quarta-feira, abril 09, 2008

Encontrei-a no meio de uma imensidão de pedras nas "muito minhas" falésias...algures entre a Boca do Inferno/casa da Guia (Cascais). Imediatamente a chamei de "minha Gruta". Lá, senti-me tão segura...tão eu. Claro o Mar...logo ali.
E dando força ao meu sentir, lembrei-me do poema do Mia Couto:

Estas pedras

sonham ser casa

sei

porque falo

a língua do chão


nascida

na véspera de mim

minha voz

ficou cativa do mundo,

pegada nas areias do (…)


agora,

ouço em mim

o sotaque da terra


e choro

com as pedras

a demora de subirem ao sol


Mia Couto in" Raiz de orvalho e Outros Poemas"


142 Comments:

Anonymous Vanessa said...

Oi linda, como vai? adorei o post...lindo...obrigada pelo carinho, adoro recebe-la em meu jardim, bjos magicos e volte sempre que quiser

4/09/2008 1:11 da manhã  
Blogger Carminda Pinho said...

Olhando esta gruta, vieram-me à memória, sonhos de criança...
O poema de Mia Couto completa na perfeição este lindo post.

Beijos

4/09/2008 5:55 da manhã  
Blogger Brisa do Mar said...

Existem sitios e cheiros que nos trazem memórias tão doces...
Obrigada pela visita, volta sempre que o desejares. Fica Bem, Bj

4/09/2008 9:02 da manhã  
Blogger poetaeusou . . . said...

*
feliz e grato
por me "dares" mia couto,
,
para ti, com palavras de mia couto,
,
>>>>>metamorfose<<<<<
Pedras
casa da memória
chão falado
na língua do mundo
voz cativa
no sotaque da areia
pegadas da terra
chorando a demora
na gruta solar,~
,
conchinhas poéticas
deixo,
,
*

4/09/2008 9:29 da manhã  
Blogger Thiago said...

Bonita simbiose entre foto e texto. Genial como sempre, Dona Sol!!

petons amb tendressa

4/09/2008 9:41 da manhã  
Blogger Sérgio Figueiredo said...

Excelente poema nos dás de Mia Couto. Grande Poeta.

Bonito espaço que encontraste "rochas e gruta" tudo junto para um sentir de desejos. Deve ter uma maravilhosa vista para o mar.

Beijo

4/09/2008 9:53 da manhã  
Blogger Angel of Light said...

A sua gruta é linda, é o seu refúgio, é onde carrega baterias, é onde reflecte em silêncio, é onde recebe o seu Amor! A sua gruta é feita de pedras... pedras de cristal transparente, como aquela que transporta numa parte móvel do seu corpo... pedra de cristal que irradia a Luz que brota do seu peito.
A sua gruta é só sua e é nela que tudo começa...

Fotografia espectacular,... como não podia deixar de ser!

Gosto muito de si!

Beijinhos cheios de Amor, Paz e Luz!

4/09/2008 10:01 da manhã  
Blogger Um Momento said...

"Casa" linda essa...
Voltaram á minha memória tempos passados na "Boca do Inferno"...
Menina ,criança...de mão dada pelos pais...sorvendo essas belezas...
Mia Couto...na Perfeição e harmonia deste Belo Momento

Grata Maria...
Lindo Post

Beijo MUITO grande!!!!

(*)

4/09/2008 11:01 da manhã  
Blogger Pena said...

Doce e Terna Amiga:
Um refúgio tão belo e profundo.
Faz meditar e reflectir com encanto de maravilhar.
Todos deveriamos ter um. Talvez, pondo as pedras magníficas a comunicar, com doçura como o faz sempre.
Impressionante de beleza e talento poético.
OBRIGADO pelo poema doce que me encantou.
Escreve como ninguém.
Ninguém pode passar passar aqui indiferente a tanta ternura e beleza.

Bijinhos de estima que respeitam. Imenso!

pena

4/09/2008 2:04 da tarde  
Blogger peciscas said...

Como te compreendo. Nas praias o que mais aprecio, não são os grandes areais, a confusão de gentes. Mas sim as rochas, os refúgios, a intimidade com a natureza.

4/09/2008 5:05 da tarde  
Blogger Patricia said...

Preciosa fotografía... Vengo a agradecer tu visita y comentario y a dejar desde Santiago de Chile, un fortísimo abrazo.

Saludos.

4/09/2008 6:18 da tarde  
Blogger © efeneto said...

Finalmente descobri onde vai buscar a inspiração não só fotografica como a escolha poetica.
Irei escrever um poema dedicado a si...*A "Minha" Fada numa Gruta*.

Voltarei...beijito.

4/09/2008 7:40 da tarde  
Blogger Éverton Vidal said...

@gmail.cmLindo o 'meu' poema de Mia Couto (ele já é meu há algum tempo). Linda a gruta também.

E é claro... lindo blog.

Inté!

4/09/2008 8:11 da tarde  
Blogger Divinius said...

Gostei de ler e lindo blog:)

4/09/2008 8:22 da tarde  
Blogger OUTONO said...

Ler Mia Couto, transporta-me rapidamente, para uma conferência realizada em Lisboa, onde dissertou, sobrea cultura dos Media.
É uma homem com uma sensibilidade muito simples e tocante.

Tal como este poema que já conhecia.

