quarta-feira, setembro 23, 2009

A banda passava no seu cadenciado passo...as notas bailavam... saindo em forma de melodia... de repente... e, como sempre digo... não mais que de repente...o meu olhar foi atraído pelo reflexo... que a boca de um saxo me oferecia... bela... disforme, ao mesmo tempo... reflexos distorcidos de nós mesmos!!!
"Quando a gente abre os olhos, abrem-se as janelas do corpo, e o mundo aparece reflectido dentro da gente" Rubén Alves
Festa no Puebla de Sanábria

78 Comments:

Blogger Paula Raposo said...

Escolheste uma frase excelente. Um teu pensamento, igualmente verdadeiro. A foto...no comments!
São os reflexos distorcidos de nós mesmos, dentro da gente.
Beijinhos, menina querida.

9/23/2009 9:13 da manhã  
Blogger FERNANDA & POEMAS said...

OLÁ QUERIDA MAARIA CLARINDA... MARAVILHOSA POSTAGEM... ESTÁ EUM CONJUNTO DE LUXO AMIGA...!

ABRAÇO-TE COM MUITA TERNURA E CARINHO,
FERNANDINHA

9/23/2009 9:55 da manhã  
Blogger Pena said...

Simpática e Linda Amiga:
"...ão mais que de repente...o meu olhar foi atraído pelo reflexo... que a boca de um saxo me oferecia... bela... disforme, ao mesmo tempo... reflexos distorcidos de nós mesmos!!!..."

"Isto é de uma ternura, encanto e beleza imensos.
Fantástico.
Uma significação que guarda na sua genial e preciosa Alma de ouro.
Parabéns sinceros.
Sempre a admirá-la.
Beijinhos amigos

pena

MUITO OBRIGADO pelo gesto amigo lindo.
Bem-Haja, amiga fabulosa!

9/23/2009 10:52 da manhã  
Blogger Ana Oliveira said...

O mundo que nos rodeia é o nosso reflexo como nós somos o reflexo do mundo...mesmo que poeticamente distorcido como tu o viste!

Beijos

Ana

9/23/2009 11:44 da manhã  
Blogger Sereia* said...

Talvez porque também todos temos música dentro de nós. Por vezes sem melodia, ou sem harmónicos, ou sem acompanhamento. Por vezes somos uma Banda sem maestro, mas temos um compasso certinho; outras vezes, temos um maestro fantástico que gesticula no tempo certo e nos ajuda a encontrar o compasso :)

Queria agradecer a ajuda e a companhia na subida ao alto da torre de névoa. Foi uma subida maravilhosa!

Hoje vi bolas de sabão coloridas pela luz do Sol de Outono :)

Beijinhos enormes*

9/23/2009 12:08 da tarde  
Blogger Thiago said...

Mais um instantâneo como só a Dona Sol sabe fazer!! beijos grandes e até já :-)

9/23/2009 1:13 da tarde  
Blogger São said...

Interessante reflexão acerca de uma foto notável.
Abraços.

9/23/2009 2:08 da tarde  
Blogger Malena said...

Mi querida Clarinda: Es un reflejo distorsionado pero también somos nosotros los que estamos en la boca de ese saxo. De la misma manera podemos ser vistos por las personas, o bien como en realidad somos o como estamos siendo reflejados.

Me han gustado mucho tus letras.

Mil beijos.

9/23/2009 3:57 da tarde  
Blogger Maria said...

Não mais que de repente... é verdade, nós mesmos distorcidos num reflexo de um sax...

Beijo

9/23/2009 4:40 da tarde  
Blogger Lilá(s) said...

Gostei imenso do teu post, sabes que em criança mais que uma vez dei por mim a observar esse reflexo da minha imagem? e como era divertido.
Bjs

9/23/2009 5:30 da tarde  
Blogger elvira carvalho said...

Excelente o pensamento, para uma foto espectacular.
Um abraço

9/23/2009 10:56 da tarde  
Blogger pin gente said...

de repente... doce esta visão de nós!
um beijo

9/23/2009 11:19 da tarde  
Blogger Maria, Simplesmente said...

