sexta-feira, novembro 27, 2009

Este, é ( era) o momento que mais me extasia(va) num pôr-do sol ...aquele momento que eu chamo(ava) "O Adeus do Sol"....
Ao reler Richard Bach... este pequeno texto, ao qual nunca tinha prestado grande atenção, nem dado demasiada importância, ganhou um sentido imenso... porquê? Eu sei...tu sabes...Porque sim!!!!!
(...)Tudo se encaixa num rótulo: Perspectiva.
Voando,pude comprová-lo.
A perspectiva mostra-nos precisamente
que a morte do Sol é uma ilusão;
sugere-nos que, se nos elevarmos o suficiente,
veremos que o Sol não nos abandonou.(...)

Richard Bach in" O Dom de Voar"
Foto tirada no Guincho depois de uma tempestade


60 Comments:

Blogger Paula Raposo said...

Exactamente!!
Não nos abandonou....beijinhos.

11/27/2009 11:20 da tarde  
Blogger CarlaSofia said...

É de facto uma bela perspectiva.
beijinhos*

11/28/2009 9:14 da manhã  
Blogger ADiniz said...

Alem da perspectiva é uma questão de ponto de vista. Poderia ficar ali vendo indo acender outro olhar
ou segui-lo, mas ai eu perderia um momento que mais adoro, que quase nunca perco, é quando ele desperta. É o sorriso matinal que lentamente se espalha
sobre a face da terra, nesta perspectiva.
Ele, fazendo seu espetáculo
e eu envaidecida, agradeço sua generosa visita.
E mais ele me da a perspectiva de que tudo é novo, de novo. Magias da natureza.

Seu silencio foi longo, mas teu retorno é vibrante e assim te desejo que teu final de semana.
Ei! Grata pela visita.

11/28/2009 10:36 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Per Feito

11/28/2009 11:00 da manhã  
Blogger Maria, Simplesmente said...

"Porque sim!!!"

O que é "porque sim", Maria Clarinda?

É a resposta mais vazia a uma pergunta a que não queremos responder, ou não queremos admitir, porque iria pôr a nu um pouco de nós, da nossa sensibilidade!
Gosto de Richard Bach e encontro nele muito daquilo que sinto, penso, mas muito fica sem resposta...
O Sol não nos abandona, parece-me até que ele parte para que a noite abra a porta aos fantasmas que o dia guardou em nós, e os possamos combater... conforme o nosso desejo e escolha.
Tanto assim que os que ficam são aqueles nos deram maior felicidade, nos foram roubados, não pela noite, mas pela vida, ou se perderam de nós porque escolhemos mal o caminho por onde seguir.
Porque penso assim?
Não é "porque sim" é porque sou assim.
Obrigada a tua visita, os teus comentários.

A tua fotografia está linda como sempre e mostra-nos o momento do dia que me faz parar e só olhar... esperando um regresso que se pode dar... ou não.

Bjs
Maria

11/28/2009 11:37 da manhã  
Blogger Cátia said...

Minha querida,

Quantas não sao as vezes em que estamos determinadas a olhar para determinada direcção que não vemos sequer outras direcções para onde olhar?! Quantas vezes não nos dizemos certas de determinado assunto quando afinal não é bem assim?! Ou não tem que ser obrigatóriamente assim?! É uma questão de perspectiva sim... É uma questão de conseguirmos olhar para o mesmo mas de forma diferente... Estou certa que, com as tuas asas, conseguirás ver o sol um pouco mais à frente... Ele está lá.. Acredita!

Eu sei.. Tu sabes... E quantas vezes a resposta não pode ser apenas "porque sim"? Porque terão que existir explicaçoes quando se fala de emoções?! Sente-se... Porque sim! :)

Deixo-te o meu carinho, a minha mão na mão, o meu abraço, e a minha companhia para ir ver o sol...
CA

11/28/2009 5:08 da tarde  
Blogger Graça Pires said...