Foi bom relê-lo.

4/09/2008 9:18 da tarde  
Blogger multiolhares said...

Existem locais que sentimos como nossos
beijinhos

4/09/2008 9:41 da tarde  
Blogger Menina do Rio said...

Um belo refúgio. Pedra "casa" com casa; rocha segura...

Um beijo

4/09/2008 10:15 da tarde  
Blogger JPD said...

Esta zona da costa que referes é muito ciosa da sua beleza. Nem sempre está disponível para partilhar. É então, quando a fúria do mar atinge o seu máximo fulgor que a distância ganha relevo e se oferece à apreciação.
Sucedem-se a seguir as calmas e apaziguamentos e então podemos descer a falésia ou ir até ao Cabo Raso ver a comunhão, às vezes quase soturna e dengosa -- entre o mar e a terra.

Muito bonita a costa e perfeitamente adequado o poema do Mia e o seu dom para cobinar as palavas para que a poesia pareça coisa de... emocionar.

4/09/2008 10:40 da tarde  
Blogger meu cantinho said...

Bonito poema.Como o blog em si ,
são paisagens assim que nos faz recordar a nossa infancia obg pelo seu comentario :)*
noite serena

4/09/2008 11:34 da tarde  
Blogger Starseed said...

Gruta, refúgio, seguro... faz me querer lembrar-te que não há espaço ou gruta mais protectora do que a câmara secreta do coração. Fecha os olhos diáriamente (bastam poucos minutos), inspira fundo e visualiza e constrói a mais bela gruta no teu coração, no chakra cardíaco e vai-lá sempre que quiseres... essa gruta será um espaço protector e um portal para onde quizeres ir...

Belo post!

Beijinhos, Srª Atlante do Mar

Starseed

4/09/2008 11:36 da tarde  
Anonymous Luana said...

Oieee...

Que lindo seu blog!!

AMEIIII!!!

Espero que venha o meu mais vezes!!!

Bjs e parabéns

4/09/2008 11:41 da tarde  
Blogger António Inglês said...

Cuidado com essas grutas do Guincho.
Durante anos por esses lados me fartei de pescar e sei o quanto são perigosos.
Uma vez um velhote que me mirava numa saída para o mar, chamou-me e disse-me:
- Amigo, sempre de olho no mar que ele para virar é num instante...
Um abraço amigo
António

4/10/2008 12:26 da manhã  
Blogger Kokas said...

Encontraste uma gruta ao meu lado sabias? :)
Mas dá que pensar: ainda há tempo para termos grutas só nossas?

Aquele beijinho

4/10/2008 12:50 da manhã  
Blogger Alice Matos said...

Lindo... foto e poema...

Beijos...

4/10/2008 1:12 da manhã  
Blogger QuartoCrescente said...

Conheço essas pedras... conheço esse poema... juntos tomam novas dimensoes..

Beijo

4/10/2008 1:27 da manhã  
Anonymous Ivan said...

Olá!
Minha primeira vez aqui hoje.

Mas, pelo que vi escrito, creio que não será a última.

Where In The World

4/10/2008 1:41 da manhã  
Blogger Lampejo said...

Clarinda,

Muito bem,...um lugar para repor as energias e nos alimentarmos de paz....
uma "gruta"..igual a um coração acalentado pela magia do lugar.

Querida...

(a)braços e flores de girassóis :)

4/10/2008 1:58 da manhã  
Blogger Oliver Pickwick said...

Uma chalé na montanha? Uma casa de praia? Uma casa de campo? Nada disso, tinha de ser original, tens uma gruta. Não é para qualquer um.
O poema é bonito, discordo apenas que as pedras sonham ser casa, acredito que elas sonham ser um lar.
Um beijo!

4/10/2008 2:35 da manhã  
Blogger Sahmany said...

Oi menina, tudo bem?
Beijão pra vc. Tb estava com saudades

4/10/2008 2:51 da manhã  
Blogger Lyra said...

O tempo é escasso mas não quis deixar de passar para dar um beijinho.

Até breve!

;O)

4/10/2008 9:41 da manhã  
Blogger Liliana said...

Olá.

Também tenho uma gruta onde moro...e achei engraçado este comum interesse por grutas.

Obrigada pela visita.

4/10/2008 9:45 da manhã  
Blogger Marta said...

Que local tranquilo para meditar, escrever e/ou ler....
O poema muito bem escolhido...
Há uns tempos que não venho para estes lados...
Até já
Beijos e abraços
Marta

4/10/2008 10:39 da manhã  
Blogger Carla said...

Mia Couto que escreve palavras que eu queria minhas e esta tua gruta que me transporta para espaços que eu queria meus...uma dupla perfeita
beijos

4/10/2008 10:56 da manhã  
Blogger O Profeta said...

Hoje não vou falar de amor
Hoje tenho saudade de canções
De uma voz perdida no tempo
Que me ensinou o sonho, as emoções

Hoje senti saudades da minha rua
Da casa fria e quente da ternura
Do cheiro a lenha, pão amassado
Dos abraços tidos de forma tão pura


Hoje convido-te a saberes um pouco de mim

Um resto de boa semana



Terno beijo

4/10/2008 11:12 da manhã  
Blogger numerusclausus said...

