rey

8 Comments:

Blogger Thiago said...

Como viste no meu blog o teu post teve imensos leitores e todos adoram a forma como contaste a história do amor que me fez nascer. Parabéns tb a ti pela Mulher e Mãe fantástica que és!!

um beijo do tamanho do nosso amor

Thico

2/11/2006 1:16 da manhã  
Blogger Nic said...

Linda historia d'amor intemporal!

2/11/2006 1:39 da manhã  
Blogger Miguel said...

Oi Clarinda,

Eh realmente bonita a vossa historia.

Obrigado por partilha-la connosco.

Bjs de longe
Miguel

2/11/2006 2:43 da tarde  
Blogger Van said...

Eu estou morta de vergonha neste momento!!!
Acabei de descobrir o teu blog...acredita???
Adorei e vou passar a visitá-lo...
Sou mm assim...umas "despistada", como dizem vcs...
Beijos e adorei a história!!!

2/11/2006 8:35 da tarde  
Blogger Rita said...

Parabéns ao Mário, ainda que atrasados.
Beijinhos, muitos,muitos

2/11/2006 11:28 da tarde  
Blogger Tongzhi said...

Estou sem palavras e com os olhos rasos de água.
É, realmente, um previlégio poder ler a história de um amor tão sentido, profundo e lindo.
Mas acima de tudo é um previlégio ainda maior poder "conhecer", embora de uma forma um pouco fria e distante, uma MÃE como a Clarinda deve ser.
Peço licença para lhe enviar um forte abraço com todo o respeito e consideração

2/13/2006 10:55 da tarde  
Blogger Miguel said...

Oi Clarinda,

Acho que todos exigimos maior regularidade nesses posts!!!!

Bjs do outro lado do oceano
Miguel

2/14/2006 5:36 da tarde  
Blogger ellla said...

Com tanto entusiasmo esquecemos do principal o A-N-I-V-E-R-S-A-R-I-A-N-T-E lolololol parabens lol

Por mim, outra distraida, comecei pelo fim, vagueei pelo blog e postei um comentario ha dias ( )e hoje perdi-me no 1° post publicado lol.
Adorei, um presente destes nao passa por despercebido. é giro como a vida da tantas voltas,e emoçoes tao fortes né?

2/15/2006 9:48 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home