segunda-feira, outubro 19, 2009

Vi-a assim... envolta no silêncio... do presente... do passado... quantas histórias teria para contar... tantas partidas... chegadas... umas felizes... outras, nem tanto... não consegui deixar de a fitar... exercia sobre mim uma força enorme... parecia querer dizer-me... ou, partilhar algo... olhei-a, durante algum tempo... sim... eram segredos....ouvi os seus... contei-lhe os meus ... numa cumplicidade... que se tornou promessa... um dia também ela... iria assistir à minha partida... não mais me senti ...tão só!
"Nada nos deixa tão solitários como os nossos segredos"Paul Tournier
Foto tirada das muralhas do Castelo de Óbidos

83 Comments:

Blogger Paula Raposo said...

Porque a vida se faz de partidas e chegadas...beijinhos.
(Escusado dizer que gostei muito!)

10/19/2009 9:30 da manhã  
Blogger ADiniz said...

Ok que tenham partidas,
mas seria necessária tanta dor.
Mesmo que saibamos que a aceitação
é uma questão emocional e que ela nos remeti a sentimentos de outros mundos, até pq os afetos são nascentes de nosso intimo.
Difícil compreensão, mas necessária.
Abraços e uma boa semana

10/19/2009 10:31 da manhã  
Blogger Cátia said...

As histórias, as nossas e dos outros; os momentos de silêncio, os nossos e o dos outros que nao os entendem; as partidas e chegadas, as nossas com os outros, ou sozinhas; os segredos os nossos e apenas nossos, sem os outros. A dor, aquela que nos maltrata o coração. A promessa, a nossa, de um dia tudo ser mais colorido, menos só, menos doloroso, menos... A promessa de um dia nos encontrarmos em nós.

Estou por aqui querida.
Um Abraço imenso,
CA

10/19/2009 12:01 da tarde  
Blogger Malena said...

Siempre he pensado que las estaciones de tren tienen una magia especial pues es el receptáculo de miles de historias, unas tristes y otras bellas.

Si hablaran...

Es un escrito bello, Mª Clarinda. Puede que algún día, ella cuente también nuestra historia.

Mil beijos e mil rosas.

10/19/2009 1:18 da tarde  
Blogger Sofá Amarelo said...

Óbidos, local mágico onde vou todas as semanas apesar de viver longe... também já fiz fotos do mesmo tema mas esta está simplesmente fantástica...

Muitos beijinhos. Boa semana.

10/19/2009 2:19 da tarde  
Blogger gaivota said...

uma foto cá de cima... lindooooooooooo
há quem chegue e há quem parta... ficam saudades ou não!
o silêncio do nada que dói, enfim!
as minhas viagens em comboio enetenderam-se há muitos anos, semanalmente, de lisboa para caldas da raínha, ou valado dos frades, linha oeste, pois então!
e havia muita magia,as paragens, o anseio de chegar...
o teu marido jogou hóquei, no alvade certamente... se calhar conhecemos gentes comuns!
beijinhos

10/19/2009 3:23 da tarde  
Blogger Maria, Simplesmente said...

É por isso que eu não gosto de segredos, embora todos tenhamos os nossos...
Em compensação gosto de fotografia para nela os guardarmos.
Bonita foto
Boa semana
Maria

10/19/2009 4:51 da tarde  
Blogger Menina do Rio said...

Silêncios guardados em segredo. ED temos tantos!

Querida, muito obrigada pela amizade nesses anos!

Um beijinho deste lado

10/19/2009 5:01 da tarde  
Blogger Meg said...

Nada nos deixa tão solitários como os nossos segredos.

Como é verdade, minha amiga!

E são esses segredos que me fazem detestar despedidas, de combóios, barcos ou aviões...

Um beijo

10/19/2009 5:55 da tarde  
Blogger Ana Oliveira said...

Maria Clarinda

Por vezes os nossos segredos são como teias de aranha vazias...colam-se à pele.

Beijos

Ana

10/19/2009 7:01 da tarde  
Blogger Eärwen Tulcakelumë said...

Querida Clarinda,

Muitas partidas ainda haveremos de ver, pois a vida é assim formada de chegas e partidas... E assim, com certeza, um dia chegara o tempo de ir...
Segredos...segredos...quantos são...quem nos os tem...mas penso que feliz é termos alguém com quem dividir...
Pérolas de luz aqui deixo.
Com carinho
Eärwen

10/19/2009 7:32 da tarde  
Blogger Pena said...