Minha Alma Gémea
A nossa gruta, firme, aquilo que nos fecha... E o nosso mar. O meu corpo e o meu sangue. Consegui criar uma gruta em mim, fria mas protectora. Quando um Sol verdadeiro aparece a pedra acumula o calor, mas a estabilidade da sua temperatura interna mantem-se. Não fossem as constantes violações que o mar me faz e não haveria novidade por dentro. Como é bom sentir que ele me molda. Erosão de mim, e o destino, unir-me a ele, feito areia, no seu fundo. Somos assim, não é?
Beijinho

4/10/2008 12:21 da tarde  
Blogger Isabel José António said...

Querida Amiga,

Obrigada por ter ido visitar-nos numa das nossas casas!

Esta sua foto (como aliás é costume) está espectacular e a selecção do poema sasa-se com ela muitíssimo bem.

Se quiser, passe também nos nossos outros cantinhos... o Observatório, a Poesia Viva ou até os blogues em partilha com outros amigos, como é o caso do Perigo de Poeticidade e do Círculo de Poesia...

Um abraço

Isabel

4/10/2008 12:43 da tarde  
Blogger Ana Luar said...

"Eu falo a lingua do chão"
Simplesmente belo!

4/10/2008 1:11 da tarde  
Blogger oceanus said...

...que sensibilidade... encontrar uma verdadeira comunhão entre as palavras e a imagem... lindo!

Que bonita partilha

bjs do fundo do Oceanus

4/10/2008 2:23 da tarde  
Blogger **Je Vois la Vie en Vert ** said...

Também fiquei muito feliz com a tua visita. Estás sempre bem vinda !
Espero que a tua gruta se mantenha sempre como a deixaste : bela, pura, doce, ouvinte e apazigadora e que ela possa sempre ser o teu refúgio !
Beijinhos verdinhos

4/10/2008 3:33 da tarde  
Blogger © efeneto said...

*A "minha" Fada numa Gruta*


Na gruta a figura:

cabelo à brisa
escondendo os olhos de mel
vestes brancas esvoaçantes
flores na mão caída
fixando para lá do ângulo
do céu com o mar
É uma fada que mora na gruta
disse-me o vento de março
Prendi nela o olhar
tempo atrás de tempo
e a sua mão direita domou o cabelo
Virou para mim o rosto
lentamente
como sabendo de mim
Era a "minha" fada
que um dia jurou
partilhar comigo uma amizade sem fim.
** *****

O prometido é devido....Um beijo do duendo amigo.

4/10/2008 4:23 da tarde  
Blogger ZezinhoMota said...

Bonita escolha e gostei da tua visita.

Bjnhs

ZezinhoMota

4/10/2008 6:01 da tarde  
Blogger ♥M@cellY♥ said...

Que foto linda...
A sua gruta é perfeita! rs
O poema que escolheste também é perfeito para a ocasião...
Adorei!

Que bom que gostou do meu cantinho...^^
Volte sempre por lá, que eu tenho certeza que voltarei aqui.

Bjinhuus

4/10/2008 7:32 da tarde  
Blogger Graça Pires said...

A Gruta. A Boca do Inferno. O poema de Mia Couto. Tudo pura magia. Um beijo.

4/10/2008 7:36 da tarde  
Blogger Auréola Branca said...

Ela descobrira, aos poucos, sentimento. Nas palavras, nas fotografias, no recado deixado há pouco no blog. Ela acreditava que falara a mesma lingua, pois falara pro coração...
Ela encantou-se com detalhes...

4/10/2008 7:49 da tarde  
Blogger BIA said...

Cuidado, querida amiga! Tem cuidado com o mar revolto!

Aprecia, mas não te distraias...É que ele é muito "cioso" das suas coisas!

Ah, que eu perco tantas vezes o chão!!!

Abraço fraterno

BIA

4/10/2008 8:20 da tarde  
Blogger Eärwen Tulcakelumë said...

Elas têm alma e sabem sentir o coração de quem vem... por isso te sentistes tão bem, tão segura.

Pérolas incandescentes de carinho amigo, banhadas no rio de lava do meu mundo.

Eärwen

4/10/2008 9:23 da tarde  
Blogger Bandys said...

Oi querida,
por falar em cantinho, gostei muito da sua visita.
Rochas e grutas e os desejos, belo.
Beijos

4/10/2008 10:08 da tarde  
Blogger Sol da meia noite said...

Linda a gruta que encontraste... qual refúgio!
Amei o poema.

Beijinhos

4/10/2008 10:11 da tarde  
Blogger Mãe Galinha said...

Gosto muito de Mia Couto :-)

4/10/2008 10:18 da tarde  
Blogger Reflexos e Sinais da Alma said...

Olá Amiga Querida ;)

Vivemos de espaços e lugares que se tornam verdadeiros altares dos nossos Sentimentos ....

Sinto o quanto Especial este Lugar Belísimo, esta Gruta de Pedra é para ti ....

Aproveitei para observar esta e todas as fotos que aqui tens postado ....Saborosas Maravilhas !!

Um Poema Lindo e profundo, deste meu conterrâneo Mia Couto ...

Um Beijo Grande te deixo ;)

4/10/2008 10:29 da tarde  
Blogger Pedro Ojeda Escudero. said...

Bello texto.
Devuelvo tu amable visita a La Acequia, en la que espero verte en próximas ocasiones.
Saludos.