Bela foto Maria Clarinda!
Gosto de reflexos... gosto de ver a vida distorcida e penso que há nesses reflexos muita beleza.
Obrigada os teus comentários às minhas fotos.
Bj
Maria


P.S.:
Ainda bem que gostaste do site da Margarida Cepeda.
Quero ir ver a exposição dela. Aquelas figuras de Mulher são tão reais e delicadas, com tanto simbolismo!

9/24/2009 12:08 da manhã  
Blogger mfc said...

Uma foto de uma oportunidade única.
Muitos parabéns.

9/24/2009 12:15 da manhã  
Blogger Ana Martins said...

O pensamento é fantástico, a foto completa o belo post.

Beijinhos,
Ana Martins

9/24/2009 1:11 da manhã  
Blogger Jaime A. said...

Uma forma linda de descrever o passar da banda, em cadência e na procura de si mesma.
Gostei muito.

9/24/2009 2:36 da manhã  
Blogger Graça Pires said...

Ouvi passar a banda, minha amiga, e também me atriu o reflexo do saxo. Belíssima fotografia com um texto lindo.
Um beijo.

9/24/2009 2:10 da tarde  
Blogger Mário Margaride said...

Belíssimo texto querida amiga.

Parabéns!

Um bom resto de semana

Beijo grande

Mário

9/24/2009 2:57 da tarde  
Blogger PAS[Ç]SOS said...

Subitamente toda a aldeia se debruça sobre a saída de som onde se espelha a vontade de quem anseia pela sonoridade que irá encher a praça e o coração dos que desejam mergulhar nas vibrações duma tarde.

9/24/2009 11:18 da tarde  
Blogger Sara S. said...

A fotografia demonstra uma perspectiva fantástica e a citação é bastante curiosa :)
Quanto aos desafios do meu blogue, fico contente por ter aceite um. Bjs

9/24/2009 11:37 da tarde  
Blogger Tatiane Trajano said...

Estou abrindo as janelas.. entra!

Adorei a fotografia, muito expressiva.


Beijos

9/24/2009 11:56 da tarde  
Blogger Menina do Rio said...

Compomo-nos e descompomo-nos nestes reflexos distorcidos de nós mesmos!
A foto é linda!

beijinhos

9/25/2009 2:49 da manhã  
Anonymous entremares said...

E por vezes olhamos para o espelho, para o nosso reflexo... e nem sempre nos reconhecemos. Seremos nós aquela figura estranha, que nos sorri ou acena do outro lado do vidro?

Serenos nós aquele? será assim que os outros nos veêm?

Olhem, olhem para mim, estou aqui. Deixem o meu reflexo... porque não olham para mim?

9/25/2009 11:34 da manhã  
Blogger gaivota said...

uma foto reflectida nas palavras que se lêm no seu conteúdo...
muito bonito!
beijinhos

9/25/2009 12:35 da tarde  
Blogger Luis F said...

Parabens pelo texto...

Gostei muito de ler

Bj
Luis

9/25/2009 1:35 da tarde  
Blogger Fernando Santos (Chana) said...

Olá Maria, belo reflexo...belo texto...Espectacular....
Beijos

9/25/2009 4:59 da tarde  
Blogger joaninha said...

Essa imagem disforme e bela ao mesmo tempo transportou-me à minha foto, distorcida e fantasmagórica...e ao som da banda... o cortejo segue como que orando...
Adorei!
Mil beijinhos

9/25/2009 5:28 da tarde  
Blogger © Piedade Araújo Sol said...

excelente a foto e o texto.

gostei!

tem bom fim de semana!

um beij

9/25/2009 5:36 da tarde  
Blogger Tongzhi said...

Que foto espantosa!!!
Beijinhos

9/25/2009 10:15 da tarde  
Blogger Je Vois la Vie en Vert said...

Pois é, minha amiga, às vezes, é assim que vemos o mundo ou é assim que ele nos vê mas olhar o outro olhos nos olhos dá para ver no fundo da alma !

Foto muito original !

Beijinhos

Verdinha

9/25/2009 11:07 da tarde  
Blogger uminuto said...

Perfeito este reflexo, que nos obtriga a uma análise orofunda antes de descobrirmos do que se trata. Uma foto muito boa
beijo e obrigada pela visita

9/26/2009 2:21 da tarde  
Blogger Agulheta said...