Simpática Amiga Preciosa:
Mais uma explosão fabulosa do seu sentir notável.
"...não consegui deixar de a fitar... exercia sobre mim uma força enorme... parecia querer dizer-me... ou, partilhar algo... olhei-a, durante algum tempo... sim... eram segredos....ouvi os seus... contei-lhe os meus ... numa cumplicidade... que se tornou promessa... um dia também ela... iria assistir à minha partida... não mais me senti ...tão só!..."

É segredo, não é? Não o abra. Seria como "Abrir" o Diário de uma adolescente fechado a cadeado.
É crime...sabia?
Perfeito.
Beijinhos amigos de um respeito e admiração enormes.
Adorei!


pena

Fabuloso!

10/19/2009 7:37 da tarde  
Blogger Lilá(s) said...

E há segredos tão sofridos que doem tanto...
Bjs

10/19/2009 9:57 da tarde  
Blogger JPD said...

O segredo poderá ser comparado a uma corruptela de certos dados da nossa intimidade... Com uma suposta garantia de não divulgação após ter sido dada a conhecer a uma determinada pessoa e não a outra.

O sentimento de nada poder ser feito -- Mesmo a zanga quando se tem conhecimento da divulgaçao nada poder acrescentar para remediar a quebra de palavra.

10/19/2009 10:19 da tarde  
Blogger mundo azul said...

________________________________


Assim é! Todos os cantos, tem uma história para contar e todos, um dia, acabarão...O eterno ciclo!


Adorei!


Beijos de luz e o meu carinho, Maria Clarinda...

________________________________

10/19/2009 10:33 da tarde  
Blogger Thiago said...

"Mande notícias do mundo de lá
diz quem fica..."

"Todos os dias é um vai-e-vem
A vida se repete na estação
Tem gente que chega pra ficar
Tem gente que vai pra nunca mais
Tem gente que vem e quer voltar
Tem gente que vai e quer ficar
Tem gente que veio só olhar
Tem gente a sorrir e a chorar
E assim, chegar e partir

São só dois lados
Da mesma viagem
O trem que chega
É o mesmo trem da partida
A hora do encontro
É também de despedida"

no comments...

adoro-te Dona Sol

10/19/2009 11:36 da tarde  
Blogger Eduardo Aleixo said...

O teu texto é bonito e profundo. Tens um talento especial: colocas na boca de poucas palavras muita coisa bela. Sim... mereces uma concha. Bj

10/20/2009 12:39 da manhã  
Blogger Mário Margaride said...

Pois é, minha amiga. A vida é feita de encontros e desencontros, de chegadas e partidas.

Uma boa semana.

Beijinhos...

Mário

10/20/2009 3:40 da tarde  
Blogger Cadinho RoCo said...

Na solidão experimentamos muito do que é escondido pela ilusão.
Cadinho RoCo

10/20/2009 4:02 da tarde  
Blogger Fernando Santos (Chana) said...

Olá Maria, gostei da foto e do texto...Espectacular....
Beijos

10/20/2009 4:55 da tarde  
Blogger Pedrasnuas said...

SE HÁ PARTIDAS E CHEGADAS ....HÁ GENTE A ENTRAR, A PERMANECER,A PARTIR...ENTÃO EXISTE VIDA...UMA PORTA DE VAI-VEM...QUE ENTRE PAREDES ESCONDE TANTAS HISTÓRIAS QUE NINGUÉM OUSA CONTAR...SÃO SEGREDOS BEM GUARDADOS...

BEIJINHOS

10/20/2009 9:32 da tarde  
Blogger Tongzhi said...

Mais uma excelente conjugação das palavras e da imagem.
Maravilhoso!!!

Beijinhos

10/20/2009 11:00 da tarde  
Blogger Je Vois la Vie en Vert said...

O tempo está sempre a correr...

Beijinhos

Verdinha

10/20/2009 11:36 da tarde  
Blogger elvira carvalho said...

A vida é isso. Paridas e chegadas, promessas e certezas.
Gostei da foto.
Um abraço

10/21/2009 12:07 da manhã  
Blogger Mona Lisa said...

Olá

Soberbo!

...tocou-me!

Há segredos tão sofridos!!!

Bjs.

10/21/2009 12:41 da manhã  
Blogger Maripa said...

Texto lindo a mostrar a tua sensibilidade à flor da pele.

Partidas e chegadas,alegria e dor tantas vezes sentidas no caminho percorrido...

Os nossos segredos vamos contá-los no alto mar,lá longe onde ninguém nos possa ouvir ... não mais estaremos sós.