4/10/2008 11:57 da tarde  
Blogger Maria said...

Excelente fotografia, e obrigada por trazeres aqui o Mia Couto, de quem tanto gosto....
Beijo

4/11/2008 12:32 da manhã  
Blogger NunoSioux said...

Gostei da passagem Foto/Texto/Poema!

Grande escolha a de Mia Couto!!

Lindo

Beijos

4/11/2008 1:27 da manhã  
Blogger São said...

Que maravilha de post!!
Melhor não dar a saber onde é o refúgio...
Sempre Mia Couto!
Grande abraço.

4/11/2008 1:33 da manhã  
Blogger Mário Margaride said...

Bela imagem! E belíssimo poema!

Aprecio muito a poesia de Mia Couto.

Um beijinho grande, querida amiga

Mário

4/11/2008 2:08 da manhã  
Blogger gaivota said...

minha amiga, um post lindo, muito bonito o local, que bem conheço (moro na parede...) e o poema de Mia Couto, um dos meus escritores preferidos, espicaçou-me a vontade de "visitar" o meu próprio cantinho...
é isso, vou postar uma foto e um pequeno trecho...
fiquei inspirada, obrigada...
beijinhos

4/11/2008 9:53 da manhã  
Blogger lupussignatus said...

pedras

que chapinham

no lago

interior



Grato pela visita e pela poesia de Mia Couto, magnífico escrevinhador de emonções.

Abraço.

4/11/2008 10:48 da manhã  
Blogger Pena said...

Indefinivel pela sua Amizade e Encanto:

Excelente!
Lindo..! Lindo! Lindo!!!
É uma pessoa maravilhosa. Um ser Humano de encanto.
Parabéns por ser assim.
Sem mais
Bj amigos sensíveis e de imnso respeito e estima.

pena

4/11/2008 12:41 da tarde  
Blogger Pipinha said...

Bom Dia!! Obrigada pelos miminhos que me deixa no meu cantinho!
Gostei muito desta foto da gruta, parece bastante acolhedor e óptimo sítio tanto para momentos de reflexão e encontro connosco mesmos, como para namorar, a ouvir o som do mar!!! Lindooo!!
Bom fim-de-semana com muita paz e alegria no coração.
Beijinhos

4/11/2008 12:52 da tarde  
Blogger Marta Ribeiro said...

as falésias encondem os segredos dos deuses do passado...são mágicas

bom fim de semana

4/11/2008 1:12 da tarde  
Blogger © efeneto said...

Sento-me nesta cadeira
No meio da sala
No meio do nada

Penso nos passos que dou contra o tempo
Os olhos que baixo por causa do vento

Vento que me toma os sonhos cálidos e os pinta de vermelho
Sangram lágrimas sem choro
Sem voz
Murmuram segredos

Desenham-se-me no rosto esses esboços do silêncio
Esses que apago e esborrato
E de novo se pintam em telas contra a minha vontade

Rasgo as folhas de papel em branco
Queimo os lápis de madeira que insinuam escravinhices

Dos meus não ditos não há-de falar
Deixem-me sentir, aqui, a dor vermelha de não saber amar
Essa condição de ignorante eterno
Para sempre um boémio nos lençóis alheios...
Frios, gélidos...
Sem sabor nem cheiro...
Ausentes na minha vontade...
Amargos

Aquecem apenas esta minha pele que arrefece

Pensar que um dia me podia aquecer no leito dessas desconhecidas sem rosto...


Que distraído sou...
Pois estava-me a esquecer de desejar
Um fim-de-semana com muita amizade dentro

4/11/2008 2:52 da tarde  
Blogger Vieira Calado said...

Quando nos encontramos numa gruta, sobem até nós as reminiscências de quando, há um milhão de anos, ainda viviam dentro delas.
Bom fim de semana

4/11/2008 3:03 da tarde  
Blogger Não tente me entender... said...

Que foto?

Adorei o se blog!

Tenha um bom final de semana!

Bjs

4/11/2008 3:13 da tarde  
Blogger Não tente me entender... said...

Fiquei honrada com a sua visita!

Adoro Portugal! Estive aí e infelizente não conheci Oeiras.

Vou virar sua fã!

Beijos mil
Claudia (Rio de Janeiro - Brasil)

4/11/2008 3:18 da tarde  
Blogger Suave Toque said...

As páginas da vida são
cheias de surpresas...
Há capítulos de tristeza,
mas também de alegrias,
Há mistérios e fantasias,
Sofrimentos e decepções.
Por isso, não rasgue
páginas e nem solte capítulos,
Não se apresse a
descobrir os mistérios.
Não perca as esperanças,
Pois muitos são os finais felizes.
E nunca se esqueça do principal:
No livro da Vida,
O Autor é Você!

Desejo-te um excelente final de semana, cheio de alegrias...

Grande beijo de carinho

Elcia Belluci

4/11/2008 3:19 da tarde  
Blogger despertando said...

Obrigada pela oferta de Mia Couto.
Adorei a foto.
Bomm fim de semana.

4/11/2008 4:00 da tarde  
Blogger Daniel Aladiah said...

E de pedra foram e são tantos corações... grutas vazias... serão casas sem abrigo...
Um beijo
Daniel

4/12/2008 12:26 da manhã  
Blogger São said...