Todos temos em alguma altura,o reflexo de nós mesmo e este aqui gostei de ler.
Beijinhos BFS

9/26/2009 2:43 da tarde  
Blogger Benó said...

Somos nós, muitas vezes, reflexos distorcidos engolidos pela cratera do vulcão da vida.
Bonita foto.

9/26/2009 3:46 da tarde  
Blogger ADiniz said...

Quando abrimos os olhos tomamos formas de um corpo, que quase não nos cabemos dentro neste que ocupamos, de tão leve, pois desapegamos das superficialidades de um mundo externo.

Bela imagem, texto e musica suavidade por esta paragem, então da mesma forma desejo-te neste dias que seguem, feitos lua crescente.
Abraços.

9/27/2009 1:31 da manhã  
Blogger Girl's Colection said...

O blog está fantástico, parabéns ^^

9/27/2009 10:35 da manhã  
Blogger O Profeta said...

Passei para te deixar um terno beijo...

9/27/2009 11:20 da manhã  
Blogger Sol da meia noite said...

É tanto o que nos passa ao lado, quando o olhar apenas passa, sem ver...

Excelente post.


Jinhos * *

9/27/2009 1:52 da tarde  
Blogger Brancamar said...

Este apanhado fotográfico é deslumbrante...!
Que saudades tinha de passar por aqui!
Tenho andado cansada, blogado pouco, mas sempre voltarei àqueles a quem a minha alma se ligou para sempre.
Beijinho grande
Branca

9/27/2009 4:07 da tarde  
Blogger Pedro Ferreira said...

Excelente fotografia através do reflexo que, em boa hora, atraiu o olhar da Clarinda...
Beijinhos...

9/27/2009 6:05 da tarde  
Blogger Multiolhares said...

A foto esta fantástica, por vezes existem momentos em que a foto e a escrita se transformam em poesia
beijinhos

9/27/2009 9:40 da tarde  
Blogger Angel of Light said...

Se calhar devemos reflectir bem sobre esses reflexos distorcidos de nós mesmos... ;)

Hmmmm... este saxo até dava jeito para transporta batatas...hehehe... (quem ler isto pensa que enlouqueci, mas sei que a Butterfly percebe...)

Beijinhos de Amor e Luz.

9/28/2009 1:27 da tarde  
Blogger heretico said...

reflexos perversos. certamente...

beijos

9/28/2009 10:52 da tarde  
Blogger Alvaro Oliveira said...

Olá Maria Clarinda

Amiga me desaculpe a ausência tão longa. Mas dificuldades visuais me impedem de permanecer excessivo tempo no PC, que chego a sentir-me
incapacitado de visitar todos os blogs. Mas não esqueci, creia.

Adorei este seu post, e com um destaque para a foto que é um primor

Um beijo

Alvaro

9/29/2009 12:46 da manhã  
Blogger margusta said...

Querida Maria Clarinda, muito original e bela esta tua imagem!

Um beijinho meu,
Margusta

9/29/2009 11:40 da tarde  
Blogger ♥ ♥ Eu said...

Oi amiga, texto belo a ilustrar os reflexos do interior.

bjos prá vc!

9/30/2009 3:29 da tarde  
Blogger Mena G said...

Linda foto!
Um dia gostava de ser capaz de fazer coisas destas...
:)

9/30/2009 5:55 da tarde  
Blogger São said...

à falta de novidades. o meu beijo.

9/30/2009 5:55 da tarde  
Blogger ADiniz said...

Boa Tarde Maria!

Retorno a passear por esta praça
Onde a banda passa no meu tempo
Ali um encontro com os olhos
numa manhã cinzenta
caminho pela nevoa ao encontro
da conversa entre amigas
hj pensei em ti.

Mas isto dito ali em cima
São inícios de teus textos
Pois tens aqui uma harmonia
Entre palavras e imagens...
Por esta rua sem casa
mas cheias de cadeiras,
almofadas, para acomodar os amigos
em uma grande roda a volta de uma fogueira,
e um aroma de jasmim
do vapor do chá que espalha ar
abraçados por um sorriso
plácido no olhar.
Admiro seu trabalho,
E por essa razão gostaria
De pedir para adicioná-la
em meu blog.