A tua belíssima fotografia ilustra bem a reflexão feita por Richard Bach.
Um beijo, amiga.

11/28/2009 6:19 da tarde  
Blogger © Piedade Araújo Sol said...

a foto está *****

bom fim de semana!

beij

11/28/2009 7:28 da tarde  
Blogger Quarto de Lua said...

duas belas imagens que se ilustram mutuamente.
Lindo!

11/28/2009 10:21 da tarde  
Blogger maltes said...

O Sol, nunca abandona as pessoas bonitas como tu.
Beijinho

11/28/2009 10:23 da tarde  
Blogger gaivota said...

e foi assim... richard bach é um daqueles que não falha nada...
não tivesse ele posto uma gaivota a falar!
bom fim de semana
beijinhos

11/28/2009 10:47 da tarde  
Blogger mundo azul said...

_________________________________

Sim! A morte não existe...Existem as transformações!

Gosto muito dos seus textos e da sua reflexão sobre as coisas...


Beijos no coração e o meu carinho!

_________________________________

11/28/2009 11:25 da tarde  
Blogger *Lisa_B* said...

Lindissima fotografia que tudo encerra desde a beleza à tristeza que nela se sente e se espelha no texto escolhido.
Beijinhos

11/29/2009 1:07 da manhã  
Blogger Kim said...

Sim, tudo se encaixa na vida. Até os amigos, os lamentos, os encontros, mesmo em céus de tempestade.
Beijinhos Clarinda

11/29/2009 2:16 da manhã  
Blogger Malena said...

Olá Mª Clarinda. Leer a Richard Bach siempre nos inspira igual que tus palabras.

Volar nos da una perspectiva de la vida diferente pero también podemos volar con nuestros sueños y eso es encantador.

Mil beijos e mil rosas.

11/29/2009 10:49 da manhã  
Blogger Brancamar said...

Richard Bach sempre único nas suas reflexões e prespectivas sobre a vida.

É sempre uma questão de nos elevarmos o suficiente e o privilégio de o sabermos fazer pode dar-nos a magia de ter interminávelmente um sol para nós, sem nunca perder a beleza de o vermos deitar-se em alguns momentos do nosso horizonte...

A tua fotografia como sempre, belíssima.

Beijos
Branca

11/29/2009 11:55 da manhã  
Blogger Helena Paixão said...

Céu espectacular numa belíssima foto.

"Tudo se encaixa num rótulo: Perspectiva."...... dá que pensar!

11/29/2009 9:35 da tarde  
Blogger Thiago said...

É bom saber que consegues ver que do outro lado está o Sol...afinal o Sol não nos abandona nunca...ainda que ás vezes esteja bem bem longe...e a escuridão parece que nos envolve para depois nos deixar...para entrar o sol...

11/29/2009 10:52 da tarde  
Blogger Vieira Calado said...

Mesmo do outro lado do mar,

ele não nos abandona...

Vela por nós...

Bjs

11/30/2009 1:01 da manhã  
Blogger isabel mendes ferreira said...

está no Piano...espero que me perdoe.

12/01/2009 9:58 da manhã  
Blogger Tongzhi said...

Muito bonito o texto e o pôr do sol!!

12/01/2009 8:34 da tarde  
Blogger mfc said...

Vou-me elevar então...
E tens toda a razão!

12/01/2009 9:03 da tarde  
Blogger heretico said...

com elevação tudo é possível. até "raptar" o Sol.

(desde que as asas não sejam de cera. e possam derreter...)

gostei muito,~

beijo

12/01/2009 10:11 da tarde  
Blogger Lilá(s) said...

Para mim foi sempre um dos momentos mais mágicos...
Bjs

12/01/2009 10:49 da tarde  
Blogger ADiniz said...

Hj é Dia
um bom dia.
sob lua cheia
um grande abraço em vc.
kokohmahá

12/02/2009 1:24 da tarde  
Blogger Sol da meia noite said...