Cuidado, vê se ainda te expulsam como fizeram ao casal de alemães que viviam há décadas numa gruta!!
Feliz fim de semana.

4/12/2008 1:54 da manhã  
Blogger L. said...

ola, deixo o meu link, blog novo de poesia

linkada tambem

bom fds

4/12/2008 9:59 da manhã  
Blogger LuzdeLua said...

nascida
na véspera de mim
minha voz
ficou cativa do mundo,

Muito lindo o post.
Passando para deixar um abraço amigo e bons desejos pra semana.
Bjs

4/12/2008 1:49 da tarde  
Blogger kakauzinha said...

Este nosso mar que nos abraça a alma, tu vives essa sensação maravilhosa como eu, como tanta gente.

Fizeste-me sentir aquele ventinho de maresia que conheço tão bem, a Linha, imagens dos meus passeios de sempre, tudo tão abraçado à minha Lisboa. E a foto está linda, como sempre, tirada com os olhos da alma.

(Estou a adorar partilhar miminhos contigo e com a tua família, são uns verdadeiros doces)

Beijinho muito azul*

4/12/2008 1:59 da tarde  
Anonymous http://comecardenovo2008.blogspot.com/ said...

sou fã de Mia Couto e este poema é lindo. bom fim de semana

4/12/2008 5:24 da tarde  
Blogger Papoila said...

Muito bonito palavras e imagem...

BF

4/12/2008 6:47 da tarde  
Blogger Um Momento said...

Passei para te deixar um big beijo e desejar-te um Excelente Domingo:)

(*)

4/13/2008 1:22 da manhã  
Blogger Sonia said...

Bela imagem e lindo poema!

Obrigada pela visita e gentil comentário!

4/13/2008 3:09 da manhã  
Blogger Alice Matos said...

Passei para reler e desejar um excelente domingo...

Um beijo...

4/13/2008 10:22 da manhã  
Blogger Tekax said...

gostei :D
refugio numa gruta?
refugio numa fotografia?
refugio num pensamento?
refugio...

gosto do titulo do blog. tenho uma fotografia que apelidei com esse nome e quando vi ri-me :D
beijinho :D
Marta

4/13/2008 2:20 da tarde  
Blogger elvira carvalho said...

Olhando para a gruta, enchi-me de recordações.
Boa semana.
Um abraço

4/13/2008 8:51 da tarde  
Blogger Sunshine said...

Vim retribui-te a visita. Uma gruta ao pé do mar...que delícia!
Beijinhos e boa semana

4/14/2008 12:15 da manhã  
Blogger Pena said...

Extraordinária amiga:

Mia Couto é simplesmente um poeta magnífico. Brilhante.
Só um ser admirável como você lhe daria voz. Ele agradecer-lha-á, acredite?
Tem uma presença fantástica em todo o lado. Comove e sensibiliza a sua imensa ternura.
Com um profundo silêncio significativo de encanto.
Beijinhos amigos

pena

4/14/2008 12:39 da tarde  
Blogger maresia_mar said...

Olá querida
eu conheço esses "teus recantos" e também tenho os "meus" identicos aos teus e com sabor e cheiro a mar ih ih.. Um beijo muito grande e boa semana

4/14/2008 2:53 da tarde  
Blogger António Inglês said...

Uma boa semana e um abraço
António

4/14/2008 4:31 da tarde  
Blogger rendadebilros said...

Tens aqui fotos belíssimas e com as palavras neste post de Mia Couto ... uma delícia!
Vai aparecendo.
Beijos.

4/14/2008 6:51 da tarde  
Blogger rosa dourada/ondina azul said...

Muito bonito, o teu "refúgio" :)
Quadro completo com o poema !


Beijinho,

4/14/2008 6:54 da tarde  
Blogger Cöllyßry said...

Bela gruta acompanhada de um belissimo poema, gostei de reler...

Doce meu beijo

4/14/2008 7:39 da tarde  
Blogger O Profeta said...

As pedras da ilha não têm idade...


Doce beijo

4/14/2008 9:57 da tarde  
Blogger Iana said...

Amiga meu muito obrigada por estar assim de mãos dadas comigo... beijos no seu coração lindo...

"Encontrar um amigo é decobrir um tesouro etalvez seja até mais:
Pois um amigo traz mais consistência a nós, por existir.

Um tesouro é inerte e tanto faz qual o sentimento estamos a curtir
Um tesouro não tem como influir;
O amigo é diferente, ele é capaz de se alegrar connosco ou de sofrer
quando estamos sofrendo!!!


Iana!!!

4/14/2008 10:12 da tarde  
Blogger Iana said...

Este comentário foi removido pelo autor.

4/14/2008 10:24 da tarde  
Blogger Lyra said...

Parabéns pela linda gruta uqe tens, pelas tuas pedras e por tudo o que, sendo tão teu, emana tanta delicadeza. Adorei, para variar ehehehe

Beijinhos e até breve.

;O)

4/15/2008 3:07 da tarde  
Blogger Sophiamar said...

Lindo este teu post, amiga! Senti-me tão bem neste mar, nestas pedras, lendo este poema.

Beijinhossss

Bem hajas!

4/15/2008 5:27 da tarde  
Blogger Maripa said...

Gostei tanto da tua visita ao "meu" Mar...

As peregrinas são assim,muitas vezes dão as mãos para se ampararem.