Beijo,Maria Clarinda.E o meu carinho.

10/21/2009 2:35 da manhã  
Blogger uminuto said...

belíssima foto, onde a solidão é tudo menos pesada
um beijo

10/21/2009 12:11 da tarde  
Blogger Agulheta said...

Querida amiga.Eu gostava de gritar alto os meus "segredos"penso ser poucos,mas se o fize-se seria no alto do monte.
Beijinhos.

10/21/2009 10:26 da tarde  
Blogger Ana Martins said...

Um texto para nos fazer meditar Maria Clarinda!

Beijinhos,
Ana Martins

10/22/2009 12:27 da manhã  
Blogger Carla said...

esta casa parece um recanto de segredos bem guardados
beijos e bela foto...para além das palavras

10/22/2009 3:09 da tarde  
Blogger des-encantos said...

...as estações têm todas um a historia mtº singular e especial.
tenho alguma sprá troca...

10/22/2009 4:14 da tarde  
Blogger joaninha said...

Recordei-me de certas estações de caminhos de ferro, que pelo tempo foram sendo esquecidas... mas a tua foto levou-me a outras paragens...
O texto, como sempre, muito bom. Deixo-te um beijinho cheio de carinho, isabel

10/23/2009 4:44 da tarde  
Blogger © Piedade Araújo Sol said...

texto e foto em completa sintonia.

gostei dos dois.

bom fim de semana!

beij

10/23/2009 8:15 da tarde  
Blogger Multiolhares said...

quantas vezes olhamos algo, e esse silencio solitario vem á tona, mas faz parte do caminhar, também escreve o livro da nossa vida
beijinhos

10/23/2009 10:25 da tarde  
Blogger Carol Flor said...

Oi amore.. voltei pro aconchego das palavras....
Luz sempre...
Bjos e Flores

10/24/2009 3:11 da manhã  
Blogger Graça Pires said...

A cumplicidade é preciosa...
Um beijo.

10/24/2009 5:31 da tarde  
Blogger mfc said...

Que texto tão bonito!!
Olha que o li duas vezes...

10/24/2009 6:28 da tarde  
Blogger poetaeusou . . . said...

*
a linha do oeste,
do vai e vem
da minha juventude . . .
,
brisas serenas, deixo,
,
*

10/24/2009 8:42 da tarde  
Blogger Adrielly Soares said...

Lindo lindo.
Perfeito.

10/25/2009 1:32 da manhã  
Blogger *** Cris *** said...

"Nada nos deixa tão solitários como os nossos segredos"

E como nos deixa assim...
Adorei vir aqui, espero que esteja bem, bjs!

10/25/2009 7:49 da tarde  
Blogger lua prateada said...

Quanta verdade amiga e, um ditado diz" nem ás paredes me confesso", mas elas já estavam...estão e ficarão...na realidade se elas falassem que diriam? tanta coisa viram, ouviram, sentiram, almas abrigaram...
Beijinho com muito
SOL

10/26/2009 12:38 da manhã  
Blogger ADiniz said...

passo por aqui pra te desejar uma semana como esta linda lua, sempre crescentes, seja teus dias.
Bjinhos.

10/26/2009 12:56 da manhã  
Blogger Mário Margaride said...

Querida amiga

Passo por aqui, para desejar-te uma excelente semana com tudo de bom.

Beijinhos

Mário

10/26/2009 6:46 da tarde  
Blogger ▒▓█► JOTA ENE said...

ººº
Passando p'ra ver fotos e sentir poesia.

10/26/2009 11:38 da tarde  
Blogger Brancamar said...

Sempre a conjugação perfeita das imagens e texto...e a música que tens por aqui também é maravilhosa.

Ter recordações é tão bom, ter segredos nem tanto, é a solidão que refere Paul Tournier, são poucos os previligiados capazes de os confessar, porque também são raros os que são capazes de os ouvir sem preconceitos...

Por isso este texto é tão interessante, pela partilha dos segredos, pela cumplicidade...

Beijinhos para ti Maria Clarinda, sempre atenta aos momentos da vida.

10/27/2009 10:22 da tarde  
Blogger Sol da meia noite said...

Simplesmente maravilhoso, este post.
Esta cumplicidade do ver e do sentir. A partilha de segredos, que quebra a solidão...

Gostei imenso :-)
Jinhos * *

10/28/2009 1:31 da tarde  
Blogger TristãoeIsolda said...