E é mesmo uma ilusão...
O sol nem morre nem nasce... existe!

Maravilha de foto...!


Jinhos * *

12/02/2009 5:02 da tarde  
Blogger Carol Flor said...

Linda saudade desse cantinho.. amei amei...gratidão pelo compartilha das palavras :)

12/03/2009 6:48 da manhã  
Blogger Ser em construção said...

Ainda Estou a voar...
Seu blog é um presente dos céus
parabéns.
Super beijo.

12/03/2009 1:42 da tarde  
Blogger Vida said...

Porque será que os pássaros
Cantam na partida do dia
Porque será que um amante ausente
Fica de alma apertada, vazia?

Porque será que as ondas lamentam
Em sussuros de sal no areal
Porque será que as rezas são feitas
Para correr para o longe o perverso mal?


Boa semana


Doce beijo

12/03/2009 4:34 da tarde  
Blogger Eduardo Aleixo said...

É um texto lindo, de um autor lindo, que é uma concha linda, que, prometida que está, te será oferecida, iluminada pelo sol da amizade e da palavra dada. Beijo doce.

12/03/2009 11:12 da tarde  
Blogger gaivota said...

e vim reler richard bach, tenho todas as obras dele, mas fazem parte da estante que tenho na minha casa da nazaré! onde faz mais sentido tê-lo...
beijinhos

12/04/2009 5:15 da tarde  
Blogger elvira carvalho said...

Nunca me tinha apercebido nisso embora adore ver um pôr do sol pelas cores garridas que põe a sua volta.
Um abraço e bom fim de semana

12/05/2009 3:20 da tarde  
Blogger TristãoeIsolda said...

O sol está sempre lá.
Somos nós que, tanto nos afastamos, como nos aproximamos dele.

Abraço

12/05/2009 6:39 da tarde  
Blogger Violeta said...

Tudo depende da perspectiva...
Como dizia uma migo "às vezes é preciso olhar para longe porque de perto parece tudo desfocado".
bjs

12/06/2009 7:49 da tarde  
Blogger Bichodeconta said...

O abraço de ontem foi o primeiro de muitos, assim espero. Esta hora do dia é mágica, convida ao silencio, á intriorização, ao ir ao fundo de nós.Não resisto a um por do sol, e não resisto sem voltar aqui sempre que o tempo o permita. A menos que encontre a porta fechada, claro.Mesmo assim deixarei sinal da minha passagem e deixarei um abraço de amizade e o desejo de que ela possa florescer.Beijinho, Ell

12/07/2009 6:11 da tarde  
Blogger Bichodeconta said...

Tive alguma dificuldade em deixar o comentário, não entendi porque? Coisas da net talvez.Bjs e sorrisos.

12/07/2009 6:13 da tarde  
Blogger Pedrasnuas said...

JAMAIS NOS ABANDONARÁ... A SUA LUZ É BENDITA


JINHO

12/07/2009 7:20 da tarde  
Blogger Mário Margaride said...

Olá, minha amiga.

Duas imagens que se complementam na perfeição.

A imagem do pôr do sol, e o texto.

É efectivamente uma questão de perspectiva. o sol apesar de pôr-se todos os dias, nunca nos abandona, está sempre presente a cada raiar do dia.

Beijinhos

Mário

12/07/2009 10:44 da tarde  
Blogger A.S. said...

O Sol, nunca nos abandona! Por vezes nós é que lhe viramos as costas!
Depois... mergulhamos num charco de sombras!


Beijos...

12/08/2009 3:19 da tarde  
Blogger poetaeusou . . . said...

*
O Sol não nos abandona,
e aquando a nossa voltinha
dos tristes, deixamos de
a ele estarmos expostos,
o Sol enviamos a sua Luz
indirectamente através da
Lua e das Estrelas !
,
não é, Clarinda ?
não é, Galileu ?
,
conchinhas deixo,
,
*

12/09/2009 3:28 da tarde  
Blogger margusta said...