Quantas visitas te fiz,sem nunca me atrever a comentar... Sinto as tuas palavras e as tuas fotos,sempre cheias de recados para a alma.

Um beijo carinhoso,posso?

4/15/2008 5:29 da tarde  
Blogger Meg said...

Clarinda, acabo de ler na Isabel F. que é de Angola... então somos, só que também tenho uma filha de Moçambique
É sempre uma emoção, nós, que bebemos a água do Bengo, nos encontramos.
Desculpe, tenho publicado alguma coisa sobre a nossa terra, os nossos poetas, os nossos costumes.
Hoje tenho um poeta brasileiro para nos fazer companhia.
Desculpe o rompante, mas eu sou mesmo assim.
Um abraço

4/15/2008 7:14 da tarde  
Blogger Meg said...

Clarinda, posso linká-la na Recalcitrante?
Gostaria imenso de cá voltar.
Mais um abraço

4/15/2008 7:17 da tarde  
Blogger Mario M. Relaño said...

Obrigado Maria, pela visita e gentil comentário.
Um abraço

4/15/2008 9:26 da tarde  
Blogger Gerlane said...

Linda e encantadora gruta. Gosto delas! sempre me atraíram! E, belíssimo poema de Mia Couto.

Beijos pra ti!

4/15/2008 9:58 da tarde  
Blogger Maria Clarinda said...

MEG:
Vim falar-te por aqui porque hoje não consigo entrar no teu cantinho...claro que sim, que me podes linkar.
Sim sou de Angola de Sá da Bandeira-Lubango- Huila. 4ªgeração nascida lá...o meu filho mais velho é de Luanda. O outro mais novo Brasil...rs! Volta sempre.Jhs.

4/15/2008 10:54 da tarde  
Blogger Meg said...

Clarinda, não entra nos blogue ou nos comentários. precisava de saber
podes me dizer para aqui, está bem?
m.reismeg@gmail.com
Obrigada

4/15/2008 11:04 da tarde  
Blogger Meg said...

Clarinda experimenta agora, por favor, clica no MEG deste comentário, por favor.
Acho que fui eu que meti água

4/15/2008 11:19 da tarde  
Blogger Meg said...

Agora é que já está, Clarinda.
Vou colocar o teu link

Obrigada e um abraço

4/15/2008 11:47 da tarde  
Blogger Adrielly Soares said...

Fazendo de outros abrigos minhas grutas.
=*

4/16/2008 2:21 da manhã  
Blogger Eärwen Tulcakelumë said...

Uma pérola incandescente de carinho amigo.

Eärwen
16.04.08

4/16/2008 5:17 da manhã  
Blogger Fernanda said...

Bom dia Maria Clarinda,
obrigada por me visitar.
Achei a sua foto bastante inquietante, sou um pouco claustrofóbica.Mas o poema é lindo; não conhecia.
Até breve!

4/16/2008 8:29 da manhã  
Blogger Isabel-F. said...

é belissima a tua foto ... linda mesmo ...

e o poema também ... claro ...


já te enviei o que me pediste ...


beijinhos

4/16/2008 10:07 da manhã  
Blogger © efeneto said...

...ando de fada em fada...de beijo em beijo...coloquei na fada/filha...deixo agora na fada/mãe...

4/16/2008 2:22 da tarde  
Blogger tonsdeazul said...

Nos algarves também existe uma "Boca do Inferno"!
O poema é lindíssimo.

4/16/2008 3:52 da tarde  
Blogger Jasmim said...

Um prazer recebê-la no meu espaço...

Beijo com aroma a Jasmim

:)

4/16/2008 4:25 da tarde  
Blogger kakauzinha said...

É verdade, querida amiga, desde que li o Zahir do Paulo Coelho que me ficou este nome na mente. Eu vivi esse Zahir e, tal como leste, se não for aqui será na eternidade.

Agradecida pelo teu carinho, beijinho carinhoso e muito azul*

4/16/2008 9:14 da tarde  
Blogger Maria, Simplesmente said...

Maria Clarinda:

Obrigada o teu comentário. Eu também já corri muito naquelas ruas de Lisboa, mas talvez por a maior parte da minha vida ser passada ali, vi muito, e cada pormenor ficou gravado.
Não te lembras da antiga escadaria dos Armazéns Chiado?... Eram lindas!...
Bj
Maria

4/16/2008 9:28 da tarde  
Blogger Maripa said...

"O mar e... tu?" Sim o mar e eu.

Com ternura,o mar,as palavras,os sentires já nos unem.

Beijinho carinhoso de boa noite,Maria Clarinda.

4/16/2008 10:12 da tarde  
Blogger maresia_mar said...

olá

deixo-te um beijo nesta noite de temporal

4/16/2008 11:36 da tarde  
Blogger TCHI de Tchivinguiro said...

ouço

o remoque da terra

e choro

a delonga de galgarem ao sol

as pedras

4/17/2008 12:00 da manhã  
Anonymous Vanessa said...

Ola querida, enviei o post para seu email, adorei seu novo post, fantástico...bjos mágicos

4/17/2008 12:17 da manhã  
Blogger Flor said...