Abraços
kokhmahá

9/30/2009 7:40 da tarde  
Blogger DE-PROPOSITO said...

"Quando a gente abre os olhos,
-----------
Só que por vezes abrimos os olhos e não conseguimos ver nada.
---------
Fica bem.
E a felicidade por aí.
Manuel

10/01/2009 1:04 da tarde  
Blogger Oliver Pickwick said...

Não seria o saxofone de Dorian Gray? :)
Brincadeira! A fotografia é muito bonita, além de criativa.
Um beijo!

10/01/2009 1:35 da tarde  
Blogger Maripa said...

O olhar sempre atento,a musicalidade das palavras e... "não mais que de repente" a tua sensibilidade reflectida na "boca de um saxo".

Beijinho,querida Maria Clarinda.

10/01/2009 6:22 da tarde  
Blogger Mona Lisa said...

Olá

li e revi-me na minha infância...brincando com o meu reflexo.

A foto está soberba.

Parabéns!

Bjs.

10/01/2009 9:26 da tarde  
Blogger Osvaldo said...

Clarinda;

Ainda bem que há reflexos que deformam os espelhos da Branca de Neve e nos mostram que afinal também na Banda há sempre alguém que toca melhor que nós!...

bjs, Clarinda.
Osvaldo

10/01/2009 10:42 da tarde  
Blogger mundo azul said...

__________________________________


...assim somos nós. As imagens que fazemos das pessoas, tomam exatamente a nossa forma e não representam o real...


Adorei! Foi um momento de reflexão...


Beijos de luz e o meu carinho!!!

__________________________________

10/02/2009 12:48 da manhã  
Blogger Mário Margaride said...

Querida amiga

Passo por aqui, para reler este belo texto, e desejar-te um excelente fim de semana!

Beijo grande

Mário

10/02/2009 2:51 da tarde  
Blogger Malena said...

Pasé a dejarte um beijo, Mª Clarinda.

10/02/2009 8:14 da tarde  
Blogger Valdemir Reis said...

Olá Maria Clarinda.

Volto aqui para matar a saudade. Sempre que o tempo permite aproveito para visitar e me atualizar. Confesso que estou ausente face às atividades, mas como diz o poeta; “amigo é coisa para se guardar debaixo de sete chaves, assim falava a canção...” Aproveito para compartilhar o poema a seguir;
"Viva a Vida"...
“Por que Viver é Exalar Pura Energia!
É Devolver Sorrisos.
É Acreditar que o Bem Sempre Vence o Mal.
É Conquistar Amigos.
É Ser Sempre Leal e Fiel.
É Transformar a Dor em Alegria.
É Ter Amor no Coração.
É Correr Atrás dos Sonhos, da Inspiração, e dos Projetos
Buscando Sempre o Entendimento das Coisas.
Viver é Ser Sempre da Paz.
É Orar em Agradecimento pelas Dádivas Recebidas.
É Buscar o que Te Faz Bem, e aos Outros Também.
Viver é Lembrar que o Sorriso é o Idioma Universal.
É Lembrar que o Final não Existe.
É Saber que Tudo é um Eterno Recomeço.
E Ver a Vida Sempre com o Amor no Coração.” A. d.
Votos de um ótimo fim de semana. Muita paz, saúde e proteção. Brilhe sempre! Fique com Deus. Sucesso...

Valdemir Reis

10/04/2009 2:52 da manhã  
Blogger legivel said...

... um instrumento cheio de curiosidade pelas gentes que lhe escutam os acordes...

10/05/2009 8:06 da tarde  
Blogger Mário Margaride said...

Olá querida amiga!
Espero que tenhas tido um bom fim de semana perlongado.

Antes de ir fazer óó, passei por aqui, para te desejar uma semana com tudo de bom.

Beijinhos

Mário

10/06/2009 1:48 da manhã  
Blogger Rabisco said...

Olá Maria Clarinda!
É mesmo assim, as surpresas que podemos encontrar!
Por vezes andavam com os olhos demasiado fechados para apreciar aquilo que à nossa volta se encontra...
E somos tão estúpidos...
Basta erguermos a cabeça e vermos realmente com os olhos abertos...um mundo à nossa frente, tal como os reflexos proporcionados na boca de um saxofone...
=)

Gostei

10/06/2009 6:28 da tarde  
Blogger O Profeta said...