Querida Clarinda,

...Linda a foto!...Assim como as palavras de Richard Bach.

E,


...além de não nos abandonar, todos os dias se renova, porque nunca existe um por do sol igual ao outro.


Beijinhos e bom fim de semana!

Margusta

12/11/2009 3:26 da tarde  
Blogger carlos said...

Clarinda, o adeus do sol é o regresso da noite...Que também trás por vezes muito prazer...Beijos. Carlos

12/12/2009 1:22 da tarde  
Blogger A.S. said...

É no voo que o instante se faz eterno!


Um beijo e um fim de semana feliz...

AL

12/12/2009 3:25 da tarde  
Blogger Je Vois la Vie en Vert said...

Olá Maria Clarinda,

Gosto muito quando vens me visitar porque ...sim !

E eu gosto de vir cá porque...não...me canso de ver belas fotos neste azul encantador, tal como a dona deste espaço azul ...

beijocas

Verdinha

12/12/2009 9:33 da tarde  
Blogger tulipa said...

O SOL se vai e fica a LUA.
Ficamos sempre bem acompanhados...

Quer vir dar uma voltinha pelas avenidas de Paris?
Então, acompanhe-me!!!

E...será que quer ver "Vila do Conde" através dos meus olhos?
Está convidada.
José Régio faz as honras da casa.

Bom domingo e óptima semana.
Beijos e abraços.

12/13/2009 1:17 da manhã  
Blogger Eduardo Aleixo said...

Um beijinho.

12/15/2009 6:03 da tarde  
Blogger Duarte said...

Uma fotografia excepcional, é preciso estar ali nesse momento. É tão efémero, tão mágico, que uma nuvem ou a bruma o podem quebrar.

Beijinhos

12/16/2009 12:30 da manhã  
Blogger entremares said...

É sempre assim, não é?

Quantas vezes erramos só por acreditar que o nosso ponto de vista é o único certo, que a nossa perspectiva é a única admissível?

E depois... enganamo-nos.

Fica bem.
Rolando

12/16/2009 11:49 da manhã  
Blogger Laura said...

A tua escrita revela sol, vida ou morte, a mim levou-me uma vez mais ao nosso bairro, à ponta da ilha, ou lá em cima das barrocas, a olhar aquele que seria o nosso manacial de amor, o mar!...simpoplesmente..

adoro-te rapariga lá do bairro, anda comigo e assistamos de novo a mais um sol-por...
beijinho da laura

12/16/2009 8:02 da tarde  
Blogger gaivota said...

voei até aqui para reler r bach...
beijinhos

12/17/2009 10:13 da manhã  
Blogger jefhcardoso said...

Olá! Com licença; deixe que me apresente: sou Jeferson, um homem comum que gosta de escrever. Quando tenho um tempo saio vadio em visitas a blogs, seguindo a seta que aparece no auto da pagina inicial (próximo blog>>). Posso afirmar que é uma experiência “deliciante”.
Quando encontro um blog bem legal eu posto um comentário e deixo o convite para que conheçam o http:jefhcardoso.blogspot.com/ . Pela proposta de seu blog creio que poderá encontrar algo em minha sessão em preto e branco, que data de novembro.

Parabéns por seu blog e desculpe a intromissão.
Abraço: Jefhcardoso.

12/17/2009 10:21 da manhã  
Blogger Jaime A. said...

talvez o Sol não te esquecesse,
no trilho desamparado;
talvez o visses
assentada nos ombros de ontem;
talvez a tua fuga
hesitasse na amena luz,
escorregando pelos círculos
de asas inclinadas
sobre o teu sopro macio...

12/17/2009 6:36 da tarde  
Blogger Jaime A. said...

talvez o Sol não te esquecesse,
no trilho desamparado;
talvez o visses
assentada nos ombros de ontem;
talvez a tua fuga
hesitasse na amena luz,
escorregando pelos círculos
de asas inclinadas
sobre o teu sopro macio...