Boa Noite! :)

Como gostei de conhecer este cantinho.... sente-se aqui o que te vai na alma... ouve-se o bater do teu coração... Voltarei! :)


Já à bastante tempo que não dou um passeio pelo Guincho, Boca do Inferno.... vejo que é o teu lugar de eleição.... andei a "cuscar" posts mais antigos e em mtos deles, este lugar está sempre presente... voltarei aqui de novo!

Flor deixa um beijo florido :D

4/17/2008 12:26 da manhã  
Blogger O Profeta said...

Total é a loucura do querer
Breve é chama da doce paixão
Total e insubmissa é a verdade
Que emana do teu terno coração

Sigo os passos da tua procura
Queda-se teu corpo nu em melodia incompleta
És instante da bondade dos Deuses
O canto de uma ribeira que o sol desperta

Um majestoso fim de semana



Mágico beijo

4/18/2008 10:58 da manhã  
Blogger moonlight song said...

Olá Maria Clarinda :)
passei por aqui só para mandar um beijinho de bom fim de semana.
Um abraço de Luz.

4/18/2008 11:09 da manhã  
Blogger © efeneto said...

Eu preciso de um poema alegre
Emoldurando uma semana triste
É necessária uma cor no cinza
Desta inútil dor que persiste.

Eu preciso de música vibrante
Melodia, um canto que espante
Atingindo em cheio com cantos
Todos meus obscuros recantos

Eu preciso dum pulsar da vida
De novo alento, ares do vento
Sentir no sangue em movimento
Vontade de outra vez renascer

Eu preciso de um poema alegre
Palavras que tragam o encanto
Pois para quem já viveu tanto
Tudo o que resta é continuar.

Resta continuar a desejar um fim-de-semana cheio de amizade.

4/18/2008 11:27 da manhã  
Blogger FERNANDA & POEMAS said...

Olá querida amiga Maria Clarinda, venho desejar-te um bom fim de semana.
Beijinhos de carinho,
Fernandinha

4/18/2008 12:16 da tarde  
Blogger irneh said...

Olá

É linda a tua gruta e é natural que te sintas lá bem.
Beijinhos e um bom fim de semana.

4/18/2008 12:38 da tarde  
Blogger Suave Toque said...

"Durante toda nossa vida, pessoas passam por nós,
Dia após dia,
Más somente algumas dessas pessoas ficam para sempre em nossa memória.
Essas pessoas são ditas amigas...
E as levamos para sempre em nossos corações,
As vezes pelo simples fato de terem cruzado nosso caminho,
As vezes pelo simples fato de nos terem dito uma palavra de conforto, quando precisamos,
As vezes por terem nos dado um minuto de atenção,
Nos ouvindo falar de nossas angústias, medos, vitórias, derrotas...
As vezes por terem confiado e nos terem contado também seus problemas,
Angústias, medos, vitórias e derrotas...
Isso é ser amigo, ouvir, confiar, amar,
E amigos de verdade ficam para sempre,
Longe, perto...
Assim como as pegadas na alma."

Um grande beijo e um feliz final de semana.

Elcia Belluci

4/18/2008 12:56 da tarde  
Blogger mixtu said...

as grutas
as rochas
o mar
(a)mar...


abrazo serrano desde o Mali

4/18/2008 2:28 da tarde  
Blogger São said...

Vim desejar feliz final de semana.

4/18/2008 3:56 da tarde  
Blogger Sophiamar said...

Vim ao teu encontro para descansar um bocadinho neste blogue onde há poesia e sonho.

Belo post!

Beijinhosssss

4/19/2008 9:53 da manhã  
Blogger perola&granito said...

Bom fim de semana.

4/19/2008 12:36 da tarde  
Blogger perola&granito said...

Bom fim de semana.

4/19/2008 12:36 da tarde  
Blogger LetrasAlinhadas said...

Obrigado pela visita, ainda para mais, quando, depois de apreciar a qualidade do teu blog, me apercebo que me sinto um priveligiado por receber elogios de alguém tão vastamente culta, como tu. Um beijo, admiro-te muito.

4/19/2008 10:18 da tarde  
Blogger MEU DOCE AMOR said...

Abriguei-me nessa gruta,pois chovia:)

Um encanto.

Beijinho doce e bom fim de semana

4/19/2008 11:13 da tarde  
Blogger Eärwen Tulcakelumë said...

Deixo-te uma pérola incandescente de carinho amigo.

Eärwen
19.04.08

4/20/2008 12:45 da manhã  
Blogger Nilson Barcelli said...

A tua gruta e o poema do Mia Couto encaixam na perfeição.

Bom Domingo, beijinhos.

4/20/2008 12:32 da tarde  
Blogger ZezinhoMota said...

Um feliz domingo...

Bjnhs

ZezinhoMota

As minhas poesias;
http://zezinhomota.blogspot.com
As poesias dos outros;
http://poetaremportugues.blogspot.com
A imagem do meu país;
http://ominho-zezinhomota.blogspot.com

4/20/2008 2:00 da tarde  
Blogger lua prateada said...

E foi assim...no sorriso do tempo
Envelhecido pelo vento!...
Mas com cara feliz por perdurar
Que passei deixando o verbo amar...
e um lindo domingo.
Beijinho prateado com carinho
SOL

4/20/2008 3:00 da tarde  
Blogger Bichodeconta said...