...Às vezes uma intensa alucinação
Em que viajas pelo meu eu
Às vezes o mundo fica em espera
Da união do mar com o céu

Onde param os teus anseios
Onde encontras a sublime calma
Nestes dias de dura tormenta
Onde aqueces a tua alma?

Voa comigo...


Mágico beijo

10/07/2009 9:21 da tarde  
Blogger Sonia Pallone said...

Gostei daqui. Lugar onde a poesia escorre e se instala no coração... Beijos e obrigada pelo recadinho carinhoso lá no meu Solidão de Alma, volte sempre.

10/08/2009 3:58 da manhã  
Blogger Elcio said...

Muito bom encontrar seu blog, fui de norte a sul a colher sobras de ti.

Volto mais vezes.

É isso aí.
Bjs

10/08/2009 1:53 da tarde  
Blogger Jacarée said...

Adoreia a melodia!
De repente andamos surdo e de olhos vendados, ou não vimos ou não queremos ver e ouvir.
Bjs.

10/08/2009 6:38 da tarde  
Blogger Sofá Amarelo said...

Acho que todos os reflexos são distorcidos...

10/09/2009 12:36 da manhã  
Blogger elvira carvalho said...

Passei. Deixo um abraço e votos de bom fim de semana

10/09/2009 12:49 da tarde  
Blogger DE-PROPOSITO said...

A banda passava
-----------
A própria existência assemelha-se ao passar de uma banda, ora harmoniosa, ora em total desconcerto.
---------
Fica bem.
E a felicidade por aí.
Manuel

10/09/2009 6:20 da tarde  
Blogger Cöllybry said...

Vim deixar uma beijoca...

Tudo bem?

OlharIndiscreto...A curiosidade

10/09/2009 6:27 da tarde  
Blogger poetaeusou . . . said...

*
fragmentos
de mim . . .
,
brisas serenas,
,
*

10/10/2009 4:41 da tarde  
Blogger Pedrasnuas said...

QUE BELA MELODIA...A DA BANDA...E A DAS PALAVRAS EM FORMA DE BANDA ...E EM FORMA DE PALAVRAS...

BEIJINHO

10/10/2009 4:58 da tarde  
Blogger Duarte said...

Puebla de Sanabria, su lago, que maravilla!!! Que frío en el invierno...

Reflexos, sempre belos na sua deformidade.

Abraços

10/10/2009 9:23 da tarde  
Blogger Mena G said...

Só hoje reparei no teu comentário lá nas "mulheres" do Corto.Há coisas fantáscticas sobre elas. Até me deu vontade de postar mais uma...
:) Hum... talvez amanhã!

10/11/2009 2:04 da manhã  
Blogger Cátia said...

Minha querida, vim até aqui... deixo-te um abraço e um carinho. Feliz dia para ti.

Beijo
CA

10/11/2009 5:17 da tarde  
Blogger Isabel Branco said...

Maria Clarinda

Desculpa o atraso da resposta mas coisas acontecem na nossa vida que nos obrigam a parar e a reflectir.

Adorei a sua visita e descobrir o seu blog também. Parabéns.

Um grande obrigada e um beijinho

10/11/2009 6:32 da tarde  
Blogger Princesa said...

Obrigado pela visita sempre com muito carinho

De todas as flores que colhemos nos campos, a Amizade é o único sentimento que os ventos podem soprar, mas, suas pétalas jamais cairão *

Tenha uma boa noite e amanhã um bom dia
Beijinhos

10/12/2009 10:52 da tarde  
Blogger ▒▓█► JOTA ENE said...

ººº
Ah... tb és amante de reflexos. Só podia.

Será que os refexos nos definem a nós próprios?

Bjos___fotografados

10/13/2009 6:12 da tarde  
Blogger Mário Margaride said...

Minha amiga.
Passei por este teu cantinho, para te desejar um excelente fim de semana, com tudo de bom.

Beijinhos

Mário

10/17/2009 2:30 da tarde  
Blogger jo ra tone said...

Bela foto
Bem pensado o reflexo numa boca desse tamanho, que quando soa tem voz de trovão
Beijinho

10/18/2009 11:33 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home