Histórias, segredos que o abandono dos lugares não abandona. Tudo fica guardado, resistindo ao passar do tempo e à solidão.

Abraço

10/28/2009 4:12 da tarde  
Blogger AnaMar (pseudónimo) said...

Ainda bem que vim aqui.
Segredos. Será que., o que escondemos dos outros, por vezes esconderemos de nós próprios?

Segredos. Que bom que é partilhá-los (os noso) com alguem , numa cumplicidade de total confiança.

De que serve termos segredos, se os guardamos de quem amamos?

A dor vem, quando a confiança se esfuma, e os segredos são revelados.Quando confiámos...
excelente texto.

Bj

10/29/2009 12:58 da manhã  
Blogger Aguimas said...

Recomendaram-me o Blog- Adorei.

10/29/2009 11:55 da manhã  
Blogger Ana Martins said...

Passei à procura de um novo post, deixo um beijinho e a minha amizade!

Ana Martins

10/30/2009 12:00 da manhã  
Blogger Luis F said...

Sem querer repetir o que por aqui já foi referido... a vida é isso mesmo, feito de partidas e chegadas.

Gostei muito de ler este teu texto e reflecti nele.

O lançamento do meu livro correu bem... obrigado

Com amizade
Luis

10/30/2009 6:31 da tarde  
Blogger pin gente said...

não sei se concordo com paul tournier...
e os segredos fazem (também) parte das memórias... como as partidas, as chegadas e não têm porque nos fazer sentir sós mesmo que não partilhados. talvez os segredos tenham um alvo que nos acompanha num outro segredo!
gosto bastante da foto.
um beijo
luísa

10/30/2009 9:07 da tarde  
Blogger Helena Paixão said...

Belas palavras inspiradas por uma foto bem executada e trabalhada.

Bjs e bom fds :-)

10/30/2009 10:10 da tarde  
Blogger Mário Margaride said...

Querida amiga

Passo por aqui, para te desejar um excelente fim de semana com tudo de bom.

Beijinhos

Mário

10/31/2009 2:11 da manhã  
Blogger heretico said...

beijo

10/31/2009 10:06 da tarde  
Blogger O Sibarita said...

E ai fia, partiu? kkkkkk

Excelente texto! Ao certo tem dias que queremos fazer isso assistir a nossa partida...

bjs
O Sibarita

11/01/2009 9:48 da tarde  
Blogger Sonia Pallone said...

Me emocionei sabia? É tão bom quando o coração abraça o momento de alguém! O meu acolheu o seu...Bjs minha querida.

11/01/2009 11:43 da tarde  
Blogger Spectrum said...

...e as partidas de nós mesmos, qd rumamos ao exílio da solidão.
beijo

11/02/2009 5:23 da tarde  
Blogger Vieira Calado said...

Olá amiga!

Passei para ler (ou reler)

e deixo beijocas

11/02/2009 6:17 da tarde  
Blogger Ana Oliveira said...

Maria Clarinda

Tens um selo no meu blog, que se destina aos blogs onde todos os dias se aprende algo de novo.

Gostava que aceitasses pelo prazer de cada visita que te faço.

Um beijo

Ana

11/03/2009 12:41 da manhã  
Blogger Maria Emília said...

Quem já olhou um navio a desaparecer no horizonte sabe que ele continua lá, só que nós não o vemos. Ele continua lá e vai aportar a algum lugar do outro lado.
Um grande beijinho,
Maria Emília

11/04/2009 6:13 da tarde  
Blogger O Profeta said...

Frias pedras, negro basalto
Sentinelas do receio à tempestade
Testemunhas da viajem do tempo
Cobertas de sal, guardiãs da verdade

Mas, não há duas reais verdades
Não há rios que correm para o alto
Não há amor num coração que mente
Não há ternura sem viver o momento


Vem viver a minha cidade inventada


Doce beijo

11/04/2009 8:54 da tarde  
Blogger Mário Margaride said...

Querida amiga

Passo pelo teu cantinho carinhoso, para te desejar uma boa quinta feira, e um resto de semana com tudo de bom.

Beijo grande, com muito carinho.

Mário

11/05/2009 2:42 da tarde  
Blogger BC said...

Palavras certas num tempo em que se chegue e se parte, mas fica sempre algo...!!!
Isabel

11/05/2009 8:11 da tarde  
Blogger Cátia said...

vim reler-te querida... Vim perder-me 1pco por aqui... Vim saborear 1pco das tuas palavras, das tuas fotos... Vim partilhar segredos num tentativa de companhia... Vim encontrar-me contigo... Numa partida mas principalmente numa chegada.