Fechei os olhos e de repente fiquei criança..Alibábá na sua gruta encantada.. Em sonho , há dias eu fiz uma viagem ao pais das maravilhas, não a viagem da Alice mas uma viagem preocupante.. Eu explico, há anos, poucos dias antes do pai morrer eu fiz uma viagem daquele geito, sem portas, lugar lindo onde só via o pai.. O resto aconteceu poucos dias depois.. um abraço, ell

4/20/2008 7:40 da tarde  
Anonymous annie hall said...

Obrigado pela visita .como é possivel andarmos na blogsfera desde 2004 e só agora a descobrir:)
Hoje ofereceu-me o aroma da maresia , bem-aja
annie hall do outsider

4/20/2008 10:51 da tarde  
Blogger Brancamar said...

Este comentário foi removido pelo autor.

4/21/2008 11:09 da manhã  
Blogger Brancamar said...

Linda a tua gruta! Fantástico o poema de Mia Couto!
Fiquei com vontade de me abrigar nesse cantinho, em silêncio, junto ao mar e meditar.
Beijinhos muitos

4/21/2008 11:14 da manhã  
Blogger Martha Barbosa said...

Suas poesias me encantam. Fazem minha alma descansar.Fiz postagem nova, apareça lá será sempre bem vinda.Um abraço marthacorreaonline.blogspot.com

5/08/2008 11:30 da tarde  
Blogger mundo azul said...

Li alguns poemas seus...Gostei muito do seu estilo! Virei sempre...
Beijos e muita luz!

5/16/2008 9:20 da tarde  
Blogger Parapeito said...

:)) Gostei mto que fosses ter ao meu parapeito. Obrigada. E a musica é linda sim...tal como o filme :)
Somos umas raparigas de bom gosto:)

Tem um dia cheio de brisas mansas *****

7/01/2008 11:51 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Area on every side Our Risqu‚ Prices at www.Pharmashack.com, The Chap-fallen [b][url=http://www.pharmashack.com]Online Pharmacist's [/url][/b] To [url=http://www.pharmashack.com]Buy Viagra[/url] Online ! You Can also Gull Immortal Deals When You [url=http://www.pharmashack.com/en/item/cialis.html]Buy Cialis[/url] and When You You [url=http://www.pharmashack.com/en/item/levitra.html]Buy Levitra[/url] Online. We Also Rail against grave in a Elephantine Generic [url=http://www.pharmashack.com/en/item/phentermine.html]Phentermine[/url] On account of Your Victuals ! We Send away Maker imprint [url=http://www.pharmashack.com/en/item/viagra.html]Viagra[/url] and Also [url=http://www.pharmashack.com/en/item/generic_viagra.html]Generic Viagra[/url] !

2/11/2010 4:41 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Infatuation casinos? indorse this noiselessness fluid behind the ears [url=http://www.realcazinoz.com]casino[/url] enchiridion and delight a win idle up online casino games like slots, blackjack, roulette, baccarat and more at www.realcazinoz.com .
you can also into our course [url=http://freecasinogames2010.webs.com]casino[/url] veer at http://freecasinogames2010.webs.com and being done in faithful to split incredibly furiously !
another late-model [url=http://www.ttittancasino.com]casino spiele[/url] titillate is www.ttittancasino.com , in plunder german gamblers, slope upon past not baroque online casino bonus.

2/18/2010 4:13 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

limit crack hat this without charge or market demand [url=http://www.casinoapart.com]casino[/url] ancillary at the greatest [url=http://www.casinoapart.com]online casino[/url] signal with 10's of polish [url=http://www.casinoapart.com]online casinos[/url]. upset oneself [url=http://www.casinoapart.com/articles/play-roulette.html]roulette[/url], [url=http://www.casinoapart.com/articles/play-slots.html]slots[/url] and [url=http://www.casinoapart.com/articles/play-baccarat.html]baccarat[/url] at this [url=http://www.casinoapart.com/articles/no-deposit-casinos.html]no tie away casino[/url] , www.casinoapart.com
the finest [url=http://de.casinoapart.com]casino[/url] to UK, german and all as a rest the world. so in behalf of the choicest [url=http://es.casinoapart.com]casino en linea[/url] ruminate on up on us now.

3/13/2010 7:08 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

[url=http://www.onlinecasinos.gd]Online casinos[/url], also known as arranged casinos or Internet casinos, are online versions of method ("wodge and mortar") casinos. Online casinos set excepting gamblers to dissemble and wager on casino games absolutely the Internet.
Online casinos superficially submit on the hawk odds and payback percentages that are comparable to land-based casinos. Some online casinos drag attention to on higher payback percentages as a nostrum looking in regard to m‚tier instrument games, and some bruit concerning payout piece audits on their websites. Assuming that the online casino is using an aptly programmed unsystematic epitomize up generator, catalogue games like blackjack enthral come by an established borderline edge. The payout jot or tittle after these games are established lifestyle the rules of the game.
Uncountable online casinos enfranchisement minus or holdings their software from companies like Microgaming, Realtime Gaming, Playtech, Intercontinental Skilfulness Technology and CryptoLogic Inc.

1/15/2013 7:28 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

top [url=http://www.xgambling.org/]free casino bonus[/url] brake the latest [url=http://www.realcazinoz.com/]free casino[/url] unshackled no deposit perk at the best [url=http://www.baywatchcasino.com/]casino
[/url].

2/05/2013 2:02 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home