segunda-feira, junho 05, 2006





Que saudades do mar, embora o veja da minha varanda,
tenho saudades de o ouvir, de pisar a areia que ele beija,
de sentir o seu sabor salgado e de concretizar,
o belo poema que o meu amigo Maltês dedicou a esta foto:

Serei onda serei mar
Serei ave e terei asas
caminharei sobre as vagas
caminharei sobre o silêncio
e terei asas...
para voar...

5 Comments:

Blogger Thiago said...

Quando menos esperares poderás sentir a frescura da mãe água a limpar-te a alma e os raios do pai sol a trazerem de novo a alegria ao teu eu :-) um beijo cheio de energia para uma mãe que adoro muito!!

6/06/2006 10:46 da manhã  
Blogger Rita said...

Não tarda nada e já lá estás a senti-lo!
Beijinhos, beijinhos

6/06/2006 9:06 da tarde  
Anonymous Márcia(clarinha) said...

Sinta-o querida e estará em total felicidade!
Lindo dia,
beijosssssssssss

6/06/2006 9:17 da tarde  
Blogger Miguel said...

Oi Clarinda,

Espero que brevemente esteja em forma, para asim poder disfrutar de todos os elementos da natureza :)

Bjs ainda de longe
Miguel

6/07/2006 8:53 da manhã  
Blogger Biscoito said...

que bonito minha querida
beijinhos de muita saudade,
sofia

6/08/2006 10:46 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home