Abraço,
CA

11/09/2009 6:06 da manhã  
Blogger tulipa said...

Fiquei deliciada com a sua escrita.
Obrigado pela partilha.


Quer saber mais sobre esta história?
...«Anna não está doente, mas bem poderia estar. Aos treze anos e idade já passou por várias operações, transfusões e injecções para ajudar a irmã, Kate, que sofre de leucemia. Anna nasceu com esta finalidade, disseram-lhe os pais, e é por isso que eles a amam ainda mais. Mas agora ela não pode deixar de se questionar sobre como seria a vida dela se não estivesse presa à irmã... e toma uma decisão que, para a maioria das pessoas da sua idade, seria quase impensável.»

11/11/2009 1:32 da manhã  
Blogger Pena said...

Os meus inúmeros segredos. Os seus gigantescos segredos.
A solidão.
Brilhantes. Só meus e seus.
Ah, quem me dera poder contá-los.
Beijinhos.

pena

11/12/2009 6:50 da manhã  
Blogger Eduardo Aleixo said...

Passei por aqui para deixar um beijo e voltei a ler o texto, que é uma delícia.

11/12/2009 10:27 da manhã  
Blogger PAS[Ç]SOS said...

Há focos que se reflectem naquilo que sentimos. Iluminamo-los com a projecção do que guardamos e na cumplicidade juntamos segredos.

11/12/2009 1:21 da tarde  
Blogger Mário Margaride said...

Querida amiga

Passo por este teu mar de magia, para te desejar uma excelente quinta feira!

Beijinhos ternos

Mário

11/12/2009 4:44 da tarde  
Blogger Sofá Amarelo said...

Muitos beijinhos. Bom fim-de-semana!!!

11/14/2009 12:11 da manhã  
Blogger gaivota said...

vim de passagem, como o comboio numa estação... saber de ti!
beijinhos

11/15/2009 4:32 da tarde  
Blogger Carol Flor said...

Olás...
Olha só estou retomando o blog e com endereço novo :)

http://carolbioflor.blogspot.com/

estou retomando os contatos
Beijos e Luz

11/15/2009 6:25 da tarde  
Blogger Carol Flor said...

Olás...
Olha só estou retomando o blog e com endereço novo :)

http://carolbioflor.blogspot.com/

estou retomando os contatos
Beijos e Luz

11/15/2009 6:25 da tarde  
Blogger Mário Margaride said...

Uma excelente semana, minha amiga, com tudo de bom.

Beijinhos

Mário

11/18/2009 12:15 da manhã  
Blogger meus instantes e momentos said...

passando para desejar um ótimo final de semana. Gosto daqui
Maurizio

11/21/2009 5:16 da tarde  
Blogger Sofá Amarelo said...

Muitos beijinhos e bom resto de fim-de-semana, apesar da chuva!!!

11/21/2009 7:09 da tarde  
Blogger Cadinho RoCo said...

Muito interessante perceber que os segredos nos remetem à solidão.
Cadinho RoCo

11/22/2009 12:50 da manhã  
Blogger Brancamar said...

Volto apenas para te revisitar e deixar beijinhos.
Tudo de bom.
Branca

11/25/2009 1:43 da manhã  
Blogger Cátia said...

Voltei aqui hoje no silêncio da noite para te reler... e para te dizer que terás que quebrar a promessa feita nesse lugar à pequena estaçao!

A solidão só existe até se encontar alguém mais semelhante que as sombras que existem em ti... e aí, os segredos deixarão de fazer sentido... passarão de segredos a partilhas, e a solidão transformar-se-á em cumplicidade.

Abraço apertado com o carinho que soa no encontro de olhares...

11/25/2009 11:54 da tarde  
Blogger Odele Souza said...

Um texto que me tocou profundamente. E como vivo envolta em silêncios...

Beijos e muito obrigada por já teres assinado a petição - Segurança nas piscinas.

Em meu nome e em nome de Flavia,MUITO OBRIGADA!

Beijos!

11/26/2009 10:27 da manhã  
Blogger Mário Margaride said...

Olá, Clarinda!

Onde tens andado? Sumiste? Espero que esteja tudo bem contigo.

Tem uma boa noite

Deixo-te um terno beijo...

Mário

11/26/2009 8:33 da tarde  
Blogger Sofá Amarelo said...

Bom fim-de-semana, apesar do temporal que se aproxima...

Muitos beijinhos!!!!

11/27/2009 7:02 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home