12/17/2009 6:36 da tarde  
Blogger Carla said...

fenomenal esta foto
beijo

12/17/2009 7:52 da tarde  
Blogger maria said...

nós é que nos deixamos abandonar... podes crer :)


desejo-vos muita Luz , muita Saúde e muita Paz e que o novo Ano vos traga tudo quanto desejo para mim.
xi
maria de são pedro

12/18/2009 8:44 da manhã  
Blogger Silvana Nunes .'. said...

..........
Salve !
Em busca de leitores e de petrocínio para o meu blog, estou aqui para convidá-lo a conhecer "FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER...", em http://www.silnunesprof.blogspot.com
Professora e pesquisadora da cultura brasileira, acredito num mundo melhor com menos violência através do exercício da leitura e da reflexão.
O afeto e a educação continuam sendo o maior bem que podemos deixar para os nossos filhos. Com amor, toda criança será confiante e segura como um rei, não se violentará para agradar os outros e será afinada com o seu próprio eixo. E se transformará num adulto bem resolvido, porque a lembrança da infância terá deixado nela a dimensão da importância que ela tem.
Além disso, divulgar esse imenso país com suas belezas naturais e multiplicidades culturais têm sido outra de minhas metas, afinal ninguém pode amar aquilo que não conhece, não é verdade. Eu me apaixonei pelo Brasil aos 12 anos, depois de ler "O Auto da Compadecida", de Ariano Suassuna para fazer uma peça de teatro na escola onde estudava - Chicó foi o meu primeiro amor. Penso que falta ao povo brasileiro conhecer mais o seu país. Ultoimamente temos visto tantos escândalos na TV, dinheiro em mala, en cueca, em bolsa, escondidos até em meia...tanta gente passando necessidade e essa raça de políticos desviando milhões dos cofres públicos, deixando o povo a mercê da própria sorte. Uma total falta de respeito para com o seu país. Falta a essa gente o sentimento de pertencimento, afinal o Brasil ainda é o melhor lugar para se morar.
Bem, se você achar a minha proposta coerente, VAMOS TODOS JUNTOS NA LUTA POR UM MUNDO MELHOR.
Atualmente moro dentro de um pedacinho da Mata Atlântica, ruídos aqui só o canto dos pássaros, o Curupira,do Caruara, a Pisadeira ... vez por outra o Saci aparece aprontando das suas. Devido a localidade ser muito alta, o sinal que chega do meu 3G é muito precário, nem sempre posso estar online. Alé, disso tenho outro probleminha: os relâmpagos. Espero que compreenda as diversas limitações de quem escolheu viver no meio do mato e, na medida do possível, vou respondendo os e-mails que chegam e atualizando o meu blog FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... em http://www.silnunesprof.blogspot.com
Se você ainda não o conhece, dê uma chegadinha por lá, é só clicar no link em azul. Deixe para mim o seu comentário.
Que a PAZ e o BEM te acompanhem sempre e que os bons ventos soprem a seu favor neste ano de 2010 que se inicia.
Saudações Florestais !
Silvana Nunes.'.

12/18/2009 12:33 da tarde  
Blogger Cadinho RoCo said...

E de pensar nas tantas pessoas que acreditam no término do sol.
Cadinho RoCo

12/18/2009 11:34 da tarde  
Blogger Multiolhares said...

Assim como a vida tudo é uma ilusão, tudo é passageiro.
Ainda assim ver um pôr do sol é sempre extasiaste
beijinhos

12/18/2009 11:54 da tarde  
Blogger *Lisa_B* said...

Amiga linda,
obrigada.
Um Santo Natal nesse coração abençoado.
Beijinhos com carinho

12/21/2009 1:38 da manhã  
Blogger Luciana Palma said...

Amoooooooooo por do sol! E esse aí é lindo demais!

2/21/2010 8:57 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home